Empresas brasileiras são as que mais pretendem contratar no segundo semestre

2 de dezembro 2013

São Paulo, outubro de 2013 – As empresas brasileiras são as que mais pretendem aumentar seu quadro de funcionários permanentes ainda este ano. A conclusão é de uma pesquisa global da Robert Half realizada com 1.775 diretores de RH de 14 países.

Quando questionados sobre os planos de expansão para o período, 43% dos executivos brasileiros afirmaram que pretendem contratar profissionais, ante 33% da média global. Para 36% dos participantes o quadro ficará estável, enquanto 9% vão congelar as vagas que forem desocupadas. Apesar do otimismo dos executivos, o percentual daqueles que pretendem cortar funcionários dobrou em relação à pesquisa anterior realizada no início do ano, saltando de 6% para 12%.  

Fernando Mantovani, diretor de operações da Robert Half no Brasil, afirma que as incertezas sobre os cenários econômicos do País e mundial fazem com que o mercado alterne entre esses dois lados. “Setores como serviços, infraestrutura e agronegócios puxarão essa expansão do quadro de funcionários”, afirma.

Ainda de acordo com a pesquisa, 84% das empresas brasileiras consideram desafiador encontrar profissionais qualificados e 90% delas estão preocupadas em perder seus profissionais para o mercado no próximo ano. “Mesmo com um cenário não tão aquecido, as companhias continuam em busca daqueles talentos que possam suprir a carência de mão de obra qualificada”, conclui Mantovani.

 

Compartilhar essa página