Tire as algemas e liberte-se

Por Adriana Fonseca

Liberte-se, abrace a mudança e prospere no trabalho e na vida. Essa sugestiva frase, em uma tradução livre, é o subtítulo do livro “Emotional Agility: Get Unstuck, Embrace Change, and Thrive in Work and Life”, da PhD Susan David, psicóloga premiada na Harvard Medical School.

Em uma entrevista recente, a americana deu dicas preciosas para quem se sente preso ao atual trabalho e não consegue agir para se sentir mais feliz na vida profissional. Confira.

ACEITE

“Aceite que você não está onde gostaria de estar”, diz Susan. “Lide com essas emoções difíceis.” De acordo com a autora, as pessoas acabam ficando presas aos seus empregos porque guardam suas emoções e não lidam com esses sentimentos como deveriam.

ESCOLHA METAS

Susan diz que tem quatro valores principais e que eles fazem parte de sua rotina. Valores, diz ela, são coisas que você quer fazer – ao contrário das coisas que você tem que fazer. As suas metas de vida, então, devem ser escolhidas com base no que você quer fazer. “Porque metas estabelecidas com base no que você deve fazer acabam, mais comumente, em fracasso.”

MOVIMENTE-SE

Tome atitudes com consciência, sempre em direção às metas que você escolheu e deseja atingir.

PRESTE ATENÇÃO NOS CONTRATEMPOS

Quando algo não sai como esperado, uma atitude bastante comum é regressar a um padrão antigo que você falsamente acredita. Contratempos acontecem, fazem parte de qualquer processo de mudança, mas fique atento para não voltar a padrões antigos que não têm relação com as metas escolhidas.

Para Susan, o medo das pessoas de mudar de emprego vem de uma mentira disseminada na sociedade de que “você é o que você é”. Algo como, essa é sua vida, aceite-a. “Mas isso não é verdade”, enfatiza a PhD. “Você é o que você escolher ser amanhã.”

Se você se sente preso ao seu trabalho, você não está sozinho. Trate de aceitar que sua vida atual não traz satisfação e comece sua própria reinvenção.

* Adriana Fonseca é jornalista, tem 15 anos de experiência na cobertura de carreiras, empreendedorismo e startups e já publicou no jornal Valor Econômico, na Folha de S.Paulo e na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Compartilhar essa página