Após definição de cenário eleitoral, ICRH atinge maior patamar da série para expectativas futuras

Sentimento dos profissionais com relação ao mercado de trabalho aponta tom otimista para os próximos seis meses

Sentimento dos profissionais com relação ao mercado de trabalho aponta tom otimista para os próximos seis meses

De acordo com a 6ª edição do Índice de Confiança Robert Half – ICRH, a definição do cenário político brasileiro após o fim das eleições presidenciais começa a dar um tom otimista para economia e mercado de trabalho neste final de ano quando se trata de expectativas futuras. O ICRH – Índice de Confiança Robert Half dobra na comparação com as perspectivas atuais (55,3), atingindo o maior patamar da série, iniciada em agosto de 2017, revertendo a queda registrada no levantamento anterior.

Todas as categorias que compõem o ICRH (desempregados, empregados e recrutadores), apresentaram percepção de melhora, mostrando-se mais confiantes com os próximos seis meses. Sobre a situação atual, apenas a faixa dos desempregados apresentou leve queda. 

“O avanço do otimismo dos recrutadores pode indicar projetos saindo da gaveta e a abertura de novas oportunidades. Segundo a pesquisa, 70% dos profissionais responsáveis por recrutamento nas empresas acreditam que 2019 será melhor do que 2018 quando o assunto é criação de vagas. Assim, com a chegada de um novo ano, é importante ser estratégico quanto aos planos de contratação”, aponta Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half. 

ICRH - Consolidado

 

consolidado

ICRH – Recrutadores

recrutadores

ICRH - Empregados

empregados

ICRH – Desempregados 

desmpregados

 

Desemprego é 6,5 p.p. menor entre os profissionais qualificados – Dentro desse cenário, Mantovani faz um alerta sobre a necessidade de planejamento. “A recomendação é, em primeiro lugar, tomar a dianteira e acelerar os processos, pois, ao que tudo indica, no curto prazo os bons profissionais devem estar menos disponíveis. Em segundo lugar, como efeito cascata, existe o risco de uma certa inflação salarial para essas posições, o que deve afetar o salário de entrada desses profissionais”, completa. “O planejamento não só facilita a busca pelo candidato ideal como também permite às empresas já trabalharem em prol de resultados desde o início do ano, formando a equipe adequada para alcançá-los”, conclui. 

Índice de desemprego
(Fonte: IBGE) 

Público

3º trimestre/ 2017

4º trimestre/ 2017

1º trimestre/ 2018

2º trimestre/ 2018

3º trimestre 2018

Geral

12,4%

11,8%

13,1%

12,4%

11,9%

Profissionais qualificados

5,4%

5,7%

5,9%

5,7%

5,4%

Contratação de temporários em cargos que vão de analista a diretor – Muito comum na Europa e nos Estados Unidos, a contratação de profissionais temporários para cargos de analista a diretor tem ganhado muitos adeptos entre as empresas do Brasil. De acordo com a 6ª edição do ICRH, os indicadores apontam confiança neste modelo de contratação. Com relação a situação atual, o índice teve alta de 3.2 p.p., já na expectativa para seis meses, o salto foi de 12.6 p.p. chegando ao pico histórico de 59,9. De acordo com a sondagem com profissionais qualificados temporários, os itens remuneração, oportunidade de efetivação e desafio do projeto são os prioritários ao aceitar uma proposta de trabalho neste modelo de contratação. Os profissionais também levam em consideração a opção por mais flexibilidade, acúmulo de aprendizados, possibilidade de conciliar estudos e projetos pessoais. 

Outros insights da 6ª edição do Índice de Confiança Robert Half:

  • Dificuldade na busca por profissionais – Contratar profissionais qualificados hoje é difícil (48%) ou muito difícil (9%), segundo os recrutadores respondentes da sondagem.  Para 21% dos recrutadores, este desafio ficará ainda mais difícil nos próximos seis meses.

  • Crescimento em primeiro lugar – A possibilidade de crescimento é o critério mais importante para os candidatos na escolha de uma vaga, tanto para profissionais empregados (35%) como para desempregados (44%). O item salário aparece na segunda posição, com 20% e 16%, respectivamente