Como construir uma cultura de inovação nas empresas atualmente?

Por Robert Half on 20 de dezembro de 2022

Quero escutar o Podcast

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Inovação se tornou uma palavra-chave em todo corredor corporativo — independentemente do porte ou do segmento de atuação das empresas. Mas o que isso significa, necessariamente?

Em geral, é comum associarmos diretamente ao uso de novas tecnologias, mas essa é uma concepção equivocada e você não precisa ter uma solução digital por perto para construir uma cultura de inovação.

Para auxiliar na compreensão do conceito e nos principais pontos para se orientar e desenvolver essa concepção nas empresas, conversamos com Demetrio Teodorov, que é head corporate venture da Kyvo, e Luciano Rodrigues Vitor, consultor de negócios da Robert Half.

Confira, abaixo, os principais pontos abordados nesta conversa para o interessantíssimo episódio do podcast da Robert Half!

O que é inovação?

Inovação é a exploração bem-sucedida de novas ideias, mas para isso é também necessário testar, errar, ajustar e insistir. Trata-se, então, de um processo que envolve muita gente, tempo e outros recursos — financeiros, inclusive.

E Demetrio Teodorov aponta que esse tende a ser justamente um dos grandes desafios da implementação de uma cultura de inovação nas empresas: enraizar o processo, e não apenas um método. Ele também acredita que, para isso, o setor de RH tem participação elementar para a pavimentação da estrada de inovação na organização.

“Inovação deve ser uma competência praticada no dia a dia, e não apenas eventualmente”, ele argumenta, e é complementado por Luciano Rodrigues Vitor porque isso permite que as pessoas engajem mais, sugiram novas ideias, percam o medo de errar ou mesmo de terem suas ideias rejeitadas.

Se uma empresa dá totais condições de exploração para os colaboradores — sendo inclusive algo estimulado pela gestão —, o retorno é certamente mais positivo.

Onde está o gargalo dessa implementação?

Teodorov relembra que, muitas vezes, uma cultura de inovação se torna atribulada, turbulenta e dificultada porque não há colaboração no dia a dia. Ou seja: há quem resista, ignore e evite engajar com a mudança e esse processo contínuo de testes, experimentos e ajustes.

Até por isso, ele acredita que “a empresa precisa se comprometer como um todo e trabalhar dentro de três pilares: escutar, montar um plano de aderência (ritual) e símbolos que se repetem no dia a dia”.

Como buscar um perfil já alinhado com a cultura de inovação?

Hoje em dia, Teodorov aponta que a bagagem técnica de um candidato é relevante, mas está em segundo plano em suas análises de perfis. Afinal, as soft skills estão em alta e têm tudo a ver com o rápido alinhamento buscado nos profissionais de mais destaque no mercado de trabalho.

Para ele, essas são as características que melhor se relacionam com essa identidade de inovação:

  • criatividade;
  • pensamento estratégico;
  • visão sistêmica;
  • visão compartilhada;
  • diversidade;
  • relacionamento;
  • foco no cliente;
  • resiliência;
  • maturidade para errar;
  • empatia;
  • movimentos rápidos;
  • inteligência emocional;
  • colaboração.

É isso que tem feito a diferença, para ele, em um ambiente que já possua a inovação em suas estruturas ou que esteja em fase de implementação. Algo que favorece, significativamente, o trabalho em colaboração e sempre insatisfeito com resultados para encontrar novas soluções para novos e velhos problemas.

Mas Teodorov ainda destaca que a inovação — embora tenha muito a ver com tecnologia — não se limita ao uso de soluções digitais. Facilita, é verdade, mas ele reforça o quanto o despertar desse processo independe de dispositivos móveis ou conectados à rede elétrica: depende de pessoas, e isso pode ser feito agora mesmo, sem nenhum investimento além do motivacional.

Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Clique aqui e ouça o episódio do podcast da Robert Half na íntegra!

