Felicidade do colaborador é fundamental para o sucesso da organização

20 de março 2017

No Dia Internacional da Felicidade, pesquisa da Robert Half revela os segredos das empresas e dos colaboradores mais felizes

A cada 20 de março é comemorado o Dia Internacional da Felicidade e a boa notícia é que, em geral, os colaboradores estão felizes no trabalho. Em uma escala de 0-100 de felicidade, a pontuação média é de 70. No entanto, em empresas com 10.000 ou mais membros na equipe, a pontuação cai para 67. Os resultados fazem parte da pesquisa Os segredos das empresas e colaboradores mais felizes, realizada pela Robert Half em parceria com a Happiness Works, e que contou com a avaliação dos níveis de felicidade de mais de 23 mil profissionais, em oito diferentes países, que conversaram sobre satisfação no trabalho. Os entrevistados contemplavam diferentes faixas etárias, níveis de experiência e indústrias.

O material Os segredos das empresas e colaboradores mais felizes faz parte da iniciativa Work Happy, da Robert Half, que tem como objetivo reforçar a crença de que colaboradores felizes fazem bem ao negócio, além de serem mais engajados, leais, criativos e produtivos do que seus pares menos satisfeitos. O conteúdo oferece uma visão detalhada sobre o que realmente importa para os colaboradores, a ligação entre felicidade e o desempenho, e os passos específicos que os empregadores podem tomar para aumentar a satisfação do colaborador.  

O estudo revela, por exemplo, que a área de Marketing e os demais setores criativos das companhias são os que reúnem o maior número de profissionais felizes. Quanto ao fator gerador de felicidade, homens elegeram o “orgulho da organização” como prioritário, enquanto as mulheres demonstraram estar mais preocupadas em “ser tratadas com igualdade e respeito”.

Mapa da Felicidade Corporativa

(fonte: Os segredos das empresas e colaboradores mais felizes)

 

 

Item avaliado  Conclusão do estudo
Campo de atuação mais feliz  Marketing e setor criativo
Período mais feliz Menos de um ano na companhia e/ou entre seis e 10 anos de trabalho
Cargo mais feliz Executivo sênior
Tamanho da empresa mais feliz Menos de 10 colaboradores
Idade mais feliz Entre 18 e 34 anos 
Principal gerador de felicidade para os homens Orgulho da organização
Principal gerador de felicidade para as mulheres Ser tratada com igualdade e respeito
Pensamento de muitos dos gestores “Eu faço o que posso para ter certeza de que meus colaboradores estão felizes. Mas, eu tenho muito trabalho a fazer e o que mais importa agora são os resultados”
Colaboradores mais interessados em seus trabalhos Acima de 55 anos

É indiscutível que o engajamento dos colaboradores e o sucesso organizacional estão intimamente ligados. O desafio de gestores e líderes, porém, está no fato de que não existe uma solução única para fomentar a felicidade no trabalho, considerando que os sentimentos das pessoas são afetados por diferentes estímulos.

“A felicidade do colaborador deve ser uma das prioridades organizacionais. É claro que você não pode obrigar um profissional a ser feliz no trabalho, mas é possível criar condições que promovam e fortaleçam a positividade”, ressalta Saulo Ferreira, gerente de recrutamento da Robert Half. “Colaboradores felizes tendem a contribuir significativamente para a melhora da reputação da marca que representam, compartilhando sentimentos positivos sobre seu emprego com amigos, familiares e clientes”, completa.

Fatores que influenciam a felicidade do colaborador – No estudo Os segredos das empresas e colaboradores mais felizes, especialistas apontam seis fatores que influenciam a felicidade do colaborador. São eles: combinação certa para o cargo e a empresa; a sensação de empoderamento; se sentir valorizado; trabalho interessante e significativo; um senso de igualdade; e relações de trabalho positivas.

Os principais resultados da pesquisa Os segredos das companhias e dos colaboradores mais felizes, produzido pela Robert Half, em parceria com a Happiness Works, estão disponíveis para download gratuito no site da empresa.

Sobre a Robert Half

A Robert Half é a primeira e maior empresa de recrutamento especializado no mundo, selecionando profissionais para oportunidades permanentes e projetos. Fundada em 1948 nos Estados Unidos, a empresa opera no Brasil desde 2007, oferecendo profissionais especializados nas áreas de finanças, contabilidade, mercado financeiro, seguros, engenharia, tecnologia, jurídico, recursos humanos, marketing e vendas e cargos de alta gestão. Ao todo são 325 escritórios na América do Norte, Europa, Ásia, América do Sul e Oceania. Em 2017, a Robert Half foi novamente eleita uma das “Empresas Mais Admiradas do Mundo”, de acordo com pesquisa da Revista Fortune. Há 18 anos, a empresa está presente em um dos mais importantes rankings do mundo.

Contato da equipe de comunicação - clique aqui

Compartilhar essa página