10 segredos de um processo de recrutamento de sucesso

Por Robert Half 13 de novembro de 2019

Por Maria Sartori

    Com o desemprego em alta, muitas empresas pensam que, ao abrir uma nova vaga, conseguirão encontrar um bom profissional em pouco tempo. Porém, não é bem assim. Um processo de recrutamento de sucesso exige alguns cuidados que, se não forem considerados, podem levar por água abaixo horas, dias e até meses de trabalho.

    Se isso é o que ocorre na sua empresa, você está no lugar certo! Neste post, vamos esclarecer uma série de procedimentos (e segredos) essenciais para um processo de recrutamento de sucesso. Então, continue conosco nesta leitura!

    1. As etapas de processo de recrutamento de sucesso

    Defina o cargo a ser ocupado

    Outro ponto crucial para o recrutamento é definir corretamente o cargo que precisa ser ocupado, além das condições de contratação. É preciso decidir os seguintes pontos:

    • será preciso contratar uma ou mais pessoas?
    • É uma contratação de nível operacional, tático ou estratégico?
    • Quais são os requisitos indispensáveis para o preenchimento da vaga?
    • Quais são as necessidades que precisam ser sanadas?

    Desse modo, a definição do cargo tende a ser mais acertada e alinhada com o que a empresa realmente necessita, ajudando a atrair os profissionais mais adequados.

    Determine o perfil comportamental

    As habilidades técnicas necessárias estarão definidas no passo anterior. Mesmo assim, é importante delimitar o perfil comportamental "ideal" para compor a sua equipe. É mais fácil contratar um profissional por suas características e depois treinar suas habilidades, do que contratá-lo pelas competências e tentar ajustar o seu perfil comportamental.

    Isso acontece porque o comportamento está muito atrelado às experiências, vivências e personalidade de cada um. Esses são alguns aspectos praticamente impossíveis de moldar em um funcionário. Por isso é tão importante definir um perfil que tenha a ver com o cargo e também com a cultura organizacional, facilitando a adaptação do novo colaborador ao restante da equipe.

    Monte um plano de cargos e salários

    O recrutamento é o anúncio de uma oportunidade que deve gerar vantagens para ambos os lados. Se a empresa está buscando um talento específico, ela deve definir o que está disposta a oferecer em troca. Sendo assim, organizar um plano de cargos e salários é uma etapa essencial.

    O fato de oferecer a possibilidade de crescimento na empresa ou aumentar o salário com base em algum critério já pode ajudar a atrair uma variedade maior de profissionais. Essa solução também ajudará a empresa a reter seus talentos, valorizando e recompensando seus esforços, garantindo a permanência do profissional na organização e a consistência do planejamento do negócio a longo prazo.

    BAIXAR O GUIA SALARIAL ROBERT HALF

    Planeje o processo de recrutamento

    É preciso definir como acontecerá todo o processo de recrutamento, desde a formulação do anúncio até a captação de currículos. Todas essas atividades devem ser pensadas para não gerar demora durante o recrutamento. É necessário identificar:

    • o prazo que a empresa dispõe para realizar a contratação;
    • quando cada etapa deverá ser entregue;
    • quais os setores que estarão envolvidos no processo;
    • em que locais a vaga será divulgada.

    Faça o anúncio da vaga

    Com as etapas anteriores, é possível definir o melhor anúncio da vaga. Ele precisa oferecer informações relevantes, mas de forma sucinta e objetiva. Procure seguir alguns itens, como:

    • cargo;
    • informações sobre a empresa;
    • horário de trabalho;
    • principais atividades;
    • requisitos essenciais;
    • diferenciais;
    • benefícios;
    • meios de recebimento de currículo.
    • Divulgue o anúncio

    A divulgação do anúncio deve ser feita de forma estratégica. Isso significa que o recrutamento será ainda mais eficiente se você divulgar a oportunidade nos canais de informação que o público-alvo realmente consuma conteúdo, como as redes sociais, jornais ou sites de vagas de emprego.

