Índice de Confiança Robert Half mapeia alteração no humor de profissionais e recrutadores

Por Robert Half on 9 de junho de 2020

As incertezas e a insegurança causada pela pandemia da COVID-19 abalaram a confiança de profissionais e executivos brasileiros com relação ao mercado de trabalho e à economia. Além disso, o impacto direto da crise sanitária na economia, além do cenário político, também corrobora com uma percepção menos otimista.

Como esperado, esse panorama afetou diretamente o resultado da 12ª edição do Índice de Confiança Robert Half (ICRH), que registrou uma forte inflexão na curva de todas as categorias dos indicadores, mudando a perspectiva futura de otimista (acima dos 50 pontos) para pessimista (abaixo dos 50 pontos), conforme mostra o gráfico abaixo: 

Índice de Confiança Robert Half

Não adianta ficar parado

É fato que muitas decisões importantes dentro das empresas dependem dos “próximos capítulos” dessa história, mas por enquanto, tente focar nas oportunidades por trás desse momento. Quais processos da sua companhia foram modernizados ou desburocratizados em virtude do distanciamento social? Quais foram as suas evoluções como pessoa e profissional nesse período? Quais foram seus ganhos em qualidade de vida? Quais paradigmas sua empresa quebrou? Em muitas organizações, o home office não era nem uma possibilidade e hoje é realidade.

Olhando a metade cheia do copo, cada dia é um dia a menos para chegarmos ao fim dessa instabilidade, quando será mais fácil ter clareza dos rumos do mercado. Porém, não seria prudente esperar de braços cruzados. É recomendável planejar as ações desde já para garantir um time de alto nível e a consistência na entrega de resultados. Da mesma forma que o home office chegou para ficar, os gestores terão que se adaptar a novas maneiras de recrutar e inserir um novo colaborador na empresa em tempos de trabalho remoto, e também terão que refletir sobre suas políticas de retenção de talentos.

No processo de recuperação, as empresas mais preparadas voltarão a contratar. Certifique-se que seus melhores talentos não sejam tirados de você. Conforme mais empresas perceberem que diversas tarefas podem ser desempenhadas remotamente, os candidatos não se limitarão apenas à sua atuação local. Em teoria, o mundo inteiro está aberto a eles. Assim, aproveite também o período atual para olhar para dentro de casa e analisar quem são os profissionais-chave na estrutura da empresa e na linha de sucessão.  

Lembre-se: os últimos meses não foram fáceis para ninguém, por isso, valorize quem esteve ao seu lado, pois os melhores tendem a ser abordados de maneira cada vez mais agressiva pelo mercado na hora da retomada.

Índice de Confiança Robert Half

O ICRH monitora o sentimento de recrutadores, profissionais empregados e desempregados com relação ao mercado de trabalho e economia atualmente e para os próximos seis meses.

Hide Breadcrumb
Off
Hide Title
Off

More From the Blog...