Por que oferecer benefícios flexíveis na sua empresa? Entenda!

Por Robert Half on 21 de agosto de 2023
Tempo estimado de leitura: 7 minutos

Por Érika Moraes 

Na busca pelo constante aprimoramento da satisfação e da produtividade da sua equipe, é fundamental acompanhar o que é tendência. Um exemplo disso é o oferecimento de benefícios flexíveis, que ainda são minoria no cenário corporativo brasileiro.

No entanto, a pesquisa Beneficios 2023 recém lançada pela Robert Half, constatou que um total de 81% dos entrevistados disseram que gostariam de poder escolher os benefícios de acordo com suas necessidades. Porém, apenas 12% das empresas pesquisadas oferecem essa possibilidade.

O que acha de saber mais sobre esse assunto? A seguir, você irá entender exatamente como funcionam os benefícios flexíveis, além de quais são os mais populares e como implementá-los. Aproveite!

beneficios pesqiusa

O que são benefícios flexíveis?

Benefícios flexíveis em uma empresa permitem que os funcionários escolham as opções que desejam receber. Em vez de ter uma seleção fixa de benefícios para todos, as opções variam de acordo com as preferências individuais.

Essa abordagem se tornou uma tendência quando as empresas perceberam que certos benefícios eram importantes para alguns funcionários, mas não para outros. Ao mesmo tempo, elas descobriram que oferecer flexibilidade pode aumentar a satisfação das equipes.

Por exemplo, imagine uma empresa que oferece auxílio-creche como benefício. Funcionários sem filhos não se beneficiariam dessa vantagem e poderiam preferir outra opção. Com benefícios flexíveis, esse problema pode ser facilmente resolvido.

Nas implementações mais eficazes de benefícios flexíveis, as equipes podem escolher seus benefícios a partir de uma lista pré-determinada. Dessa forma, eles criam um conjunto personalizado que atende às suas preferências e necessidades.

Quais são as diferenças entre benefícios tradicionais e flexíveis?

Ao comparar benefícios tradicionais e flexíveis, podemos identificar algumas diferenças significativas em relação à forma como são oferecidos e utilizados pelos funcionários.

Os benefícios tradicionais geralmente seguem um modelo padronizado, em que a empresa determina uma lista fixa de benefícios para todos os colaboradores. Essa abordagem pode incluir planos de saúde, vale-refeição, vale-transporte, entre outros. Embora sejam valiosos, esses benefícios nem sempre atendem às necessidades individuais de cada funcionário.

Por outro lado, os benefícios flexíveis são personalizados e permitem que os colaboradores escolham os benefícios que desejam receber com base em suas preferências e circunstâncias pessoais. Em vez de oferecer apenas uma opção única para todos, a empresa permite que cada funcionário monte um pacote que atenda às suas preferências.

Ou seja, enquanto os benefícios tradicionais seguem um modelo fixo e geralmente menos personalizado, os benefícios flexíveis oferecem aos funcionários maior liberdade de escolha e a capacidade de adaptar os benefícios às suas necessidades.

Quais são os principais tipos de benefícios flexíveis?

Dentro do universo de benefícios flexíveis, existem diferentes tipos que você deve considerar ao fazer a sua análise do que deve ser oferecido ou não para os colaboradores da sua empresa.

A seguir, confira quais são os principais tipos de benefícios flexíveis e as suas características.

Convênio de saúde e odontológico

Ofereça aos colaboradores a opção de escolher entre diferentes planos de saúde e odontológicos, adaptando as coberturas e opções de atendimento de acordo com o perfil de cada funcionário.

Isso pode incluir planos com diferentes redes de hospitais e clínicas, variedade de especialidades cobertas, reembolso para consultas particulares, entre outros. Dessa forma, os funcionários têm a liberdade de selecionar o plano que melhor atende às suas necessidades e das suas famílias.

Custos de transporte

Permita que os funcionários escolham entre diferentes opções de benefícios relacionados ao transporte. Isso pode incluir o vale-transporte para quem utiliza o transporte público, auxílio combustível para aqueles que utilizam veículo próprio ou até mesmo um auxílio estacionamento para aqueles que precisam pagar por vagas de estacionamento.