Episódio #1: ESG: como ele impacta na hora de contratar? - com Carlo Pereira e Fernando Mantovani

Episódio #2: Match Perfeito na contratação - com Paul Ferreira, da FDC, e Mário Custódio

Episódio #3: Guia Salarial - com Leonardo Berto e Vitor Silva

Episódio #4: Saúde Mental - com Jackie de Botton, da TSOL, e Maria Sartori

Episódio #5: Transformação Digital nas empresas brasileiras - com Edvalter Becker Holz, do Insper, e Caio Arnaes

Episódio #6: Oficeless: desafio para o RH - com Matheus Fonseca, da Movile, e Lucas Nogueira

Episódio #7: Que venha 2022 - com Vittorio Danesi, da Simpress, e Fernando Mantovani

Episódio #8: Diversidade e Inclusão - Denise Brito, da Sodexo Débora Ribeiro

Episódio #9: Mentiras no Currículo - Amanda Adami e Thiago Zuppo (Robert Half)

Episódio #10: Dia Internacional da Mulher - Flavia Alencastro, Maria Sartori (Robert Half) e Tatiana Monteiro de Barros (UniaoBR) 

Episódio #11: Dia Internacional da Felicidade - Érika Moraes (Robert Half) e Renata Rivetti (Reconnect Happines at Work) 

Episódio #12: Tendências em Benefícios - Marcela Esteves (Robert Half) e Cesário Nakamura (Alelo) 

Episódio #13: Mitos e Verdades do Recrutamento - Alexandre Attauah e Carolina Cabral (Robert Half) 

Episódio #14: Universidades X Mercado de Trabalho - Leo Berto (Robert Half) e Professor Carlos Netto (Mackenzie) 

Episódio #15: Filhos no Curriculo - Michelle Terni (Filhos no Currículo) e Mariana Horno (Robert Half) 

Episódio #16: Síndrome do Impostor - Henrique Bueno (Wholebeing Institute Brasil) e Maria Sartori (Robert Half)

Episódio #17: Infoxicação - Luciano Pires (Café Brasil) e Vitor Silvério (Robert Half)

Episódio #18: Motivações para a liderança - Tatiana Iwai (Insper) e Mario Custódio (Robert Half)

Episódio #19: O futuro do trabalho  - Daniel Luz (Miranos) e Lucas Nogueira (Robert Half)

Episódio #20: Neurodiversidade - Christine Schroeder (UFRGS) e Debora Ribeiro (Robert Half)

Episódio #21: Burnout - Rui Brandão (Zenklub) e Erika Moraes (Robert Half)

Episódio #22: New Hires - Eduardo Carmello (Entheusiasmos) e Glauco Benatti (Robert Half)

Episódio #23: O Papel do Headhunter  - Mariana Santos, Caio Rodrigues e Müller Gomes (Robert Half)

Episódio #24: A importância de estudar novos idiomas para o mercado  - Ho Mien Mien (Outliers Academy) e Caio Arnaes (Robert Half)

Episódio #25: Guia Salarial  - Vitor Silva e Leonardo Berto (Robert Half)

Episódio #26: Você sabe o que é o etarismo e como combatê-lo nas empresas? - Cris Pàz (crizpaz.art) Ana Guimarães e Patrícia Alves (Robert Half)

Episódio #27: A acessibilidade no cotidiano das empresas - Bruno Mahfuz (Guiaderodas) e Debora Ribeiro (Robert Half)

Episódio #28: Saúde Mental - Guilherme Spadini dos Santos (psiquiatra e psicoterapeuta), Diana Gabaniy (The School of Life) e Maria Sartori (Robert Half)

Episódio #29: Porto Digital - Beto Macedo (C.E.S.A.R) e Reiva Melo (Robert Half)

Episódio #30: Nomadismo Digital - Matheus de Souza (Nômade Digital) e Alex Arima (Robert Half)

Robert Half Talks

Lançado em outubro de 2021, o Robert Half Talks está disponível nas principais plataformas de áudio e agregadores de podcasts. Em um bate-papo inteligente e descontraído entre headhunters da companhia e grandes nomes do mercado, o Robert Half Talks será uma atração quinzenal, com o objetivo de levar aos ouvintes discussões relevantes sobre o futuro do trabalho e dicas de como se adaptar a um mundo em constante transformação.

Mais informações sobre o Robert Half Talks você confere em: Podcast: Robert Half Talks | Robert Half

Mais em nosso Blog