    2. As melhores práticas de um bom processo de recrutamento

    Um processo de recrutamento de sucesso depende da habilidade que o recrutador tem de seguir as etapas descritas. Para isso, é importante focar nos detalhes, e entre eles está a definição do perfil do profissional que a empresa está procurando e o que é realmente necessário buscar nele.

    Pesquisar sobre os diferentes modelos de contratação — temporária ou permanente — e seus diferenciais facilitam a jornada e traz mais segurança para a empresa. A princípio, é normal pensar na contratação de um profissional em regime permanente.

    Entretanto, muitas vezes, um profissional alocado por projeto por um prazo determinado pode resolver o problema de forma mais rápida e objetiva. Essa definição vai ajudar a atrair os candidatos certos.

    Portanto, antes de inciar o processo de recrutamento é fundamental ter em mente qual será o regime de contração, além dos os atributos, habilidades, características que serão buscados nos colaboradores.

    Outro aspecto de valor é a habilidade da empresa em estabelecer parcerias estratégicas, seja com sindicatos, universidades ou empresas de recrutamento — todos eles podem ajudar a chegar até as pessoas certas para cada vaga.

    Além dessas, outras importantes técnicas que podem ser utilizadas no processo de contratação são:

    Filtrar os melhores profissionais para o cargo

    É essencial identificar quais candidatos à vaga que têm interesse específico em integrar o time da empresa. Afinal, o interesse demonstra que aqueles profissionais sentem alguma identificação com os valores e a cultura do negócio.

    Desse modo, eles terão mais facilidade e motivação para se adaptar ao ambiente de trabalho do negócio e realizar as tarefas com eficiência e grau de produtividade elevados.

    Para encontrar esses potenciais colaboradores, além de mapear os currículos de pessoas externas que se candidatarem, vale também procurar nos bancos de dados da empresa ou junto a redes de seleção.

    A busca por profissionais que atendem ao perfil desejado e sintam identificação pelo trabalho prestado, reduz a chance de erros no momento da contratação.

    Apresentar a empresa no momento da entrevista

    Falar tudo sobre a empresa no ato da entrevista é uma prática que facilita o recrutamento e também a atuação futura do colaborador na empresa. Isso porque, ao saber mais detalhes sobre o empreendimento, candidato poderá mostrar quais das suas características e habilidades são compatíveis e relevantes para fortalecer a equipe.

    A transparência e detalhamento de informações sobre a empresa e o cargo podem também atrair um número maior de interessados que estejam alinhados com os valores e a missão do negócio, o que trará eficiência ao processo de recrutamento.

    Dessa forma, será possível identificar quais candidatos realmente se interessam pela vaga e agreguem valor à equipe da empresa.

    Descrever o tipo de cargo com detalhes

    Essa prática está bastante relacionada com a anterior! Não basta apresentar informações sobre a empresa, é preciso também fornecer muitos detalhes na descrição da vaga divulgada e no momento da entrevista. Esse procedimento também é conhecido como job description.

    O job description, verdadeiro detalhamento das atribuições do cargo disponível, formaliza todas as exigências para a vaga, o que estimula profissionais que enquadrem no perfil desejado a se candidatarem e destacarem tais habilidades durante a entrevista.

    Portanto, detalhar os requisitos da vaga ajuda a evitar a frustração de receber currículos que não atendam aos requisitos exigidos. Isso facilita bastante o processo de seleção e recrutamento, além de possibilitar as futuras avaliações de desempenho dos colaboradores que eventualmente integrarem a empresa.

    3. Os erros comuns que devem ser evitados

    São vários os erros cometidos por empresas acostumadas com processos de recrutamentos ineficientes. Entre os principais estão o hábito de elevar demais as expectativas e exigir um profissional extremamente qualificado quando, na verdade, o cargo não exige tudo isso. Dependendo das atividades a serem desempenhadas, um pouco de experiência e alguma formação na área já dão conta.

