O que faz um analista de recrutamento e seleção? Como seguir essa carreira?

Por Robert Half on 23 de Janeiro de 2023

Analista de Recrutamento e Seleção – certamente você já ouviu falar nessa posição. Esta função tem grande importância para as empresas, pois as contratações de pessoal são o motor de um negócio e, esteja a economia forte ou não, este profissional sempre desempenha um papel fundamental para as companhias.

Entretanto, você sabe o que faz um analista de recrutamento e seleção? Para compreender melhor as atividades desse profissional, preparamos este post com suas principais demandas e o que fazer para seguir nessa carreira.​

Guia Salarial da Robert Half​ ​

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.​ ​

Então, continue a leitura e fique por dentro!

Para se tornar um Analista de Recrutamento e Seleção, é necessário ter formação superior em um dos seguintes cursos: Recursos Humanos, Administração de Empresas, Psicologia e áreas correlatas. 

Você também pode gostar de: O que faz um analista de compras

O que significa ser analista de recrutamento e seleção?

Um analista de recrutamento e seleção é um profissional responsável pela coordenação e gerenciamento dos processos de recrutamento e seleção em uma organização. Isso pode envolver tarefas como desenvolver e implementar estratégias de recrutamento e seleção, criação e implementação de programas de capacitação e identificar e analisar a efetividade dos esforços de recrutamento. 

Como analista de recrutamento e seleção, você será responsável por selecionar e realizar a triagem de candidatos para posições em aberto, coordenar entrevistas e integrar novos funcionários. Você também poderá se envolver na criação de job descriptions e em identificar as habilidades que faltam na empresa e apoiar o desenvolvimento de programas de treinamento para preencher essas lacunas.

No geral, o papel de um analista de recrutamento e seleção envolve uma ampla gama de tarefas projetadas para apoiar o crescimento e o desenvolvimento de uma organização, atraindo e retendo os melhores talentos e ajudando os funcionários a adquirir as habilidades e conhecimentos necessários para serem bem-sucedidos em seus papéis.

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

O que faz um analista de recrutamento e seleção?

Um analista de recrutamento e seleção é responsável por ajudar organizações a identificar e contratar os melhores candidatos para posições em aberto. De maneira geral, esse profissional atua no departamento de recursos humanos da empresa e está envolvido em cada passo do processo de contratação, desde identificar candidatos em potencial a conduzir entrevistas e tomar as decisões finais de contratação.​

Está a procura de uma oportunidade?​ ​

A Robert Half é referência em recrutamento especializado e pode ter a vaga perfeita para o seu perfil. Veja as nossas oportunidades disponíveis e envie seu CV!​ ​

Algumas das funções específicas e responsabilidades de um analista de recrutamento e seleção podem incluir:

  • Identificar posições em aberto e determinar as qualificações necessárias e habilidades para preencher cada posição
  • Desenvolver e implementar estratégias de recrutamento para atrair e reter os melhores talentos
  • Identificar e avaliar currículos e aplicações para identificar candidatos qualificados
  • Conduzir entrevistas e avaliar candidatos com base em suas qualificações e em quanto estão aptos para atuar na organização
  • Colaborar com os gerentes de contratação para determinar os melhores candidatos para posições em aberto
  • Fazer recomendações aos gerentes de contratação sobre quais cargos devem ser oferecidos aos candidatos
  • Auxiliar na integração e orientação para novos contratados

Os analistas de recrutamento e seleção devem ter fortes habilidades interpessoais e de comunicação, pois irão interagir com uma variedade de pessoas, incluindo candidatos a empregos, gerentes de contratação e membros da equipe de RH. Eles também devem ser organizados e detalhistas, pois o processo de contratação pode ser complexo e requer uma coordenação cuidadosa.

Leia também: O que faz um analista fiscal e como seguir essa carreira?

Como é a formação de um analista de recrutamento e seleção

Não há treinamento específico ou exigência educacional para esta função, mas geralmente espera-se que um analista de recrutamento e seleção tenha um diploma de bacharel em um campo relacionado como recursos humanos, administração ou psicologia.

Ter uma base completa de conhecimentos é fundamental para desempenhar as tarefas cotidianas com eficiência. Além disso, os conhecimentos adquiridos são o alicerce do profissional e, por meio deles, é possível se especializar, criando oportunidades de crescimento profissional. 

Devido às tarefas do analista de recrutamento e seleção estarem diretamente relacionadas às contratações de uma empresa, é imprescindível que a formação deste profissional seja condizente com a área de atuação. Portanto, essas são as seguintes graduações indicadas:

  • administração — o curso tem uma variação no tempo de duração entre 4 e 5 anos, dependendo da instituição de ensino. A formação no curso de administração permite obter conhecimentos multidisciplinares e com muita base teórica, como disciplinas de teoria organizacional, marketing, finanças, recursos humanos, produção etc;
  • psicologia — o curso, que possui duração média de cinco anos, tem o objetivo de formar profissionais capazes de diagnosticar, prevenir e tratar questões mentais como deficiências mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Embora seja uma área ligada à saúde, esta graduação é de grande valia para atuação na área de Recursos Humanos pois o profissional aprende a trabalhar com pessoas de maneira detalhada.
  • recursos humanos — O curso capacita profissionais que atuam no suporte à gestão de pessoas e lidam com diversas rotinas relacionadas ao departamento de RH em uma organização. Oferecido ao nível técnico, tecnólogo e de pós-graduação, com duração média de 2 anos. Permite trabalhar com controle de admissão, desenvolvimento e retenção de talentos, além de administrar a folha de pagamento e benefícios.

Além da educação tradicional, também é útil para um analista de recrutamento e seleção ter alguma experiência na área, bem como habilidades interpessoais e comunicação fortes. Também se recomenda que sejam profissionais bem organizados, com capacidade de administrar o tempo eficazmente. 

Confira abaixo algumas das habilidades específicas que podem ser benéficas para um analista de recrutamento e seleção:

  • Conhecimento de leis e regulamentos trabalhistas
  • Experiência com sistemas de rastreamento de candidatos (ATS)
  • Capacidade de analisar e interpretar dados
  • Experiência com vários métodos de sourcing, como quadros de empregos, redes sociais e referências de funcionários
  • Fortes habilidades de negociação

Ficou com alguma dúvida ou tem algo a acrescentar? Deixe um comentário!

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

Mais em nosso Blog