Mês da Mulher: 10 dicas para alcançar os seus objetivos de carreira

Por Robert Half on 16 de março de 2022

Mês da Mulher: 10 dicas para você alcançar os seus objetivos de carreira

Tempo estimado de leitura: 10 minutos

As mulheres compõem a metade da força de trabalho global da Robert Half. Elas também ocupam quase metade das posições de liderança.

No Brasil, 58% do quadro de funcionários da empresa é composto por mulheres, e 64% da liderança é feminina. Dentre as promoções concedidas no ano passado, 57% foram para mulheres.

Envie sua vaga

Igualdade na remuneração, preconceitos, ambições, paridade, equilíbrio entre carreira e vida pessoal… são muitos os assuntos que ainda são predominantes quando falamos na carreira das mulheres.

Na ocasião do Dia Internacional da Mulher, que é celebrado todos os anos no dia 8 de março, 10 executivas da Robert Half Brasil compartilham seus depoimentos e falam sobre como alcançaram seus objetivos de carreira.

Leia abaixo as dicas que elas compartilham com suas redes de contatos, com os candidatos que entrevistam e que também aplicam a si mesmas!

Leia também: Mulheres em TI, a participação feminina nesse setor ainda é baixa

Flavia Alencastro, Associate Diretor, Robert Half:

“Ser mulher no mundo corporativo é um desafio, porém, jamais um obstáculo intransponível!”

Alcançar objetivos profissionais é um exercício diário. Saiba onde deseja chegar. Esse “local” desenhará suas metas anuais, mensais e diárias. Influenciará desde o humor ao se organizar para seu dia às relações que irá semear.

Mesmo que os objetivos não sejam alcançados no momento que deseja ou aguarda, jamais se distancie do seu foco. Frustrar-se é uma realidade em qualquer trajetória de longo prazo, seja profissional ou pessoal. Tenha abertura para revisar os planos e redesenhá-los, afinal, sonhos mudam! Só não altere “a sua linha de chegada” pelos percalços do caminho.

Felizmente, atuamos em uma corporação que nos incentiva e se preocupa com os caminhos de carreira avaliando nossas habilidades, capacidades técnicas e emocionais.

Não limite seus sonhos de carreira a padrões existentes e comprovados como falhos.

Desenhe seus objetivos claramente, entenda o que precisa ser feito para alcançá-los e se apoie em exemplos positivos. Trabalhe como se já estivesse lá!​


Marcela Esteves, Sr. Division Manager, Robert Half:

“Planejamento e disciplina!”

Para mim, planejamento e disciplina são os dois principais pontos para alcançarmos os nossos objetivos.

Os dois caminham de mãos dadas! Um sem o outro não faz sentido. Não adianta ter um bom planejamento se você não tem disciplina para segui-lo. E não adianta ter a disciplina se você não tem um bom planejamento, pois isso não te leva a lugar algum.

Olho para planejamento diariamente, semanalmente, mensalmente, trimestralmente, semestralmente e anualmente! Mas tudo isso? Não leva muito tempo? Não! Se dedicarmos um tempo recorrente para o planejamento, não precisamos dedicar muito tempo na hora de fazê-lo.

Claro que no dia a dia precisamos ser flexíveis e corrigir a rota, às vezes mudar os planos e priorizá-los novamente, pois o dia a dia está cada vez mais dinâmico e as necessidades mudam na velocidade da luz, mas sem o planejamento você pode estar indo para o caminho errado.

E onde entra a disciplina? Não adianta planejar e não seguir o planejamento. É aí que a disciplina entra. Duas velhas frases que acredito piamente: “O sucesso é apenas disciplina praticada todos os dias” e “Disciplina é o que te faz fazer o que precisa ser feito, mesmo quando você não estiver motivado para fazer!” Isso tudo porque disciplina é a raiz do autorrespeito.

Com planejamento e disciplina você pode ter uma carreira de sucesso e guardar um precioso tempo para você e seus queridos. Quem não vai querer?

Você pode gostar de: Robert Half Talks (Ep #10) - Mulheres: carreira em primeiro plano


Ana Guimarães, Sr. Division Manager, Robert Half:

“Compartilhar é o principal fator para criarmos uma carreira de sucesso”

Criar empatia, compartilhar histórias de sucesso e de obstáculos, dividir vulnerabilidades e acima de tudo a capacidade de influenciar com o bom humor, resiliência e assertividades são as características que permitem que a jornada de ser líder se torne cada vez mais apaixonante. Eu me apaixono todo dia com meu time!


