Remuneração não deve ser o primeiro assunto em uma entrevista de emprego

1 de julho 2015

Robert Half orienta como abordar o tema na conversa com o recrutador

São Paulo, junho de 2015 – Ter a pretensão salarial em mente é fundamental para profissionais que buscam uma nova oportunidade de trabalho, mas é aconselhado cautela quanto a abordagem do tema no processo de seleção. De acordo com pesquisa da Robert Half, 30% dos diretores de RH do País acreditam que os candidatos só devem abordar o tema na reta final do processo seletivo, enquanto 14% dos entrevistados afirmam que o assunto deve ser uma iniciativa do recrutador.

Momento ideal para abordar questões salariais

% dos diretores de RH do Brasil que concordam

na entrevista final

30%

na primeira entrevista

29%

a partir da segunda entrevista

27%

Nunca, pois o assunto deve ser iniciativa do empregador

14%

 

O estudo da Robert Half foi realizado em novembro de 2014, com base na percepção de 1675 diretores de RH de 12 países, sendo 100 do Brasil. Na média global, 45% dos gestores aconselham os candidatos a iniciar conversas sobre salários a partir da segunda entrevista e 8% acreditam que é melhor não tocar no assunto antes que o possível empregador levante a questão.

Para orientar os candidatos, a Robert Half listou quatro importantes pontos para ter sucesso na conversa com o recrutador:

  • Confira os números – Pesquise as últimas tendências salariais para a sua cidade, mercado e profissão, converse com colegas e recrutadores. Também vale checar pesquisas salariais e publicações, como o Salary Guide da Robert Half;
  • Tenha bons argumentos – Esteja preparado para falar de forma aprofundada sobre suas habilidades, experiência e sucessos profissionais, especialmente sobre realizações que tiveram efeitos mensuráveis sobre o negócio;
  • Não se adiante na conversa – Espere o recrutador começar a falar sobre salário. Tenha certeza de que você entendeu todos os pré-requisitos da posição pretendida antes de começar a falar sobre pretensão salarial. Busque em outras empresas informações sobre uma média salarial adequada para o cargo, assim você evita passar uma faixa salarial alta ou baixa demais;
  • Não blefe – Nunca é recomendável dar informações erradas sobre seu atual salário ou outras propostas de remuneração com o objetivo de “valorizar o passe”. Tente mostrar o valor que você pode agregar à empresa e seja honesto sobre o salário seu salário atual ou último e o pretendido.

 

Sobre a Robert Half

A Robert Half é a primeira e maior empresa de recrutamento especializado no mundo. Fundada em 1948, a empresa opera no Brasil, selecionando profissionais temporários e permanentes nas áreas de finanças, contabilidade, mercado financeiro, seguros, engenharia, tecnologia, jurídico, RH, marketing e vendas e cargos de alta gestão. Ao todo são 340 escritórios na América do Norte, Europa, Ásia, América do Sul e Oceania. A Robert Half foi eleita “A Empresa Mais Admirada do Mundo”, na categoria prestadora de serviço, de acordo com pesquisa 2015 da Revista Fortune. Há 16 anos, a empresa está presente em um dos mais importantes rankings do mundo.

 

Compartilhar essa página