Essa flexibilidade permite que cada colaborador opte pelo benefício que seja mais adequado à sua rotina e local de trabalho.

Auxílio para trabalho remoto

Com o crescimento do trabalho remoto, ofereça um auxílio financeiro para despesas relacionadas a essa modalidade de trabalho. Essa assistência garante que os colaboradores tenham condições adequadas para desempenhar suas atividades de forma remota.

Isso pode englobar o pagamento de contas de luz e água, internet de alta velocidade, custos adicionais com equipamentos necessários, como cadeiras ergonômicas ou monitores, e até mesmo despesas com espaço de coworking, se for a escolha do funcionário. 

Auxílio educação

Oferecer um benefício flexível de auxílio educação é uma maneira de investir no desenvolvimento profissional e pessoal dos colaboradores. Esse benefício pode incluir a possibilidade de reembolso de mensalidades de cursos, graduações, pós-graduações, especializações e programas de educação continuada.

Além disso, o auxílio educação flexível pode ser personalizado para atender às necessidades individuais dos colaboradores, considerando diferentes modalidades de ensino, como presencial, online ou semipresencial.

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

Opções de folgas programadas e utilização de banco de horas 

Oferecer possibilidades flexíveis de folgas para colaboradores traz benefícios como melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional, aumento da satisfação e motivação, redução do absenteísmo não planejado, facilidade na cobertura de demandas específicas, fortalecimento do ambiente de trabalho e maior atração e retenção de talentos. Essa flexibilidade valoriza o bem-estar dos funcionários e contribui para um ambiente de trabalho saudável e produtivo.

O uso do banco de horas também é uma maneira de permiter aos colaboradres com que eles usem horas extras trabalhadas como folgas remuneradas posteriormente. Esse sistema permite que eles tenham mais controle sobre seu tempo e escolham quando desejam tirar folgas extras.

Outros benefícios personalizados

Além dos benefícios mencionados anteriormente, é possível oferecer uma variedade de opções personalizadas de acordo com as necessidades dos colaboradores.

Isso pode incluir benefícios como auxílio-creche para pais ou mães, programas de bem-estar físico e mental, entre outros. Ao permitir que cada funcionário escolha os benefícios que mais valoriza, você promove um ambiente de trabalho mais inclusivo e adaptado às necessidades individuais.

Leia também: Benefícios: por que eles são uma ferramenta para demonstrar valor pelo funcionário

Quais as vantagens de oferecer esse tipo de benefício na empresa?

Oferecer benefícios flexíveis tornou-se uma forte tendência no ambiente corporativo em várias áreas. Isso se deve principalmente às vantagens de dar essa facilidade aos funcionários, que respondem de forma altamente positiva nesses casos.

A seguir, confira os principais argumentos que mostram as vantagens de oferecer benefícios flexíveis em sua empresa.

Aumento da satisfação

Como é possível ver a partir da pesquisa citada no início do artigo, os trabalhadores desejam benefícios flexíveis. Então, um dos reflexos de implementar essa facilidade em sua empresa é o aumento da satisfação dessas pessoas.

Esse reflexo será altamente importante para que as suas equipes passem a entregar cada vez mais qualidade em seus serviços. Consequentemente, a sua empresa tende a se desenvolver mais a partir disso.

Retenção de talentos

Oferecer facilidades alinhadas com as expectativas das pessoas também é algo que ajuda a reter os seus talentos. Afinal, um funcionário valioso pode decidir deixar a sua empresa em favor de uma que ofereça benefícios flexíveis.

A retenção de talentos é essencial para qualquer negócio que deseja fazer um impacto significativo no mercado. Então, é fundamental que você tenha iniciativas voltadas a esse objetivo.

Economia de recursos

Oferecer benefícios flexíveis também pode ajudar você a economizar recursos. Afinal, é um ótimo caminho para eliminar o desperdício de benefícios por profissionais que não os usam nem precisam deles.

A construção de pacotes de benefícios personalizados pode gerar economia nesse sentido. Para isso, basta estabelecer um teto de valor para as seleções, que atenda às suas condições.

