Entenda a importância do profissional de TI diante da aceleração da transformação digital

Por Robert Half on 15 de junho de 2020

Por Débora Ribeiro

A recente crise ligada à COVID-19 acelerou o processo de transformação digital. Muitas empresas, mesmo com pouca maturidade digital, tiveram que redesenhar seus processos e adotar novas tecnologias. Nesse contexto, o profissional de TI ganhou destaque.

Esses profissionais são especialistas em diversos itens essenciais à digitalização, como infraestrutura de TI, cloud computing, segurança cibernética e gerenciamento de grandes volumes de dados, o big data. Portanto, sem eles, torna-se mais difícil manter a rotina de trabalho, e talvez impossível sustentar um negócio longevo e competitivo.

Nos tópicos seguintes, nos aprofundamos no assunto. Explicamos o papel do profissional de TI, como ele está sendo valorizado no mercado e como contratá-lo. Continue a leitura.

Como a COVID-19 acelerou a transformação digital?

Nos últimos meses, a maioria das empresas ficou impedida de operar em ambientes compartilhados, suas portas tiveram que ser fechadas e seus talentos foram enviados para casa. Até o processo de venda teve que ser reajustado. Tudo isso como reflexo da pandemia da COVID-19.

Sendo assim, coisas que antes eram disruptivas tornam-se naturais. O trabalho home office e as reuniões remotas são dois ótimos exemplos disso. Existem outros, como as vendas por e-commerce e o atendimento ao cliente pelas redes sociais.

Portanto, as empresas tiveram que redesenhar muitos dos seus processos. Isso demandou bastante know-how, concentrado sobretudo nas equipes de TI. Esses profissionais tiveram que repensar boa parte do modelo de negócios e, depois, colocá-lo em funcionamento.

Para se ter ideia, a transformação que estava programada para os próximos anos demorou somente alguns meses - ou dias - para acontecer. Entre os meses de março e abril de 2020, o comércio digital brasileiro cresceu 48,3%. Isso demanda uma estrutura de TI robusta e funcional.

Qual o papel do profissional de TI diante desse cenário?

Se há algum tempo a transformação digital vem obtendo destaque, hoje ela tornou-se quase uma obrigação — ao menos para empresas que querem se manter competitivas. Por consequência, os profissionais de TI tornaram-se mais demandados. Mas qual é o papel deles?

É complexo sumarizar esse papel em algumas palavras, pois esses profissionais ajudam em muitos processos, desde coisas básicas, como vídeo conferências, até itens complexos, como a segurança cibernética de toda a rede de computadores da empresa. É esse conjunto de atividades, algumas básicas e outras complexas, que compõe o papel do profissional de TI.

Adiante, listamos algumas das principais atribuições no atual cenário:

  • digitalização dos processos rotineiros;
  • adoção de soluções em nuvem para acesso aos dados;
  • otimização da segurança da informação;
  • criação e gerenciamento de grandes repositórios de dados;
  • suporte ao home office e às reuniões remotas;
  • manutenção de hardwares e softwares;
  • modernização dos canais de atendimento ao cliente.

Cada uma dessas atribuições pode ser fragmentada em diversas outras. A automação de processos, por exemplo, pode se referir à modernização dos processos de logística ou RH, deixando-o a cargos de softwares de ponta. Para tanto, o talento de TI precisa entender de inteligência artificial e aprendizagem de máquinas, além de linguagem de programação.

Por conta disso, é muito difícil delimitar com exatidão o papel do profissional de TI. O mais importante é entender que seu trabalho permite que a organização lide muito bem com as tecnologias e alcance resultados fora da curva, sobretudo durante a crise da COVID-19.

Como será a valorização desse profissional no mercado?

No início do ano, o LinkedIn listou 15 profissões em alta no Brasil, sendo que 13 delas estavam ligadas à tecnologia da informação. Algumas das principais são: engenheiro de cibersegurança, cientista de dados e especialista em inteligência artificial.

Na medida em que a transformação digital das empresas se tornou maior, é provável que a demanda por esses profissionais de TI tenha crescido também. O motivo é que as empresas precisaram criar times tecnicamente fortes, com mão de obra realmente qualificada.

Essa maior valorização promove dois desafios. Primeiramente, como os profissionais mais talentosos passam a ser disputados, torna-se crucial investir em boas estratégias de atração e contratação. Do contrário, esses talentos de TI migram para a concorrência.

O segundo efeito foi que muitos profissionais reorganizaram suas carreiras, ingressando na área de TI para aproveitar o aumento da demanda por tais profissionais. É preciso, então, ter cuidado para não contratar gente desqualificada, o que poderia prejudicar a empresa.

Como encontrar e contratar os melhores profissionais?

Tendo em vista estas mudanças, torna-se crucial criar uma estratégia boa o suficiente para encontrar e contratar os melhores profissionais. Isso depende de um RH competente e bem atualizado, além do suporte de uma consultoria especializada no assunto.

Há muito o que pode ser feito. Algumas estratégias funcionam no longo prazo, é o caso da construção da marca empregadora ou da transformação dos atuais empregados em promotores da sua empresa. Com isso, conseguirá se destacar de outras organizações.

Para o curto prazo, pensando na urgência ligada à crise da COVID-19, é interessante investir em táticas de resultado mais rápido. A criação de uma rede de contatos (networking) intensa e funcional é um ótimo primeiro passo. Assim, terá mais capilaridade no recrutamento.

Veja, adiante, outras estratégias funcionais:

  • inicie sólidos programas de recomendação com os atuais talentos de TI;
  • utilize redes sociais, fóruns e sites especializados para anunciar suas vagas;
  • conte com headhunter para a aquisição de especialistas em TI;
  • torne as atuais vagas mais atraentes, com salários e benefícios competitivos;
  • acesse o seu banco de currículos e verifique quais talentos estão registrados.

Em todos esses pontos, lembre-se: uma consultoria especializada em recrutamento pode ser de grande ajuda. Ela facilita toda a contratação, de ponta a ponta, permitindo que gente realmente qualificada faça parte da empresa. Existem várias vantagens em contar com a consultoria, como sua ampla rede de contatos, know-how e banco de talentos atualizado.

Veja, agora você está por dentro do assunto. A aceleração da transformação digital, bastante ligada à COVID-19, tornou ainda mais importante a aquisição de um bom profissional de TI e consolidação de um time talentoso. Para tal fim, é preciso contar com boas táticas de aquisição de talentos, bem como com a ajuda de uma consultoria especializada no assunto.

Gostou do nosso artigo e entende a importância do profissional de TI? Aproveite para entrar em contato conosco, saber mais do assunto e descobrir como podemos ajudar. Vamos lá!

* Débora Ribeiro é especialista em recrutamento para a área de TI na Robert Half

COMO PODEMOS TE AJUDAR?

More From the Blog...