Vendas e marketing: como é o processo seletivo

Por Juliana Porto

As áreas de vendas e marketing são indissociáveis dentro de uma empresa e as duas são super importantes para os resultados. No momento atual, não muito favorável aos negócios com a crise política e ainda econômica, os empregadores buscam profissionais capazes de gerar novas oportunidades, no caso das vendas. No marketing,  o profissional relevante e requisitado é aquele que tem bom conhecimento de ferramenta de mensuração de resultados.

Veja algumas dicas sobre as principais demandas para estas áreas em um processo seletivo:

VENDAS

Perfil exigido: Profissional com visão analítica e estratégica, além de um bom conhecimento técnico. Uma excelente comunicação é um bom diferencial durante o processo. Apenas uma boa carteira de clientes não é suficiente para garantir um lugar no mercado. O grande objetivo é gerar demanda sem mexer no preço.

Setores quentes: Atualmente as melhores oportunidades aparecem em áreas mais resistentes à crise, como agronegócios e alimentos. Neles, há espaço para boas negociações salariais.

Requisitos: As empresas estão mais criteriosas nas exigências. Pesam positivamente no currículo cada vez mais uma faculdade de primeira linha, fluência em inglês e profundo conhecimento técnico. Ter disponibilidade para viagens também é interessante.

MARKETING

Tendência: No marketing, o profissional precisa contribuir de forma efetiva para os resultados financeiros. Cada vez mais se exige que o profissional seja capaz de medir os resultados de suas ações.

Vantagem no processo seletivo: Bom conhecimento em ferramentas de mensuração e perfil mais generalista - o acúmulo de funções é uma realidade sem volta.

Áreas quentes:

  • Trade marketing - está muito conectada com a atividade comercial e tem uma influência importante no faturamento.                                                   
  • Omnichannel - o relacionamento com o consumidor em múltiplas plataformas ganha força e pede profissionais capazes de criarem estratégicas on-line e off-line. Posições que mesclam habilidades de marketing e conhecimento de tecnologia seguem em alta.

* Juliana Porto é jornalista desde 2005 e começou sua carreira escrevendo justamente sobre... carreiras! De lá para cá, já cobriu finanças pessoais, consumo e tecnologia em redações no Rio e São Paulo, mas sempre acaba voltando ao tema com que começou sua vida profissional.

 

Compartilhar essa página