Quais são as tendências para as áreas de finanças e contabilidade?

Por Robert Half on 10 de novembro de 2021
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O aquecimento do mercado para as candidaturas em finanças e contabilidade favorece as contratações. Quais são as tendências que você deve ficar de olho, seja como empresário do setor ou profissional da área? Em um cenário mundial de recuperação econômica, após a crise da pandemia do Coronavírus, os profissionais das áreas de Finanças e de Contabilidade têm preparado suas empresas para desafios que podem acontecer a qualquer momento.

De acordo com a pesquisa feita pela Robert Half com 100 CFOs brasileiros, entre as principais prioridades para 2022 estão a expansão, a abertura de novos negócios, a gestão de Big Data no departamento financeiro e a redução de custos. Neste artigo, você verá os cargos mais demandados, suas prioridades e como a transformação digital influencia na rotina dos profissionais da área de Finanças e de Contabilidade.

Acompanhe!

Envie sua vaga

Retomada dos investimentos

A área de Finanças e Contabilidade deve repensar os investimentos e como as empresas se mantêm no mercado após a crise. A retomada dos IPOs, o câmbio e o retorno dos investidores estrangeiros impulsionam a economia e aceleram as operações de fusões e aquisições. Para 25% dos CFOs entrevistados, a operação de fusão e aquisição está entre as principais estratégias para 2022.

O profissional de Finanças é parte fundamental no processo. Sendo assim, a tendência é o crescimento da demanda por profissionais de M&A/RI/Tesouraria Estruturada, que devem ter sólida base de conhecimento financeiro, atenção às movimentações do mercado e saber identificar e originar oportunidades.

Prioridade por aspectos estratégicos

A transformação digital da área torna as atividades menos operacionais, proporcionando aumento na capacidade analítica/estratégica do profissional. É essencial que os profissionais dominem algumas habilidades de computação, para atender às demandas da empresa.

Uma das tendências em Finanças e Contabilidade é reskilling e upskilling (requalificação e desenvolvimento de novas competências, na tradução). De acordo com a pesquisa da Robert Half, para garantir as habilidades técnicas da equipe, é preciso:

  • oferecer treinamento, segundo 38% dos entrevistados;
  • contar com o apoio de consultores, segundo 35% dos entrevistados;
  • contratar novos profissionais, segundo 32% dos entrevistados;
  • subsidiar/reembolsar custos com educação, segundo 30% dos entrevistados.

Áreas mais demandadas

Guia Salarial da Robert Half mostra as profissões que são tendência em Finanças e Contabilidade para o próximo ano, considerando principalmente a retomada gradual da economia.

As áreas que terão mais demanda por profissionais são as seguintes.

  • M&A/RI/Tesouraria Estruturada: posição que avalia o perfil do negócio, estuda o mercado, verifica a viabilidade da empresa e elabora modelagem financeira;
  • controller: responsável pela gestão financeira e tributária da corporação e pelo fornecimento de informações importantes para gestores e diretoria, a fim de ajudá-los na tomada de decisões;
  • contábil/fiscal: estuda e interpreta os dados de documentos, balanços e registros da empresa, garantindo a idoneidade do negócio;
  • planejamento Financeiro/Controladoria: avalia e acompanha o desempenho financeiro da empresa, isto é, analisa todos os possíveis desvios entre os resultados esperados e os obtidos, com o objetivo de encontrar os motivos das falhas;
  • tesouraria/Financeiro: cuida de entradas e saídas do financeiro da empresa, além de ser responsável pelas operações de curto prazo e pelo controle de receitas e despesas.

Indústrias que lideram as contratações

As empresas mudam suas estratégias e acompanham a complexidade do cenário proporcionado pela pandemia. As contratações na área de Finanças e Contabilidade se destacam, principalmente, nos seguintes setores:

  • tecnologia;
  • e-commerce;
  • agronegócio;
  • logística;
  • infraestrutura;
  • farmacêutica/healthcare;
  • bens de consumo.

Habilidades mais demandadas

Com as mudanças proporcionadas pela pandemia, as empresas consideram o home office ou o modelo híbrido, usando novas tecnologias e ferramentas de transformação para a empresa e adotando novas práticas para lidar com as demandas no setor de atuação. Por essa razão, as corporações buscam profissionais com as habilidades destacadas abaixo.