Carolina Cabral, Market Director, Robert Half:

“A chave é cuidar da energia pessoal e trabalhar bem com os processos”

Todos os dias liste suas prioridades e comece por elas. Se for possível listá-las no dia anterior, melhor ainda. E a partir daí use sua energia para cumpri-las, isso vai te dar mais força para ir em frente nas outras tarefas.

Cuidar da nossa energia é importante, porque ela é esgotável então, para o dia funcionar bem, fazer pequenas pausas são importantes.

Cuidar do nosso ritmo também é importante. Trabalhar com processos acelera nosso ritmo.

Quando se trabalha com processo, a gente sabe exatamente o que deve ser feito, quais os próximos passos. Então eliminamos nossa preocupação sobre isso. Ou seja, processo faz a gente gastar menos energia.  A Robert Half nos ensina todos os processos!

Com prioridades e processos certamente o caminho do crescimento se torna possível, e aí cabe a cada um desenvolver diariamente a parte humana. Relacionamento e flexibilidade nos conduzem para o caminho de sucesso.


Amanda Adami, Branch Manager, Robert Half:

"Para conseguir o que quer, você deve olhar além do que você vê"

Fui criada como uma garotinha embalada por filmes clássicos do Walt Disney. Hoje como uma mulher, com ainda muito para aprender, reflito sobre minha carreira até aqui, e me lembrei de frases icônicas desses. À primeira impressão é que são filmes simples para encantar crianças, mas carregam mensagens profundas e que me acompanham e se adaptam à minha vida em vários momentos.

No início, quando ainda nem sabia exatamente para onde estava indo ou o que queria, “Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve” (Alice no País das Maravilhas). Veio a juventude, que cega um pouco, a gente é mais ansioso, arrogante e imaturo, “Temos aqui uma garota estranha, tão distraída, lá vai ela. Não se dá com o pessoal, pensa que é especial” (A Bela e a Fera). Daí a gente leva uns tombos, “O problema não é o problema. O problema é a sua atitude perante o problema”. (Jack Sparrow), mas encontra pessoas incríveis, principalmente mulheres, que me inspiraram a ser melhor.

“Para conseguir o que quer, você deve olhar além do que você vê” (O Rei Leão), e me colocam do “eixo” com conselhos simples cheios de profundidade “Continue a nadar” (Procurando Nemo). Comecei a entender o que era a tal da ‘’resiliência’’, ‘Até mesmo milagres levam um pouco de tempo para acontecer” (Cinderela). Hoje entendo que precisamos de “Um pouquinho de consideração, de empatia pelos outros, faz toda a diferença.” (IPooh), e que é importante sair do básico, do raso, do medíocre para nos destacar principalmente por ser mulher, “Não apenas voe, eleve-se”. (Dumbo), mas que também é importante ter coragem para ir ‘Ao infinito e além!’ (Buzz Lightyear).

Não foram frases apenas de mulheres, princesas, até porque o mundo tem muito pouco delas, mas como mulher, o meu papel é me tornar um ser humano melhor a cada dia, e como profissional… o meu papel ainda é o mesmo!

Confira também: Mulheres líderes: de que forma posso engajar meu time?


A picture containing person, wall, posing, blur</p>
<p>Description automatically generated

Mariana Horno, Senior Manager, Robert Half:

“O que manterá viva sua vontade de ir além é a constante conexão com seu propósito!”

A grande chave para o bem-estar se resume no equilíbrio que o ser humano destina para atendimento a si e ao que o torna completo e feliz.

Os seus objetivos de longo prazo podem mudar ou adaptar-se ao longo da carreira e da vida conforme os diferentes momentos e maiores ou menores encontros da vida pessoal com a profissional, mas o que manterá viva sua vontade de ir além é a constante conexão com seu propósito!

O contexto da mulher nesse cenário não difere; ser mulher e desenvolver os infinitos papéis de que se necessita — ser humano, esposa, profissional, gestora, filha, amiga, mãe, entre infinitos outros — são desafios quase que diários, especialmente, quando a mulher não renuncia à trajetória da carreira como um elo importante para se sentir completa.

Independentemente do caminho que escolha, respeitar-se em qualquer esfera e escolha é essencial e o caminho, embora desafiador, será na maior parte do tempo agradável.

Caso seu caminho para a felicidade e equilíbrio conecte a satisfação da sua vida pessoal e sua carreira, escolha algo que lhe dê prazer e com o qual você se conecte todos os dias; nesse contexto, exercer essa conexão numa corporação cujos valores estão alinhados com os seus é fundamental.   

