Entenda quais são as 4 tendências para a área jurídica

Por Robert Half on 16 de novembro de 2020

Uma das profissões mais tradicionais é a de advogado. No entanto, as mudanças da legislação e no comportamento da sociedade exigem atualização. Por este motivo, advogados e escritórios devem ficar de olho nas tendências para a área jurídica.

Seja em um departamento jurídico de uma empresa ou em um escritório de advocacia, conhecer essas tendências é fundamental para desempenhar um bom trabalho. Ajudaremos com essa missão apresentando as 4 principais para você, baseadas no Guia Salarial 2021 da Robert Half, confira!

1. Profissionais que sejam business-oriented

É cada vez maior o papel estratégico dos advogados para as empresas. Dessa necessidade nasceu o conceito business-oriented — advogados que trabalham com foco nos negócios, visando segurança e sustentabilidade, ao mesmo tempo que se posicionam como parceiros do setor comercial, contribuindo com o crescimento da empresa.

Aos recrutadores, a orientação é manter o foco nos profissionais com habilidades voltadas a vendas e negociação, ampla carteira de clientes, boa comunicação, resiliência, perfil de liderança e capacidade de trabalhar em equipe.

2. Entendimento em legal design

O legal design é uma variação do design thinking, conceito que traz as premissas do design para variadas áreas de atuação. Ele aparece como uma das tendências para a área jurídica com o objetivo de melhorar a experiência das pessoas e empresas com relação aos assuntos relacionados ao Direito.

Nos escritórios, o foco é atender às necessidades do cliente. Nas empresas, é romper as barreiras de comunicação. Para isso, os profissionais devem ter boa visão do negócio, enxergar o cliente como centro do atendimento e ter habilidades em comunicação.

3. Aumento do destaque da área cível

A pandemia provocada pela Covid-19 fez com que os advogados que atuam na área cível tivessem certo destaque, devido à necessidade de renegociar contratos e reestruturar dívidas. Além disso, percebe-se uma forte demanda na área de recuperação judicial que deve se estender pelos próximos anos.

Como nas outras áreas, os recrutadores devem procurar profissionais resilientes, flexíveis, com espírito de liderança e habilidades de trabalho em equipe. Inglês fluente, conhecimento em tecnologia e em técnicas de negociação também contribuem para que o trabalho prestado pelas empresas seja acertado.

4. Direito digital

Não há como falar do futuro sem citar a tecnologia. Com o Marco Civil da Internet e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), as empresas devem ficar sempre de olho na forma como as informações dos clientes circulam nas redes, garantindo a proteção e a segurança de dados pessoais. A orientação de um bom advogado é imprescindível para ficar longe de problemas.

O ideal é optar pela contratação de um advogado especialista na área, com cursos de atualização recentes e que tenha certa intimidade com a tecnologia.

Recrutadores e empreendedores devem ficar atentos às tendências para a área jurídica e, assim, garantir que a empresa respeite a legislação e realize negociações de acordo com as normas do setor de atuação e cenário nacional.

A Robert Half contribui para que a empresa se mantenha bem informada sobre o assunto. Entre em contato conosco e conheça nossos serviços. 

Hide Breadcrumb
Off
Hide Title
Off

More From the Blog...