Opiniões no mercado sobre a prática da contraproposta

 

Contraproposta opinião do mercado de trabalhoContraproposta foi tema abordado em uma discussão no Grupo da Robert Half no LinkedIn e teve um grande desdobramento. Vários membros do grupo deixaram seus depoimentos e compartilharam suas experiências.

Empresas de todos os setores estão demandando profissionais de forma intensa, as mudanças de emprego estão cada vez mais frequentes e a perspectiva para este ano é de ainda mais movimentação de colaboradores.

Todo esse cenário positivo, porém, esconde armadilhas que podem prejudicar o futuro de profissionais sem planejamento de carreira. O alerta que queremos dar é sobre a prática da contraproposta realizada por empresas na hora em que um colaborador pede demissão. De um lado, os profissionais deixam para trás seu planejamento de carreira em busca apenas da motivação financeira ou de promessas repentinas. De outro, as empresas querem reter seus profissionais fazendo propostas insustentáveis a longo prazo e causando mal estar na empresa.

A Contraproposta foi base para uma interessante discussão no grupo da ROBERT HALF: MERCADO DE TRABALHO no LinkedIn

Veja os depoimentos:

“Se você aceitou uma nova proposta, siga em frente. Olhar para trás não é criar uma oportunidade e sim perdê-la.” – F.M.

“Se um profissional busca novos horizontes é um contra senso aceitar uma contraproposta. Acredito em profissionais empreendedores que têm firmeza naquilo que buscam e acreditam.” – W.R.

“O profissional que aceita a contraproposta pode ser rotulado como não aderente aos valores da empresa, preocupado apenas com sua remuneração. Nos eventuais processos de redimensionamento de áreas, encabeça a lista de demissões.” – F.T.

“Já testemunhei uma contraproposta feita a um amigo só para dar tempo para a empresa em que trabalhava recrutar outro no lugar. Ele obviamente não sabia disso e pensou que finalmente tinha sido reconhecido pelo esforço e qualidade do trabalho durante anos. Dois meses depois do ‘aumento’ foi sumariamente demitido. Obviamente já tinha outro no lugar.” – R.B.

“Além de não modificar os fatores que motivaram o profissional a avaliar outras possibilidades, fica a questão:se a empresa tinha a possibilidade de fazer algo para reconhecê-lo ou retê-lo antes, por que fazê-lo somente quando está em via de perdê-lo? Não acredito nesse tipo de prática!” – J.C.

“Infelizmente o empregador se aproveita da situação de mercado, da passividade e das estatísticas para raramente ter a pró-atividade no reconhecimento espontâneo. Espera a concorrência se pronunciar para ver o quão importante tal pessoa era no processo.” – F.A.

“Eu vejo a contraproposta como reconhecimento na hora errada. Se somente neste momento você receber uma proposta,significa que a empresa já poderia ter feito isso nos anos que se passaram e não fez. Neste caso, uma contraproposta só reforçaria o fato de que a empresa nunca te valorizou.” – C.A.

“A principio a contraproposta pode valer a pena pelo dinheiro, mas depois fica na mesma: a insatisfação, a falta de crescimento e outros fatores acabam influenciando. O fato é que devemos sempre procurar o novo, o desafio. Um raciocínio que sempre recomendo é: pense em como seria seu dia ideal no trabalho. Se a resposta for ruim ou mesmo algo que não gosta, você esta no caminho errado.” – P.S.

“Acredito que se um profissional chegou ao ponto de procurar uma nova oportunidade no mercado é justamente por vários fatores e não é somente salário como fator decisivo. Contudo, vale lembrar que uma vez aceita a contraposta fica explicito para toda equipe que se o profissional ficou, foi por conta do dinheiro e isso pode colocá-lo em uma posição delicada!” – W.B.

“Acho que não é bom nem para a empresa nem para o funcionário. A empresa revela nesse momento que não tem um plano de carreira. Se o funcionário aceita a contraproposta fica marcado por fazer leilão.” – R.S.

“Eu vivenciei algo muito semelhante. Após recusar uma excelente proposta de trabalho em outra empresa por uma promoção, fui demitida nove meses por uma reestruturação da organização. Lição completamente absorvida!” – R.A.

“A empresa deve sempre valorizar o funcionário que pretende reter enquanto este está na empresa. Deve propiciar salário, benefícios, oportunidade de crescimento, desafios, etc. O funcionário deve retribuir com performance, resultados, ética e comprometimento. Quando a parceria/casamento se desestabiliza não adianta remediar, tudo será uma questão de tempo... As empresas não deveriam fazer contraproposta e os funcionários, por sua vez, não deveriam aceitar. ” – R.M.

A conversa sobre contraproposta continua ativa no grupo da Robert Half no LinkedIn, com novos depoimentos e novas experiências.

 

 

 

 

Transcrição do Vídeo

Você já parou para pensar que aceitar uma contraproposta pode prejudicar sua carreira?

Quando o profissional pede demissão e a empresa promete um aumento, uma promoção, a melhor estratégia é realmente não aceitar. Entenda por que!

Algumas empresas usam a contraproposta como uma ferramenta para ganhar tempo e segurar o profissional apenas enquanto busca uma outra pessoa para sua função.

Estudos mostram que candidatos que aceitam contraproposta voltam a ficar insatisfeitos com as empresas, mais ou menos seis meses depois.

Não importa o que a empresa diga no momento da contraproposta, o profissional sempre será visto como aquele que, a qualquer momento, pode pedir demissão.

O profissional até pode ganhar um aumento ou uma promoção, mas os problemas que o fizeram querer sair da empresa vão continuar existindo.

O salário de uma pessoa que aceitou uma contraproposta fica acima da média do mercado. Esse profissional se torna caro e vai ter dificuldades de se recolocar no futuro.

Alguns são demitidos algum tempo depois, porque os empregadores entendem que eles são desleais e que vão continuar procurando outro emprego.

Pergunte para seu chefe quais são as suas chances de ser promovido ou ganhar um aumento antes de aceitar outro emprego. Não faça leilão.

Quem aceita uma contraproposta vai ficar um bom tempo sem aumento, já que a pessoa recebeu uma injeção salarial que não era planejada.

É mais barato para uma empresa pagar um pouco mais para um profissional ficar do que ter que buscar no mercado e contratar uma pessoa nova.

Se você trair a confiança do recrutador aceitando uma contraproposta, sua reputação com futuros empregadores será abalada.
Não feche as portas para o seu futuro.

Compartilhar essa página