Benefícios financeiros e não-financeiros: muito além do salário

O bem-estar e a qualidade de vida, assim como o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, têm se tornado preocupação constante entre os colaboradores e ganhado uma proporção importante durante processos de seleção e decisões sobre rumos da carreira.

As novas gerações, conhecidas por trabalharem por propósito, têm claros os seus objetivos e, na hora de se candidatarem para uma vaga, avaliam o salário, pacotes de benefícios extras e atribuem muita importância a temas como flexibilidade, mobilidade, valores e cultura da empresa.

Baixe o Guia Salarial

Apesar de a maioria dos benefícios ainda serem financeiros, como vale refeição, planos de saúde, odontológico e previdência privada, os pacotes passaram a incluir benefícios considerados motivacionais, como programas de bem-estar e possibilidade de trabalho flexível/remoto.

Quais benefícios sua empresa oferece atualmente aos seus funcionários?

Vale refeição ou refeitórios gratuitos ou subsidiados 86,28%
Convênio médico 84,20%
Convênio odontológico 67,28%
Previdência Privada 35,32%
Trabalho flexível / Home office 26,83%
Programas de bem-estar, ex. Massagem no local, bicicletas, manicure 14,48%
Sala de descompressão / área de repouso 13,77%
Eventos sociais regulares 12,65%
Academia no local de trabalho ou subsidiada 11,94%
Creche para crianças 10,01%
Ações 7,47%
Subsídio na compra de automóveis 4,88%

Fonte: 2.150 leitores do Guia Salarial

Compartilhar essa página