Os perigos de mentir sobre quanto você ganha

Por Robert Half 28 de outubro de 2019

Uma das principais perguntas que os recrutadores ou gerentes de RH fazem durante as entrevistas de emprego é o quanto você ganhava na sua função anterior.

ENVIE SEU CURRÍCULO

Embora possa ser tentador aumentar seu salário na esperança de garantir um pacote de remuneração mais alto, mentir sobre quanto dinheiro você ganha em uma função atual ou anterior não é uma boa ideia. Aqui estão os motivos:

Fatos não mentem

Se você mentir sobre seu salário recente, poderá ser pego em uma dessas três etapas do processo de recrutamento:

  • Na fase da entrevista, os salários falsos não passam pelos recrutadores que conhecem a taxa média de mercado. Headhunters experientes podem até conhecer a estrutura salarial da sua empresa anterior, se ela estiver bem estabelecida em seu setor.
  • No estágio pós-oferta, se você listou seu ex-gerente como referência, as informações sobre salário podem ser uma das perguntas que as empresas vão fazer durante as verificações de referência.
  • Depois de conseguir o emprego, sempre há o risco de você derramar informações em discussões relacionadas a salários - quando você desejar negociar um aumento interno, por exemplo.

Você pode desqualificar-se prematuramente

Criar um salário inflado pode custar-lhe futuras ofertas de emprego. Se o seu salário inflacionado, por exemplo, exceder a taxa de mercado, os empregadores em potencial podem ignorá-lo como candidato porque você é considerado muito caro.

Igualmente, mentir sobre quanto dinheiro você ganha também pode sinalizar para um empregador que você vale mais do que as habilidades e experiências reais que você traz para a mesa. Isso aumenta as expectativas dos empregadores em relação a você e pode levar a decepções mais tarde, se você não conseguir entregar, diminuindo a probabilidade de um progresso bem-sucedido em sua carreira dentro da empresa.

Você não é avaliado apenas com sua renda anterior

Existem várias razões pelas quais as empresas solicitam sua renda anterior. Eles podem querer saber se podem pagar, comparar seu salário com a taxa de mercado ou determinar seu valor para o empregador anterior.

Dito isto, há outros aspectos que os recrutadores e gerentes de contratação vão considerar ao decidir sua remuneração. Isso inclui faixas salariais internas, orçamento da empresa e disponibilidade de suas habilidades no mercado.

Muitos bons empregadores sabem que pagar um salário competitivo os ajuda a reter os melhores talentos de seus setores. Mentir sobre quanto dinheiro você ganha é uma história diferente. Os empregadores em potencial têm maior probabilidade de vê-lo como antiético ou não profissional e podem ignorá-lo como candidato.

Tente negociar

Você pode negociar o pagamento que merece, justificando-o na fase da entrevista.

Se você anteriormente estava ganhando abaixo da taxa de mercado, informe ao seu possível empregador que não pode mais trabalhar abaixo desse valor e prove ao seu possível empregador, através de estudos de caso, projetos nos quais você demonstrou realizações acima e além do seu portfólio.

Para determinar o que você deve receber em seu novo emprego, considere o escopo de sua nova função. Se você trabalha nos setores de serviços financeiros e tecnologia, consulte o nosso Guia Salarial para obter referências do setor.

Se ainda lhe for oferecido um salário inferior à taxa de mercado, tenha confiança suficiente para sair e procurar oportunidades em outro lugar. Afinal, uma entrevista é uma via de mão dupla.

Ser honesto sobre quanto você ganha é a melhor política

Mentir sobre sua renda atual ou anterior pode prejudicar o crescimento e a progressão da sua carreira. Mas acima de tudo, é simplesmente anti profissional.

É possível obter o pagamento que você merece sendo honesto e indicando claramente qual é a sua expectativa salarial durante a fase da entrevista.

Quer receber mais conteúdos como este?

Se você gostou deste post, assine nossa Newsletter para receber mensalmente artigos relacionados à dicas de carreira, recrutamento e mercado de trabalho.

More From the Blog...