Você é aquele que sempre diz “sim” no trabalho?

Primeiro, você se sente bem – até mesmo importante – quando os seus colegas pedem ajuda. Eles dizem que precisam de você, que é a única pessoa que entregaria um trabalho bem-feito. Mas o número de pedidos começa a crescer. Até mesmo o seu chefe entra no jogo, delegando cada vez mais responsabilidade porque sente que pode confiar em você.

Agora, a tentação é a de fechar a porta do escritório, apagar as luzes e esconder embaixo da mesa para que todos te deixem em paz. Você está em apuros por ser o “banana” do escritório. Você disse “sim” tantas vezes que chega a se preocupar com o que irá acontecer quando disser “não”. Apesar de não querer decepcionar ninguém, nem que seus colegas ou seu chefe pensem que você não é confiável, algo precisa mudar.

Veja 3 dicas para mudar esse cenário:

Negue (gentilmente)
Você está comprometido com o trabalho que já prometeu fazer. Mas não aceite prestar nenhum favor até que você termine todas as tarefas que já estavam previstas. Quando um colega (ou o chefe) pedir para te passar mais um trabalho, recuse gentilmente e sugira uma alternativa. “Desculpe, mas não vou conseguir te ajudar desta vez. Talvez Fulano ou Sicrano possam te dar uma mão?” ou “Estamos um pouco sobrecarregados agora. Talvez deveríamos considerar contratar um profissional temporário?”

Pense como você pode se beneficiar ao ajudar os outros
Apoiar os colegas pode ser algo positivo, mas não ajude os outros só porque as pessoas vão gostar mais de você na empresa. Escolha cuidadosamente quais atividades extras você vai fazer. As tarefas que você assume devem complementar ou valorizar o trabalho que você já faz. Se causar uma boa impressão é muito importante para você, procure colaborar em projetos que sejam estratégicos em termos de tempo ou importância para o negócio. É melhor do que ficar colecionando trabalhos demais.

Priorize a sua vida
Se você chegou à conclusão de que não tem tempo para tomar um café ou almoçar, e se está ficando até mais tarde no escritório com muita frequência para terminar o seu trabalho, está na hora de colocar o pé no freio. Trabalho é parte da vida, e não tudo na vida. Trabalhar horas excessivas, sem deixar espaço para outras atividades, não vai gerar apenas stress – pode levar a uma verdadeira estafa. Lembre-se: ajudar os colegas é ótimo, a não ser que você comece a ser tratado como um “capacho”. Da próxima vez que alguém pedir um favor, não pense que dizer sim é a única opção.

Esse artigo foi originalmente publicado no blog Worklife Australia.

Compartilhar essa página