Técnicas

As habilidades técnicas são a capacidade de executar e fazer atividades de uma área específica. Sendo assim, as tendências em Finanças e Contabilidade são:

  • automatização de processos;
  • excel e BI;
  • modelagem financeira e valuation;
  • ERP de mercado.

Comportamentais

As habilidades comportamentais são aptidões ou traços da personalidade que formam os padrões responsáveis por atitudes e relacionamentos profissionais. Como tendência em Finanças e Contabilidade, podemos destacar:

  • flexibilidade;
  • adaptabilidade;
  • dinamismo;
  • resiliência;
  • comunicação.

Preparação para candidatura em finanças

Conhecimento das características da profissão

Quem deseja desenvolver uma carreira sólida na área de finanças, precisa conhecer e se empenhar em evoluir em algumas características básicas que o ofício requer. Sem essas habilidades, será difícil lograr êxito no médio e longo prazo, por mais que se conquiste um processo seletivo.

Assim, certamente a organização profissional é um desses atributos. Para quem lida com uma grande carga de dados dispostas em planilhas, muitas vezes, ser organizado é essencial. Sem isso, facilmente um profissional se perderia em meio a tantos números e estatísticas.

Outro fator preponderante para o êxito no longo prazo é o comprometimento. De forma geral, ele deve fazer parte do perfil profissional de qualquer colaborador. Contudo, quando falamos do setor de finanças, ele é ainda mais importante. Em um período de redução de custos, por exemplo, o gestor de finanças precisa estar altamente comprometido.

Por fim (e talvez o mais importante) vem a ética. Profissionais do setor financeiro lidam com o patrimônio em dinheiro de uma organização. Assim, é preciso contar com pessoal de alta confiança. Os profissionais de sucesso nessa área são exatamente aqueles que têm uma moral ética muito bem desenvolvida.

Leitura sobre a área de atuação

Já tem um tempo considerável que a atuação do profissional da área de finanças passou por profundas transformações. Com a adoção cada vez maior da tecnologia, muitas tarefas passaram a ser executadas por sistemas, em vez de serem feitas pelo colaborador da área de finanças.

Assim, é importante se informar o máximo possível sobre as novas tendências e o que está em voga na área em questão. Uma boa maneira de fazer esse tipo de ação é buscar leituras sobre o tema. Revistas especializadas e sites do segmento de finanças corporativas são ótimos canais de aquisição de boas informações. Quem é mais informado sai na frente na disputa por uma vaga.

Investimento em qualificação profissional

Conhecimento é o grande diferencial entre os profissionais de qualquer área. Quando falamos do setor de finanças, a especialização proporcionada por uma graduação pode fazer uma diferença considerável entre aqueles que buscam construir uma carreira de sucesso.

Assim, é altamente recomendável buscar uma graduação em finanças. Hoje, existem muitas opções para cursar uma graduação desse tipo, inclusive algumas modalidades online. Até mesmo em relação a valores, é possível encontrar boas oportunidades. Busque se informar primeiro sobre a qualidade da instituição pretendida.

Afinidade com a tecnologia

Não há como ir contra o movimento de inserção da tecnologia em todas as áreas de trabalho. No setor de finanças, por exemplo, a exigência é muito grande, pois cada vez mais sistemas de gestão integrada são desenvolvidos, para automatizar o trabalho que antes era manual.

Assim, é preciso ter bons conhecimentos nessa área e buscar ter afinidade com a tecnologia. Para algumas pessoas, isso não é tão comum. No entanto, quem quer atuar na área de finanças precisa se dar bem com a tecnologia, sob pena de não conseguir se desenvolver plenamente.

Se esse for o seu caso, fique tranquilo, pois há uma solução. Ao mesmo tempo, também é preciso fazer um esforço no sentido de aprender a lidar com a tecnologia. Cursos online e em instituições de tradição auxiliam pessoas nesse processo. Se você realmente quer ser um profissional bem-sucedido na área de finanças, é importante buscar desenvolver habilidades com a tecnologia.

Atentar-se às tendências em candidatura de finanças e contabilidade pode facilitar o trabalho no dia a dia da empresa e gerar melhores resultados. Os avanços vão além da transformação digital, envolvendo a inovação de técnicas e de comportamentos. Sendo assim, é interessante investir constantemente no desenvolvimento do colaborador e ficar de olho nas transformações do mercado, pois as organizações que não observarem isso podem ser ultrapassadas pela concorrência.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite e siga nosso perfil nas redes sociais. Estamos presentes no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

More From the Blog...