    Mesmo assim, existem empresas que exigem muito mais do candidato. Evitar esse tipo de prática ajuda a alinhar as expectativas da instituição e do candidato. Afinal, na maior parte das vezes, o recrutador anuncia um salário básico para uma suposta super-função.

    Além disso, outro erro bastante comum é abrir um processo de recrutamento e seleção sem data para terminar. Essa é uma prática bastante perigosa, já que um recrutamento que se estende por muito tempo pode comprometer a execução da etapa seguinte, que é a seleção.

    Processos muito longos podem provocar a desmotivação dos candidatos e até manchar a imagem da empresa. Por isso, é preciso definir datas e se certificar de que nenhum dos envolvidos no processo se ausente durante esse período.

    4. As ferramentas que melhoram o processo de recrutamento

    Para otimizar ainda mais os resultados, existem algumas ferramentas interessantes que podem ajudar o recrutador. Nesse sentido, a tecnologia acaba sendo uma ótima aliada, tornando as empresas mais eficazes em suas escolhas. Confira as principais ferramentas tecnológicas que vêm impulsionando os resultados obtidos no processo de recrutamento:

    • ferramentas baseadas em inteligência artificial — a inteligência artificial é um recurso que ajuda na análise prévia de candidatos, sempre com base nos padrões já estabelecidos;
    • redes sociais — principalmente as voltadas para o mercado de trabalho. Elas apoiam na busca por candidatos e ajudam na análise;
    • testes online de triagem — a triagem de currículos é uma etapa que costuma tomar bastante tempo no processo de recrutamento. Com os testes online, os dados são cruzados de forma automatizada, agilizando essa fase.

    5. A importância de um bom processo de recrutamento

    Antigamente, as empresas se destacavam no mercado pela capacidade de inovação tecnológica. Porém, com a expansão do número de empreendimentos aliada à facilidade de comunicação e obtenção de novas tecnologias, o nível de competição nesse aspecto se tornou bastante reduzido.

    Afinal, como resultado desses fenômenos, os empreendimentos conseguem atingir um nível de tecnologia mais ou menos equivalente.

    Portanto, o que permite às empresas se destacar na atualidade é a qualidade do seu capital humano! Quem já tem a melhor infraestrutura, também precisa ter os melhores candidatos.

    Para que a equipe consiga trazer sucesso ao negócio, ela não apenas precisa receber treinamentos de qualidade, mas também deve ser selecionada de maneira eficiente e direcionada. Portanto, o bom desempenho do negócio já começa desde o processo de seleção de pessoas.

    Existem empresas que não se dedicam no processo de recrutamento a fim de reduzir custos para aumentar margens de lucro. Nesse sentido, optam por contratar pessoas com menos experiência em vez de investir na qualidade do capital humano que as integra.

    Ao tomar esse caminho, elas contribuem diretamente para o enfraquecimento do negócio, uma vez que o sucesso sempre depende do esforço conjunto de todo o time que o integra. As piores consequências englobam turnovers, redução da qualidade na experiência dos clientes, perdas de produtividade, e até aumento de custos no médio e longo prazo. Portanto, quanto melhor o time, maiores as chances de se prosperar!

    O recrutamento é uma ferramenta chave garantir que colaboradores produtivos e competentes sejam contratados. São utilizados procedimentos de seleção e filtragem que permitem identificar quais candidatos reúnem mais atributos necessários para desempenhar determinada função.

    Dessa forma, em todos os casos é fundamental utilizar métodos eficientes de contratação, ainda que haja urgência para substituir determinada pessoa. Afinal, a ineficiência de eventual pessoa selecionada poderá trazer mais prejuízos para o empreendimento do que postergar a contratação para encontrar um candidato que reúna mais competências, ou mesmo do que a economia que significa contratar alguém menos qualificado.

