Entenda o papel da empresa na saúde mental dos colaboradores!

Por Robert Half on 15 de setembro de 2021

A saúde mental dos colaboradores é um dos assuntos mais discutidos nos últimos anos. As mudanças rápidas na sociedade, o futuro incerto, os problemas sociopolíticos e as dificuldades pessoais são os principais motivos para o surgimento de doenças psicossociais nos profissionais.

Segundo pesquisa do instituto Ipsos, a saúde mental piorou para 53% dos brasileiros no último ano. Em razão disso, é fundamental que as empresas busquem soluções para cuidar do bem-estar da sua equipe. Desse modo, o RH é o principal responsável por acompanhar o dia a dia dos profissionais e encontrar alternativas para melhorar o ambiente de trabalho.

Envie sua vaga

Quer saber mais sobre a importância da saúde mental dos colaboradores? Acompanhe este artigo!

Descubra o conceito de saúde mental

A saúde mental está relacionada ao equilíbrio emocional, qualidade de vida e bem-estar. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o conceito consiste em um estado no qual o indivíduo consegue lidar com os estresses cotidianos, pode trabalhar com produtividade e é apto a contribuir para a sociedade.

Sendo assim, a saúde mental dos colaboradores está associada com a aceitação, administração das situações, das próprias emoções e das adversidades que surgem no ambiente de trabalho, sem comprometer a si mesmo ou aos outros profissionais.

Do contrário, os distúrbios que acompanham a falta dos cuidados com o psicológico podem acarretar diversas consequências negativas para o indivíduo, como nos estudos, trabalho, relação com a família, autoestima e atividades sociais.

Dessa maneira, as empresas precisam encontrar estratégias para garantir a saúde mental dos colaboradores por meio de práticas preventivas, as quais possam criar um ambiente de trabalho leve, aberto e saudável.

Conheça os fatores que afetam a saúde mental dos colaboradores

De acordo a OMS, 86% dos brasileiros têm algum transtorno mental, como ansiedade e depressão. Dessa forma, são diversos os motivos que a saúde mental dos colaboradores pode ser afetada. Conheça as principais causas das doenças psicossociais no ambiente de trabalho, a seguir:

  • competitividade excessiva;
  • altas exigências;
  • falta de organização e flexibilidade;
  • assédio moral;
  • relações interpessoais difíceis;
  • falta de apoio dos superiores ou dos colegas;
  • pressão emocional;
  • longas jornadas de trabalho;
  • ameaças de demissão;
  • grande carga de funções;
  • falta de separação entre vida pessoal e profissional.

Veja como a saúde mental dos colaboradores afeta as empresas

Um profissional feliz e mentalmente saudável consegue desempenhar suas atividades com destreza, qualidade, produtividade e mantém uma boa relação com o time. Em contrapartida, se a empresa não adere aos programas de incentivo à saúde mental dos colaboradores, surgem consequências graves para a companhia, como:

  • risco de agravamento de ansiedade e depressão para outras doenças;
  • alta taxa de rotatividade (turnover);
  • aumento na frequência de faltas (absenteísmo);
  • perda de produtividade;
  • clima organizacional ruim;
  • erros constantes nas tarefas diárias;
  • possíveis consequências jurídicas;
  • prejuízos financeiros para a empresa.

Como foi possível observar, a falta de cuidado com a saúde mental dos colaboradores proporciona sérios prejuízos para a empresa. No entanto, identificar as causas acima ajudará na adoção de diversas estratégias e ações que podem evitar que os profissionais sofram com as doenças psicossociais.

Saiba como promover a saúde mental na sua empresa

As ações voltadas para a saúde mental dos colaboradores merecem mais atenção no ambiente de trabalho. Afinal, a mente tem um grande impacto na rotina profissional da companhia. Sendo assim, confira as principais ações para promover os cuidados psicológicos dos contratados!

Invista benefícios para a saúde dos colaboradores

Segundo uma pesquisa realizada pela Robert Half, 77,8% dos profissionais entrevistados consideram a assistência médica o benefício mais importante para aderirem a uma vaga. O plano de saúde ajuda os colaboradores a manterem a saúde física e mental com qualidade e segurança, além de facilitar o acesso a serviços médicos que normalmente são mais caros.

Adote programas de incentivo à saúde mental

Os programas de incentivo à saúde mental dos colaboradores devem envolver atividades a longo prazo, como medidas de prevenção que estimulem a alimentação saudável e a prática de atividades físicas, e manutenção, que incluam ações coordenadas entre os líderes e demais profissionais.

Preste atenção aos sinais

As doenças psicológicas no ambiente de trabalho, como a síndrome de burnout, costumam ser confundidas com preguiça, descaso, frescura, exagero e falta de interesse. Por isso, podem ser silenciosas e difíceis de detectar pela equipe e até mesmo pelas próprias pessoas que estão com a doença.

Dessa maneira, conhecer os sintomas das principais doenças mentais pode ajudar na tomada de decisão e, principalmente, ação para minimizar o problema em sua empresa. As queixas mais comuns, são:

  • falta de motivação;
  • negativismo;
  • lapsos de memória;
  • falta de concentração;
  • fadiga crônica;
  • sono excessivo ou insônia;
  • dores de cabeça;
  • constipação;
  • falta de ar;
  • dores no peito;
  • náusea;
  • desmaio etc.

Reduza a pressão e o excesso de cobranças

Profissionais constantemente pressionados, constrangidos, oprimidos e ameaçados não sentem nenhuma motivação para continuar na empresa, tornando o ambiente cansativo, pesado e nada produtivo. Desse modo, é importante acompanhar de perto e contribuir com feedbacks para a equipe.

Considere analisar a cultura da empresa

A cultura organizacional é o conjunto de valores, hábitos e crenças que definem uma empresa e a maneira que a marca é refletida para o público. Com isso, é preciso reavaliar princípios que podem não fazer mais sentido para a companhia e alinhar à nova mentalidade dos gestores.

Mantenha um diálogo aberto sobre saúde mental

A comunicação aberta entre colaboradores e líderes ajuda a identificar as dificuldades diárias no ambiente de trabalho. Dessa maneira, é possível encontrar estratégias para cuidar da saúde mental dos profissionais e acabar com o tabu sobre os problemas psicológicos entre a equipe.

Sustente a periodicidade das ações na companhia

As práticas para manter a saúde mental dos colaboradores devem ser mantidas para garantir os resultados a longo prazo na empresa. Por isso, um calendário de atividades é essencial para assegurar a periodicidade das ações.

Portanto, saiba que adotar estratégias para manter a saúde mental dos colaboradores não é um privilégio para grandes empresas. Nessa contexto, é possível que organizações de todos os portes encontrem soluções para suas realidades e necessidades, o que contribui para o sucesso do negócio.

Gostou deste artigo? Para conferir mais conteúdos como este, siga-nos nas nossas redes sociais: Facebook, LinkedIn, Instagram e Twitter.

More From the Blog...