Big Data e novos sistemas determinam maior integração entre TI e Finanças

17 de outubro 2013

São Paulo, agosto de 2013 – Pesquisa global realizada pela Robert Half com mais de 2 mil CFOs de 14 países, sendo 100 brasileiros, apontou que o Brasil foi o segundo país onde mais cresceu a integração entre as equipes de TI e Finanças nos últimos três anos, ficando atrás apenas de Singapura. O aumento foi notado por 75% dos entrevistados que apontaram iniciativas Big Data e implementação de novos sistemas como os principais motivos para o crescimento da colaboração entre os departamentos.

Para Alexandre Attauah, gerente da Divisão de Tecnologia da Informação da Robert Half, a área de TI passou a ser mais reconhecida nas empresas pelo seu papel estratégico. “Por essa razão cresce a interação com as outras áreas de negócios”, diz. “É a mesma transformação que os departamentos de Finanças, Recursos Humanos e Jurídicos já passaram”, complementa.

Outro ponto destacado por Attauah é a melhora na habilidade de comunicação dos profissionais de TI.  “Hoje esta não é uma característica exigida apenas para o cargo de CIO. Os outros níveis de profissionais de TI não podem mais ser introvertidos e com qualificações restritas a parte técnica, pois é preciso desenvolver um relacionamento e ter uma interface com as outras áreas”, conclui o executivo.

Quando questionados sobre os principais benefícios dessa colaboração mais intensa, os CFOs brasileiros responderam ser o aumento de eficiência (63%), maior lucratividade (51%) e redução dos custos corporativos (45%).

 

Compartilhar essa página