    A criação de padrões e métodos de recrutamento contribuirá diretamente para diminuir as taxas de absenteísmo, reduzir a rotatividade de profissionais, entre outros problemas gerados por contratações efetuadas sem um maior planejamento interno.

    6. Quais as principais características que devem ser buscadas durante esse processo

    Uma vez ressaltada a importância e os benefícios de se promover um recrutamento mais eficiente, cabe agora explorar quais são as características que devem ser buscadas em potenciais colaboradores ao longo da seleção.

    Um time de colaboradores competentes, engajado e preparado é essencial para obter bons resultados em qualquer negócio, e assim alcançar o sucesso no empreendimento. Aí está a importância de promover um bom recrutamento!

    Para além da produtividade, é necessário buscar profissionais que sejam engajados, pois, assim terão motivação constante para desempenhar o trabalho com excelência.

    Além disso, é fundamental selecionar colaboradores que tenham valores compatíveis com os da empresa. Dessa forma, eles se integrarão mais facilmente ao quadro profissional e estarão satisfeitos com a cultura da organização, o que resulta em aumentos na produtividade e qualidade das tarefas desempenhadas.

    Por fim, é importante optar por um time de pessoas que estejam dispostas a melhorar continuamente. Assim, o negócio poderá oferecer produtos ou serviços com qualidade cada vez mais elevada, o que agrada aos clientes e aumenta a visibilidade no mercado!

    Esses são os principais atributos que sempre devem ser buscados durante qualquer processo de recrutamento!

    7. Como encontrar bons profissionais para a sua empresa

    A coesão e o sucesso de uma equipe dependem da adoção de um recrutamento bem feito. De maneira geral, é desejável identificar determinadas qualidades nos futuros membros ao escolher novos integrantes. São elas:

    • Responsabilidade
    • Habilidade de compreender e executar as necessidades da empresa
    • Atributos que sejam complementares aos dos demais membros da equipe.

    Além disso, é essencial que seja disponibilizada uma infraestrutura adequada para se operacionalizar a seleção. Deve haver investimento em tecnologia para aplicação de testes de aptidão e uso em dinâmicas que aumentam a eficiência do processo de recrutamento.

    Em todos os casos, é importante se atentar à individualização da vaga e elaborar um plano personalizado de contratação. Para isso, vale a pena identificar quais são as habilidades mais relevantes para o preenchimento na vaga e planejar uma estratégia para que os candidatos possam demonstrá-las durante a seleção.

    Ou seja, para cada tipo de vaga disponível — como para estágio, trainee, seniors, entre outros — deve ser utilizado um procedimento de contratação distinto!

    8. Por que contar com um headhunter para auxiliá-lo nesse processo

    Contratar um novo integrante para o time da empresa não é uma tarefa simples, pois exige que vários cuidados sejam tomados ao longo do caminho a fim de garantir que o profissional seja eficiente e se adapte à empresa. Essa dificuldade se torna ainda maior quando a vaga a ser preenchida é estratégica para o negócio.

    Portanto, contar com a ajuda de um headhunter pode ser diferencial nesse processo!

    O headhunter consiste em um recrutador especializado em recrutar profissionais considerados estratégicos dentro da lógica da empresa. O termo headhunter vem do inglês e pode ser traduzido, literalmente, como "caçador de cabeças".

    Esse profissional é especialista em encontrar candidatos que se adequem a posições superiores da hierarquia empresarial, ou a cargos que exigem conhecimentos muito técnicos e especializados. Isso porque o headhunter é um profundo conhecedor do mercado de trabalho e tem conhecimentos avançados sobre os requisitos do cargo, além de uma ótima rede de contatos.

