Guia Salarial 2024: principais tendências para o próximo ano

Por Fernando Mantovani on 21 de novembro de 2023
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Por Fernando Mantovani

É com muito orgulho que posso dizer que acabamos de lançar mais uma edição do Guia Salarial da Robert Half, estudo que já conta com mais de dez anos de história no Brasil e é considerado uma das mais confiáveis fontes de consulta sobre salários e tendências do mercado de trabalho.

Apoiado em uma metodologia própria e elaborado por especialistas de destaque em suas respectivas áreas, o Guia oferece um panorama atual e completo sobre remuneração e recrutamento no País.

Guia Salarial da Robert Half

Leia a nova edição do Guia Salarial da Robert Half e entenda as principais tendências do mercado de trabalho. Clique no link abaixo para baixar a nova edição do guia que é referência principal sobre salários para profissionais qualificados no país. 

guia salarial brasil

Recomendo fortemente a leitura para todos que desejam prosperar em 2024. Projetos de sucesso começam com boas escolhas e esse é o principal objetivo do Guia: apoiar os leitores na tomada de decisões sobre contratações, mudanças de carreira, pedidos de promoção, entre outros desafios da vida profissional e do mercado.

Compartilho, a seguir, alguns dos principais insights do estudo, começando pelo cenário econômico de 2023. Este foi um ano desafiador para o Brasil, com o início de um novo governo, rescaldo das dificuldades geradas pela pandemia e as empresas em compasso de espera. Apesar disso, no primeiro semestre, o PIB cresceu 1,9%, acima da previsão de 1,5%. O mercado de trabalho também contrariou a lógica e se saiu bem, com a taxa de desemprego entre os profissionais qualificados caindo para 3,5%, o menor nível desde 2015.

Projeções para 2024

Sobre 2024, o otimismo predomina: 55% das empresas ouvidas pelo Guia estão mais confiantes com relação ao seu crescimento no próximo ano na comparação com 2023. Os motivos dessa percepção são: perspectiva de aumento da demanda por produtos/serviços; melhora da situação econômica; oportunidade de expansão dos negócios; aumento do orçamento/recursos financeiros e adoção de novas tecnologias.

Em linha, a previsão de contratação para profissionais permanentes é promissora: 54% das empresas têm a intenção de abrir novas vagas. Já 38% pretendem preencher as posições que estão em aberto e apenas 2% preveem cortes. Para os profissionais contratados por tempo determinado também haverá boas oportunidades: 47% das organizações querem expandir novos postos para essa categoria. Já 40% pretendem preencher as vagas abertas e apenas 3% cogitam cortes.

O modelo de trabalho ideal (remoto, presencial ou híbrido) continua sendo um impasse entre empregados e empregadores. De um lado, cresce o número de empresas que determinam o retorno integral aos escritórios. Por outro, há profissionais que não abrem mão da flexibilidade do híbrido e mudam de emprego ou recusam oportunidades em função disso. A expectativa é de que o próximo ano nos permita chegar a um consenso que agrade ambas as partes.

Confira também: Cultura do reconhecimento

Em paralelo, fenômenos como o “quiet quitting”, “grumpy staying” e “lazy girl jobs”, por exemplo, seguem em pauta, expressando a busca dos trabalhadores por maneiras de lidar com a pressão e o desgaste psicológico sentidos no trabalho. Sensibilidade e empatia serão fundamentais para dialogar sobre essas questões e buscar alternativas que favoreçam a atração e a retenção de talentos, além da prosperidade dos negócios.

Outra questão marcante foram as variações salariais na área de tecnologia. Após período extraordinário, os layoffs tiveram um impacto considerável na remuneração desses profissionais em 2023. O número de postos de trabalho no setor diminuiu e a concorrência por vagas aumentou. A circunstância chama a atenção porque o déficit profissional nessa área sempre foi muito grande (e continua sendo um desafio), mas saímos de um “superaquecimento” para um “aquecimento”. Fato é: as empresas seguirão se aprimorando tecnologicamente e aqueles profissionais com competências técnicas e comportamentais diferenciadas continuarão sob disputa.

O Guia Salarial Robert Half 2024 também levanta os segmentos que estão recrutando mais. Agronegócio, varejo, tecnologia, energia, saúde (incluindo farmacêuticas e operadoras de saúde) e indústria (incluindo mineração e indústria B2B) são os top five em contratação.

Leia também: Saúde e felicidade no trabalho: fatores caminham lado a lado 

Seja qual for o segmento desejado, porém, é indispensável observar os requisitos esperados pelas companhias. O domínio da língua inglesa ainda é um diferencial, já que poucos profissionais apresentam fluência no idioma.

Em termos de soft skills, as mais valorizadas são a adaptabilidade, flexibilidade, comunicação, resiliência e relacionamento interpessoal. Investir em cursos, livros e outros recursos que aprimorem essas habilidades pode ser um ótimo incentivo.

Como obter sucesso na busca por um emprego

Não basta haver vagas disponíveis, é necessário estar bem-preparado para conquistá-las. Nesse sentido, algumas medidas são primordiais:

- tenha objetividade – busque vagas que estejam realmente em sintonia com o tipo de trabalho que deseja e com as suas qualidades profissionais. Atirar para todos os lados é uma péssima ideia;

- valorize seu perfil – reformule o currículo sempre que necessário, destacando o que for mais relevante para cada vaga. Desse modo, seus pontos fortes ficarão sempre em evidência;

- rede de contatos – manter o LinkedIn atualizado, participar de eventos e cursos, trocar informações e ajudar seus pares é um ótimo caminho para ser lembrado em processos de seleção.

Está a procura de uma oportunidade?

A Robert Half é referência em recrutamento especializado e pode ter a vaga perfeita para o seu perfil. Veja as nossas oportunidades disponíveis e envie seu CV!

As informações do Guia apontam para um 2024 dinâmico e com boas oportunidades para empregados e empregadores. É a hora perfeita, portanto, de todos traçarem seus planos para o próximo ano e se dedicarem a colocá-los em prática.

*Fernando Mantovani é diretor-geral da Robert Half para a América do Sul

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

Mais em nosso Blog

O poder da escuta

Feedbacks construtivos, partindo também dos liderados em direção aos líderes, fortalecem os laços de todos e elevam o desempenho dos times

Saiba mais