Flexibilidade no trabalho. Por que não?

Por Robert Half on 20 de setembro de 2021

Depois de quebrado o paradigma do home office, o retorno ao horário rígido e obrigatoriedade de estar presente fisicamente no escritório pode causar insatisfações entre os profissionais do mercado de trabalho. Segundo pesquisa da Robert Half, profissionais afirmam que, se home office for extinto depois da pandemia, vão procurar outro trabalho que ofereça a possibilidade.

Envie sua vaga

Dentro dessa realidade, essa flexibilidade, seguindo a tendência do "anywhere workforce", torna-se um diferencial e uma excelente ferramenta de atração e retenção para as empresas.

Este artigo falará a respeito do tema. Você saberá o que realmente quer dizer a expressão relacionada à flexibilidade no ambiente laboral. Conhecerá os seus reais benefícios e saberá como está, atualmente, esse tipo de exercício de trabalho no país em que vivemos.

Aproveite a leitura!

Qual é o significado de flexibilidade no trabalho?

Uma boa maneira de ter a resposta para essa pergunta é entender o significado da expressão flexibilidade. Isso é possível até mesmo consultando o dicionário, no qual nos deparamos com o simples sentido de tornar maleável aquilo que antes era rígido.

Dessa forma, podemos entender que o trabalho flexível é aquele no qual é dada uma liberdade ao profissional para que ele escolha de que forma deseja exercer a sua rotina produtiva. Lógico que isso deve ser alinhado com a chefia imediata, mas a verdade é que, uma vez estabelecida essa relação de trabalho, é o colaborador quem decide quando, onde e de que forma trabalhará para entregar os resultados esperados.

Um dos reflexos mais imediatos dessa modalidade de ofício é a maior satisfação dos funcionários. Ainda que sua jornada seja parcialmente flexível (ou seja, em alguns dias da semana, e não em todos), o resultado costuma ser poder contar com equipes mais produtivas e dispostas. Isso acontece ao mesmo tempo que a retenção de bons profissionais aumenta, causando uma diminuição nos índices de rotatividade.

Quais são os benefícios de um horário de trabalho flexível?

A pandemia fez com que muitas empresas percebessem os benefícios da flexibilização. Segundo pesquisa da Robert Half, muitas empresas ainda não definiram qual modelo será adotado pelas companhias com o fim das medidas restritivas, mas entre os colaboradores, já existe uma preferência: mais de 60% gostariam de trabalhar mais dias em casa do que no escritório, tendo a liberdade de escolher quando estar presente fisicamente.

Essa flexibilidade é uma preocupação cada vez mais presente entre os profissionais de diferentes áreas. No entanto, cabe destacar que, dependendo da empresa ou da função exercida pelo funcionário, ela pode não ser viável ou conveniente.

Para as áreas e cargos nas quais é possível trabalhar com essa possibilidade, seguem algumas vantagens:

Aumento da satisfação dos funcionários

Quando um colaborador sente que a empresa na qual trabalha preocupa-se genuinamente com sua qualidade de vida, normalmente o retorno é dado como aumento na produtividade. Isso vem de uma satisfação crescente em conseguir gerir melhor seu próprio tempo, ao passo que condições estressantes, como o trânsito, podem ser evitadas.

Atração de melhores talentos

Quando melhores condições de trabalho, como a flexibilidade, passam a fazer parte da cultura da empresa, ela começa a despertar o interesse do mercado. Isso quer dizer que bons profissionais de fora da organização passam a desejar estar ali, configurando a atração pelos melhores talentos. Os profissionais de diferentes empresas comunicam-se, e não demora muito até que o modelo de trabalho seja conhecido por todo o mercado.

Melhoria da gestão do tempo

O horário rígido de entrada e saída da empresa costuma provocar diversos conflitos com a vida pessoal, como buscar os filhos na escola. Quando isso é flexibilizado, o próprio profissional passa a gerenciar seu tempo, e isso contribui para um dia mais produtivo, trazendo resultados positivos para todos. Basta apenas que o senso de autogerenciamento esteja presente no colaborador que atua no modelo de trabalho flexível.

Flexibilidade x Responsabilidade

Como já dito anteriormente, a pandemia quebrou muitos paradigmas com relação a esse tema. No entanto, exigiu dos profissionais o aprimoramento de certas habilidades comportamentais, como disciplina e autogerenciamento.

Quanto mais flexível for seu horário, maior será sua responsabilidade. Quanto mais horas livres você tirar, mais horas você terá de repor. Quanto menos controle você receber por parte do chefe ou da empresa, maior deverá ser a sua autodisciplina.

Acima de tudo, seja qual for o grau de flexibilidade que a sua empresa oferecer, metas e prazos são sagrados.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

More From the Blog...