    Os casos mais comuns de contratação de um headhunter são para cargos de:

    • alta posição hierárquica, como presidentes, vice-presidentes, e diretores;
    • exigência de conhecimentos com elevado grau de especialização, como nas áreas de engenharia, economia, recursos humanos e jurídica;
    • estratégicos ou confidenciais;
    • posições que necessitam ser urgentemente preenchidas;
    • profissionais em falta no mercado
    • vagas internacionais para serem desempenhadas em outros países;
    • quando os capital humano interno à empresa se esgotar.

    Os headhunters podem ser contratados de maneira permanente por meio de empresas terceirizadas, consultorias independentes ou apenas pontualmente para cumprir a tarefa de preencher uma vaga específica.

    Além de prospectar e abordar talentos de maneira eficiente, os headhunters conseguem convencer bons colaboradores de empresas concorrentes a ingressarem no negócio. Tudo isso advém do treinamento que esses profissionais têm para analisar currículos, habilidades dos candidatos e seu histórico profissional.

    9. Quais os benefícios o headhunter pode trazer para a empresa como um todo

    Parcerias com headhunters certamente são vantajosas para o sucesso da empresa. Os principais benefícios envolvem:

    • mais chances de se encontrar o talento ideal, pois os headhunters têm maior experiência e facilidade de seleção apurada devido à formação e aos contatos com diversos profissionais;
    • facilidade de integração do novo profissional com a empresa, uma vez que a contratação se dá de maneira mais transparente e o headhunter conhecerá profundamente todas as necessidades e características do negócio. A resultante será a seleção da selecionando a pessoa mais adequada para o cargo;
    • o headhunter terá acesso a novas ferramentas para atrair talentos;
    • as contratações serão feitas com menores custos, pois devido às grandes chances de acerto, não será preciso despender recursos com processos seletivos extensos;
    • possibilidade de constituir uma equipe qualificada desde o início do negócio, que atenderá às necessidades da empresa com maior facilidade.

    Portanto, esse tipo de iniciativa trará diversos benefícios ao negócio. O headhunter tem experiência e consegue atingir profissionais que não seriam alcançados por processos de recrutamento comuns.

    As ferramentas particulares que o profissional utiliza, suas habilidades, a capacidade de encontrar pessoas sem precisar fazer anúncios em grandes plataformas que podem expor a empresa, entre outras particularidades tornam o headhunter uma escolha certeira para praticamente qualquer tipo de empresa.

    Além disso, headhunters têm contatos em diversas áreas, o que garante o networking ideal para viabilizar uma contratação que trará dinamicidade às atividades desempenhadas no âmbito interno da empresa. Afinal, essa extensa lista de contatos permite, muitas vezes, a seleção de pessoas que pertencem à áreas distintas, mas estão qualificadas e disponíveis para aceitar um desafio que seja interessante no negócio que as convocar!

    10. Os motivos para contar com uma empresa especializada

    Se a tecnologia facilita de um lado, pode confundir de outro. A quantidade e variedade de currículos alcançados pela internet é enorme, o que se torna um problema quando a empresa não conta com a expertise de recrutador especializado e de um software capaz de processar todo esse material.

    Assim, as consultorias especializadas têm se tornado indispensáveis para garantir agilidade e eficiência em cada etapa de um processo de recrutamento de sucesso.

    Esse é o caso da Robert Half, que realiza esse trabalho todo o tempo e acaba desenvolvendo uma experiência inigualável na área. A empresa também conta com headhunters especializados em diversas áreas para atender demandas específicas, atribuindo velocidade e precisão na contratação. O recrutamento especializado garante a atuação de um profissional experiente em cada área agindo como um consultor do setor.

    Agora que você já descobriu os segredos para realizar um processo de recrutamento de sucesso e entendeu um pouco melhor os nossos serviços, aproveite para aprofundar ainda mais o seu conhecimento. Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas!

    *Maria Sartori é diretora associada da Robert Half no Brasil

    Vamos conversar sobre suas necessidades de recrutamento?

    Podemos ajudar você a encontrar seu próximo talento. Nos envie sua vaga ainda hoje.

    ENVIAR VAGA

    More From the Blog...