Como fazer a contratação de executivos e selecionar um candidato qualificado

Por Robert Half on 5 de dezembro de 2019

Por Mario Custódio

Os cargos executivos são muito relevantes para a maioria das empresas, independentemente do mercado em que atuam. A contratação desses profissionais deve ser tratada com cuidado, já que essas são vagas qualificadas e contam com remunerações mais altas. Além disso, uma escolha equivocada pode comprometer os resultados da empresa.

Neste artigo, você vai descobrir como deve ser o processo seletivo para a contratação de executivos, considerando a cultura da organização e as competências técnicas e comportamentais dos candidatos. Você também poderá entender que contratar uma empresa especializada em recrutamento é uma forma de ter segurança no processo seletivo, sem deixar de dedicar tempo às outras tarefas da empresa! Boa leitura!

Entenda por que a contratação de executivos deve ser cuidadosa

Quando falamos em um cargo de executivo, normalmente, imaginamos um profissional que terá um impacto grande na organização. Trata-se de uma vaga relevante, que pode envolver gestão de pessoas e recursos, portanto, a empresa não pode errar na contratação. Uma falha na escolha desse profissional pode causar transtornos no futuro. 

O escopo de trabalho desse tipo de profissional normalmente inclui grandes desafios. Portanto, a aderência cultural à empresa contratante é necessária. O processo seletivo adequado para a contração do executivo também deve ser capaz de determinar se o candidato está apto a tomar decisões importantes.

Além disso, o recrutador deve ter em mente que esse profissional deve inspirar a equipe, fazendo com que todos os colaboradores da empresa trabalhem na direção da estratégia definida para alcançar as metas propostas.

Saiba como deve ser o processo seletivo para a contratação de executivos

Para contratar o executivo ideal para uma empresa, é preciso planejar um processo seletivo cuidadoso e que explore as capacidades técnicas e comportamentais de cada candidato. A seguir, veja como organizar a seleção.

Trace o perfil do candidato ideal

É necessário fazer uma reunião inicial de alinhamento entre os recrutadores, gestores do setor e outros responsáveis da empresa. Por meio dessa reunião, os recrutadores terão clareza do perfil que devem buscar no mercado. 

Nessa reunião, é desenhada a estratégia de como as buscas serão realizadas e os responsáveis analisam quais mercados vão abordar e quais empresas são mais interessantes. Além disso, são tratados assuntos como:

  • pontos comportamentais a serem avaliados nos candidatos;
  • competências e habilidades necessárias;
  • entendimento da cultura da empresa e estratégia para avaliar se há match.

Realize a busca por candidatos

Após o perfil ideal ser traçado, chega o momento de mapear o mercado e avaliar se os candidatos têm aderência com a empresa. É preciso que os recrutadores tenham uma comunicação próxima com os gestores da área no decorrer do processo seletivo, para comunicar o progresso, dar feedbacks intermediários e, se for necessário, realizar rotas de ajuste o mais rápido possível.

O processo deve evoluir naturalmente até os recrutadores chegarem aos candidatos finalistas, ou seja, os profissionais que podem ser ideais para ocupar a vaga. Com isso, se iniciam as entrevistas detalhadas para avaliar as competências do candidato.

Identifique se há match entre o profissional e a cultura da empresa

É preciso que a cultura da empresa seja sólida e que todos os envolvidos na contratação estejam bem esclarecidos sobre como esse fator é decisivo para o progresso da organização. Ao entrevistar um profissional e avaliar as competências, é necessário traçar um paralelo dentro daquilo que faz parte do dia a dia da empresa. 

Por exemplo, imagine uma empresa que tem uma cultura de:

  • ambiente tranquilo;
  • pessoas que prezam pela qualidade de vida;
  • profissionais que normalmente têm flexibilidade de trabalho e horário;
  • ambiente mais despojado e informal.

Munido de todas essas informações, os recrutadores entrevistam um candidato que está acostumado com uma empresa que tem como características:

  • ambiente muito agitado;
  • colaboradores com o hábito de passar a noite trabalhando;
  • ambiente formal e pouco flexível. 

Os recrutadores percebem que esse candidato não é aderente ao que procuram. Essas nuances são relevantes e, por isso, é importante a transparência na comunicação para facilitar a investigação das informações e traçar paralelos.

Saiba se o profissional tem as habilidades necessárias

O mapeamento de mercado é uma visão macro de quais profissionais serão abordados, que cargos ocupam e quais são as suas principais responsabilidades. São avaliadas as características técnicas do candidato para selecionar os que farão as entrevistas.

Essa avaliação baseia-se nas realizações que o profissional coloca no seu escopo de trabalho. O executivo que é diretor da área de finanças, por exemplo, é responsável por diferentes funções. Os recrutadores podem explorar esse fato na conversa para entender qual é o grau de responsabilidade e quais as iniciativas que esse profissional teve para contribuir com a empresa dentro da área de finanças. 

Para verificar as habilidades comportamentais que possam ter influência na cultura da empresa, uma boa opção é utilizar o assessment, um processo avaliativo realizado para traçar o perfil do candidato, no qual são abordadas questões comportamentais e do estilo do profissional. 

Veja como uma consultoria de recrutamento pode encontrar o candidato ideal

Empresas especializadas em recrutamento como a Robert Half podem encontrar o executivo ideal para uma empresa com mais facilidade. Saiba os motivos a seguir.

Ampla rede de contatos 

A empresa especializada em recrutamento tem recursos para executar o trabalho e conta com profissionais que têm diversos contatos em diferentes mercados. Dado o tamanho do network, os consultores têm acesso a profissionais que muitas vezes a empresa, por si só, não teria.

Todo o trabalho de mapear o mercado, avaliar se os candidatos têm o perfil ideal para a vaga e realizar as entrevistas é da empresa especializada no assunto. Esse fator é uma segurança para quem vai contratar os serviços.

Metodologia que poupa tempo

Na consultoria de recrutamento, a contratação de um executivo é tratada como um projeto. Os profissionais realizam todas as etapas da seleção, desde o planejamento. Mapeiam o mercado, dividem a informação com o cliente e apresentam o report de progresso do que é feito. 

Ao contratar o serviço, o cliente pode se dedicar a outras tarefas da rotina empresarial, já que os consultores cuidam do processo seletivo durante 100% do tempo. Além disso, por realizar uma contratação minuciosa, a empresa especializada evita que o retrabalho aconteça, portanto, o cliente se sente seguro com a escolha do profissional.

A contratação de executivos é um processo imprescindível para o sucesso de uma empresa. Ser organizado e detalhista é necessário para selecionar o perfil que melhor se encaixará na organização. Neste artigo, você conferiu como selecionar candidatos adequados ao cargo e também viu que contratar uma empresa de consultoria de recrutamento, como a Robert Half, é uma ótima solução para acertar na contratação!

Gostou deste artigo sobre contratação de executivos? Entre em contato conosco e saiba mais detalhes sobre esse serviço da Robert Half!

* Mario Custodio é diretor da área de Executive Search da Robert Half

Projetos Especializados

Quer saber mais sobre essa modalidade de contratação? Acesse o e-book e tire suas dúvidas.

More From the Blog...