Minha mais profunda recomendação como mulher é: entenda o que é importante para você, conecte-se com esse propósito e esteja num ambiente e corporação que faça sentido para você atingir sua satisfação como pessoa e profissional.​

Confira também: Mulheres líderes: de que forma posso engajar meu time?


Maria Sartori, Associate Director, Robert Half:

“Não se vitimize”

Por mais que ainda existam situações que sejam injustas e algumas vezes desagradáveis, a melhor estratégia é sempre se posicionar e lutar pelo que você acredita.

Invista em educação e acredite na sua capacidade. Quando a insegurança bater, abuse da sororidade. Tenha uma rede de apoio feminina com quem possa dividir as situações e se fortalecer.

Quando 2 mulheres trocam experiências e pontos de vista sobre machismo podem, juntas, ajudar a tornar cada vez mais visíveis os vieses inconscientes, promovendo um ambiente mais saudável.


 

Erika Moraes: Branch Manager, Robert Half

"Seja autêntica e leal a sua essência!"

Em um mundo onde nós precisamos conquistar a tão sonhada igualdade, muitas vezes abrimos mão da nossa autenticidade para ter espaço no ambiente de trabalho.

Acreditei, por muito tempo, que precisava ter traços masculinos, ser mais dura ou extremamente séria, para alcançar o meu espaço e crescimento na empresa.

Porém, quando agi de forma autêntica, e fui leal a minha essência e aos meus valores, a minha carreira deslanchou. Passei a trazer para o ambiente de trabalho habilidades importantes que eu mantinha “trancadas” por receio de parecer vulnerável, ou menos capaz.

Então, minha dica de ouro é: seja você, traga para o seu ambiente de trabalho suas habilidades, tenha coragem para ser vulnerável, seja leal a sua essência, viva o seu propósito, curta o processo e crie conexões verdadeiras.”

"Conexão é o motivo de estarmos aqui, é o que dá propósito e significado à nossa vida. É a razão de tudo.”


Vanessa Aguiar: Market Director, Robert Half

"Tenha paciência e resiliência pois o resultado será a conquista”

Alcançar os objetivos na carreira nunca foi uma tarefa fácil. Isto exige muita dedicação, suor e foco naquilo que você busca.

Existem algumas dicas que podem ajudar na busca do sonhado sucesso profissional. Eu acredito que tudo começa com um planejamento diário daquilo que precisa ser conquistado.

Criar metas de curto e longo prazo, priorizar as tarefas e fazer a gestão do tempo, traçando o início do caminho a ser perseguido.

Obviamente, este caminho será construído com muito aprendizado, realizações e  obstáculos, que exigirão muita paciência e resiliência. Afinal, não é fácil depois de um dia difícil no trabalho acordar e trabalhar novamente com motivação e energia.

Por isso é preciso ter consciência do que se está buscando, contar com exemplos positivos e nunca desistir. Essa é a fonte da persistência.

Ou seja, quando se trabalha com disciplina, dedicação e espírito positivo, a conquista é inevitável. O sucesso da carreira depende de cada um de nós, do nosso esforço e da força de vontade.

Precisamos fazer acontecer todos os dias. Afinal, somos nós que construímos a nossa carreira e a nossa própria história.


Ana Modesto: Sr. Division Manager, Robert Half

"Não enxergo problemas, mas desafios!"

Sempre fui muito focada e tive objetivos claros, tanto para minha vida pessoal quanto profissional. Nunca separei as duas coisas. Sempre pensei que era, e é, possível viver as duas realidades como uma só. Ou seja, não é preciso sacrificar o que você quer para conseguir o seu objetivo. Ser mãe e ser profissional sempre foram atividades complementares. Quando olho para trás eu percebo que não faria nada diferente.

Além do apoio da família, que penso ser primordial, existem alguns pilares que considero fundamentais: disciplina, foco, resiliência, saber priorizar, ser "mão na massa" e ser agradecida por tudo o que consegui. Mas para mim, o principal, é o equilíbrio. Sem o equilíbrio sempre falta alguma coisa na nossa vida.

E eu acho que a mulher é naturalmente equilibrada e traz essa mistura de organização e leveza que agrega muito ao mundo corporativo. E, por último: sempre enxergar possíveis revezes na vida não como problema, mas sim, como desafios a serem superados!


Índice de Confiança Robert Half ​

O ICRH monitora o sentimento de recrutadores, profissionais empregados e desempregados com relação ao mercado de trabalho e economia atualmente e para os próximos seis meses.

 

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

 

Mais em nosso Blog