Confira também: Como fazer uma gestão de benefícios eficiente? Descubra!

Aumento da produtividade

Quando falamos de um aumento na satisfação, é importante reforçar que uma das consequências diretas disso é a melhora na produtividade das suas equipes. Ou seja, seus funcionários terão maior motivação para fazer mais e melhor.

Isso se deve ao fato de se sentirem vistos pela empresa e valorizados por suas particularidades. Além disso, servirá como motivador para entregarem cada vez mais qualidade para crescer na empresa.

Maior engajamento

Ter equipes engajadas é algo altamente positivo para qualquer empresa. Afinal, é muito importante contar com a participação dos seus times nas iniciativas do dia a dia, sejam elas obrigatórias ou opcionais.

Ao oferecer facilidades como benefícios flexíveis, a sua empresa passa a se aproximar mais das particularidades dos seus funcionários. Então, eles se tornam mais abertos a se engajar com as atividades dela.

Quais as consequências de não oferecer benefícios flexíveis?

A falta de benefícios flexíveis em uma empresa pode ter diversas consequências negativas, algo que geralmente ocorre ao ignorar tendências.

Para começar, funcionários podem se sentir desvalorizados e insatisfeitos, resultando em baixo engajamento e motivação. Além disso, a falta de flexibilidade nos benefícios pode tornar a empresa menos competitiva no mercado de talentos, afastando potenciais candidatos.

Isso também pode criar um ambiente de trabalho menos inclusivo, levando a uma cultura prejudicada e colaboração comprometida. Por fim, a falta de benefícios flexíveis pode levar a altos índices de rotatividade, gerando custos de recrutamento e treinamento e prejudicando a estabilidade das equipes.

Então, é importante considerar a implementação de benefícios flexíveis para atender às necessidades individuais dos funcionários e promover um ambiente de trabalho mais satisfatório e competitivo.

Como escolher os melhores benefícios flexíveis?

Agora que você já sabe mais sobre os diferentes tipos de benefícios flexíveis que podem ser oferecidos para os seus colaboradores, é preciso entender como escolher as melhores opções.

Para isso, é importante considerar alguns tópicos ao longo da sua decisão. Confira as dicas abaixo!

Avalie o mercado

O benchmarking é uma tática muito eficiente para entender mais sobre o que o mercado está oferecendo. Por isso, você deve realizar uma pesquisa mais aprofundada para saber o que o mercado está oferecendo, como no caso das suas empresas que concorrem diretamente em seu segmento.

Respeite o budget

Outro aspecto importante para que essa estratégia funcione é ter um budget definido. Sem isso, você pode pensar em diversos planos, mas como ter a certeza de que vai acertar na construção da sua estratégia? Por isso, é importante saber exatamente quanto a sua empresa pode investir em benefícios flexíveis.

Ouça os colaboradores

Parte fundamental do por que oferecer benefícios flexíveis na sua empresa passa diretamente pela satisfação dos seus colaboradores. Por isso, é natural que a opinião deles seja relevante. A ideia aqui é conduzir pesquisas para entender quais são os benefícios que mais podem ser interessantes para eles.

Defina prioridades

Os colaboradores e o resultado da sua pesquisa de mercado podem gerar inúmeras opções de benefícios flexíveis, mas é preciso ter uma prioridade. Quais foram os mais votados? Quais são mais impactantes para os colaboradores? Até porque você tem um budget que precisa ser respeitado, não é mesmo?

Revise constantemente

A oferta de benefícios flexíveis deve ser, na prática, flexível. Ou seja, é um pacote que precisa ser revisitado de tempos em tempos, até mesmo para agradar os colaboradores. E como a sociedade tem mudado bastante, é natural que essas demandas também se alterem e a sua empresa deve estar preparada.

Como implementar benefícios flexíveis na empresa?

Agora que você já conhece os argumentos a favor de trabalhar com benefícios flexíveis em sua empresa, resta saber como implementar essa possibilidade da melhor forma. Afinal, tais vantagens somente ficarão ao seu alcance caso o sistema funcione de forma eficaz.

Conheça a seguir quais são os passos necessários para aderir aos benefícios flexíveis em sua empresa.

