Identificando competências técnicas e comportamentais nos seus candidatos

Por Robert Half on 10 de maio de 2021

Competências técnicas e comportamentais são dois atributos importantes para nortear os processos de recrutamento e seleção das empresas. Assim, com o descritivo do cargo e a definição do perfil da vaga previamente estabelecidos, é possível sair em busca do candidato mais aderente à função, elevando as chances de sucesso das contratações.

Envie sua vaga

No entanto, de acordo com pesquisa da Robert Half, 53% dos recrutadores nas empresas consideram dificil/muito dificil avaliar habilidades comportamentais nas entrevistas.

Para ajudar você a identificar as competências técnicas e comportamentais nos seus candidatos, preparamos este artigo. Acompanhe!

O que são competências técnicas e comportamentais?

As competências técnicas e comportamentais dizem respeito aos mais variados atributos que um indivíduo tem. Elas envolvem habilidades, conhecimentos prévios e atitudes. Para que você entenda de forma clara o que é competência técnica e comportamental, preparamos uma explicação prática a seguir. Acompanhe!

Competências técnicas

Competências técnicas, também chamadas de hard skills, são as habilidades adquiridas por meio do aprendizado, estudo e pela colocação prática do conhecimento aprendido. Ou seja, estão relacionadas com a formação acadêmica e experiência do profissional.

Alguns exemplos de habilidades técnicas são:

  • domínio de um segundo idioma;
  • conhecimento de tecnologia e determinado software;
  • habilidade de manusear máquinas;
  • habilidades inerentes às funções exercidas anteriormente.

Competências comportamentais

Já as competências comportamentais, também conhecidas como soft skills, estão relacionadas às características pessoais e traços de personalidade do profissionais.

Assim, as competências comportamentais complementam o conhecimento técnico, e vice-versa. Um profissional completo, que atende 100% os requisitos de um vaga, possui as conhecimentos técnicos necessários e as habilidades comportamentais adequadas para aquela função.

São exemplos de competências comportamentais:

  • comunicação;
  • resiliência;
  • capacidade de trabalhar sob pressão;
  • liderança;
  • negociação;
  • visão sistêmica. 

Como identificar essas competências?

Agora que você já sabe o que são competências técnicas e comportamentais, veja como identificá-las nos processos seletivos!

Faça uma boa descrição da vaga

O primeiro passo quando o assunto é abrir a seleção de uma vaga, é fazer uma boa descrição do cargo. Com essa ferramenta é possível definir as atividades que serão desempenhadas pelo profissional. Assim, você já terá critérios bem definidos do perfil profissional ideal para ocupar a posição em aberto, tanto técnico quanto comportamentais.

Além disso, é com base nas informações contidas na descrição da vaga que serão realizadas as perguntas e os testes do processo seletivo.

Uma boa descrição de cargos serve ainda como referência para avaliar o desempenho do colaborador no decorrer da sua permanência na empresa.

Faça perguntas abertas

Na entrevista, conduza perguntas abertas aos candidatos. Dessa forma, é possível avaliar quais são as competências técnicas e comportamentais que ele tem, além de verificar se elas se ajustam ao perfil do cargo em questão.

Você pode, por exemplo, pedir para que o candidato descreva uma situação desafiadora que já tenha passado no emprego anterior, e como ele resolveu a questão. A partir disso, é possível verificar como ele se comunica, se trabalha bem em equipe, se tem capacidade de resolução de problemas, entre outras questões relacionadas às competências técnicas também.

Também em relação às competências técnicas, mais do que indagar sobre certificações — que, aliás, já estão no currículo — é melhor testar as habilidades de forma prática. Por exemplo, faça uma simulação que o profissional terá de resolver uma determinada situação, baseada em seus conhecimentos práticos. Ao final, avalie junto ao gestor da vaga para entender a eficiência da solução proposta.

Faça uso de ferramentas de assessment

As ferramentas de assessment ajudam os recrutadores a identificar os ponto fortes e fracos dos candidatos. Com isso, é possível conhecer mais profundamente cada profissional participante do processo seletivo.

Para a equipe de RH das empresas, além de servir como métricas para selecionar e recrutar, as ferramentas de assessment ajudam na avaliação de desempenho dos colaboradores, colaboram na medição do clima organizacional e apoiam na criação de planos de carreira, 

O que muda com as entrevistas virtuais?

A pandemia desencadeada pelo novo coronavírus mudou a rotina das empresas e candidatos. Graças às ferramentas de videoconferência, é possível conduzir os processos de recrutamento e seleção de forma totalmente online.

Antes da pandemia, diversas empresas já eram adeptas das entrevistas virtuais, como uma forma de reduzir custo e aproveitar melhor o tempo de candidatos e também recrutadores. Agora, com a tendência do trabalho home office, esse tipo de recrutamento passa a ser uma realidade incorporada definitivamente em grande parte das empresas.

Para isso, é importante dedicar um tempo maior para a preparação das entrevistas. Além do agendamento com antecedência, é preciso orientar os participantes em relação à usabilidade da ferramenta de vídeo e outras tecnologias.

Também é necessário testar esses recursos e certificar que a conexão com a internet está adequada, a fim de não prejudicar o andamento dos trabalhos. É preciso estar atento à agenda de planejamento das entrevistas e enviar os testes com antecedência para os candidatos.

Assim, mesmo a maioria dos processos acontecendo de maneira online, é importante seguir os mesmos padrões das entrevistas presenciais, o que requer atenção aos feedbacks aos candidatos e também para a análise das suas competências técnicas e comportamentais.

Como vimos ao longo desta leitura, competências técnicas e comportamentais são habilidades que se complementam em um perfil profissional e, devido à sua importância, é preciso estar atento e melhorar essa análise no recrutamento das empresas, a fim de se conquistar melhores resultados.

Quer saber mais sobre competências técnicas e comportamentais nos seus candidatos? Então, entre em contato para que possamos ajudá-lo a encontrar os profissionais certos para a sua empresa!

Recrutamento especializado

More From the Blog...