Maioria dos profissionais é a favor de trabalhar de casa

Aumento de produtividade e melhora da qualidade de vida são principais motivos, de acordo com levantamento da Robert Half

São Paulo, fevereiro de 2018 -  A flexibilidade no trabalho como trabalhar de casa é uma demanda crescente dos colaboradores. Um levantamento da Robert Half com mil pessoas aponta que 96% dos profissionais brasileiros são favoráveis ao home office. O aumento de produtividade (29,4%), melhora da qualidade de vida (25,5%) e equilíbrio entre vida pessoal e profissional (21,6%) aparecem como os principais fatores para ser a favor.

Para garantir os bons resultados e manter a rotina de trabalho, mesmo em casa, é preciso tomar alguns cuidados como as orientações abaixo recomendadas pelos especialistas da Robert Half:

  • Estabeleça e cumpra um horário de expediente – Não tente colocar a casa em ordem ou resolver problemas pessoais entre uma tarefa do trabalho e outra para não perder o foco, mesmo diante de atividades profissionais com longos prazos de entrega. Garanta que os demais moradores da casa entendam e respeitem esse horário de trabalho;
  • Mantenha o networking – Tenha o hábito de marcar encontros com profissionais da sua área para se atualizar e trocar ideias sobre o meio e o mercado de trabalho, entre outros assuntos;
  • Planeje-se – A autonomia oferecida pelo home office exige maturidade do profissional, já que não há chefe supervisionando cada minuto do seu dia. Uma boa dica é estabelecer metas diárias e semanais;
  • Cuidados na escolha do local de trabalho – O ideal é determinar um espaço fixo para trabalhar, com boa iluminação, acomodação confortável - ainda que simples – e os itens básicos de trabalho à mão, incluindo computador com acesso à Internet e linha telefônica.
  • Atenção ao traje – Tenha o hábito de se arrumar como se fosse para o trabalho. Ficar de pijama, por exemplo, pode fazer com que você não se sinta efetivamente trabalhando.

Dados do levantamento

Tema: Home Office
Entrevista: 1000 profissionais
Período: novembro e dezembro de 2017