Escute as opiniões das suas equipes

Antes de iniciar a implementação de benefícios flexíveis, é fundamental ouvir atentamente as opiniões e necessidades dos funcionários.

Para ajudar nisso, realize pesquisas, enquetes ou entrevistas para obter informações valiosas sobre quais benefícios são mais relevantes para seus colaboradores. Essa abordagem garante que o programa seja alinhado às expectativas da equipe, aumentando sua adesão e satisfação.

Planeje o funcionamento do processo

Para garantir que os benefícios flexíveis sejam oferecidos de forma eficaz, é essencial planejar todo o processo desde o início.

Ou seja, defina como os funcionários farão suas escolhas, se haverá um período específico para realizar mudanças nos benefícios e como as atualizações serão comunicadas. Além disso, certifique-se de ter um sistema ou plataforma adequada para gerenciar as escolhas dos colaboradores e manter um registro organizado.

Evite exagerar no número de opções

É importante tomar cuidado para não sobrecarregar os funcionários com opções excessivas. Oferecer uma ampla gama de benefícios pode parecer atraente, mas tenha cuidado para não exagerar. Ter opções demais pode levar à confusão e dificuldade na tomada de decisões.

Em vez disso, selecione cuidadosamente os benefícios que sejam mais relevantes para a sua equipe, levando em consideração suas necessidades e preferências.

Defina o peso de cada benefício

Ao oferecer uma variedade de benefícios flexíveis, é importante atribuir valores distintos a cada um deles. Alguns benefícios podem ter um peso maior ou serem mais custosos para a empresa, e isso deve ser considerado no momento da seleção pelos funcionários.

Então, é importante garantir que o sistema leve em conta esses pesos para evitar desequilíbrios e garantir que as escolhas estejam de acordo com as possibilidades da empresa.

Estabeleça regras e restrições

Um programa de benefícios flexíveis precisa de regras claras para garantir seu bom funcionamento. Por isso, defina limites de alterações, período de elegibilidade e outras restrições que sejam necessárias para evitar abusos ou problemas operacionais.

Além disso, essas regras devem ser comunicadas de forma transparente para que os funcionários compreendam as limitações do sistema. Aliás, sobre isso, saiba mais no próximo tópico.

Fique de olho no orçamento

É crucial ter um planejamento financeiro robusto ao implementar benefícios flexíveis. Senão, a sua empresa arrisca ter problemas em vez de vantagens a partir desse tipo de iniciativa.

Então, avalie cuidadosamente o orçamento disponível para garantir que seja viável e sustentável oferecer os benefícios selecionados. Leve em consideração os custos iniciais e os custos recorrentes, como prêmios de seguro ou despesas administrativas.

Além disso, certifique-se de que os benefícios flexíveis estejam dentro das possibilidades financeiras da empresa, evitando comprometer sua saúde financeira.

Faça uma comunicação eficaz

Uma implementação bem-sucedida de benefícios flexíveis requer uma comunicação clara e abrangente com os funcionários. Então, elabore materiais informativos, guias e documentos explicativos para que todos possam entender como funcionará o programa de benefícios flexíveis.

Além disso, crie canais de comunicação para que os colaboradores possam tirar dúvidas e obter suporte durante o processo.

Monitore e faça ajustes conforme necessário

Após a implementação dos benefícios flexíveis, acompanhe o funcionamento do programa e tenha abertura para fazer ajustes conforme o feedback dos funcionários e a evolução das necessidades da equipe.

Um programa de benefícios flexíveis é dinâmico e pode ser adaptado ao longo do tempo para atender melhor às expectativas e às mudanças no ambiente de trabalho.

A implementação de benefícios flexíveis tende a trazer várias vantagens para a operação de qualquer empresa. Afinal, é um movimento a favor das necessidades particulares dos funcionários, algo que tem impacto direto na qualidade dos serviços prestados por eles. Então, aproveite as informações deste artigo para reunir os argumentos necessários para tal mudança e dê início a um novo momento para a sua organização.

*Érika Moraes é Branch Manager da Robert Half em Minas Gerais 

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

Mais em nosso Blog