Dia Internacional da Felicidade: por que o trabalho importa para a felicidade mundial?

Por Robert Half on 19 de março de 2021

* Por Nic Marks

Pode ser estranho celebrar o Dia Mundial da Felicidade em meio à COVID-19, mas em muitos aspectos a pandemia tornou o tema felicidade no trabalho mais importante do que nunca  - principalmente porque as fronteiras entre vida pessoal e profissional tornaram-se cada vez mais turvas nos últimos meses por conta do distanciamento social e das mudanças associadas ao trabalho remoto.

As Nações Unidas criaram o Dia Internacional da Felicidade para reconhecer a relevância da felicidade e do bem-estar como objetivos universais. A verdade é que, se todos nós pensássemos mais sobre a importância de sermos felizes com nossa atividade – independentemente de esse trabalho ser feito em ambientes de escritório, domésticos ou em outros lugares – o mundo seria, sem dúvida, um lugar melhor.

Recrutamento especializado

Infelicidade no trabalho é uma oportunidade

Em 2004, Daniel Kahneman, psicólogo ganhador do Prêmio Nobel, lançou um artigo apresentando uma nova maneira de avaliar a felicidade diária das pessoas. Ele chamou de “day reconstruction methodology” (na tradução para o português, "metodologia de reconstrução do dia"). Kahneman  perguntou a um grupo de pessoas o que eles fizeram durante um dia típico e pediu para que listassem a quantidade de tempo que eles passaram fazendo cada atividade. As respostas não foram nenhuma surpresa. Em sua maioria, as pessoas responderam que trabalhavam, socializavam, comiam, relaxavam, assistiam TV, se deslocavam de um lugar para outro, se exercitavam, cuidavam das crianças etc. Kahneman, então, perguntou o quanto eles gostavam daquelas atividades.

As coisas que as pessoas mais gostavam, novamente, não foram nada surpreendentes: atividades voltadas a relacionamentos, socialização, relaxamento e alimentação. No entanto, é importante destacar os dois itens que figuraram bem no final da lista: trabalho e deslocamento.

Quando pensamos em felicidade nesse tipo de contexto, parece bastante triste. Passamos a maior parte do tempo dedicados ao trabalho, mas para milhões de pessoas, o trabalho é a coisa menos agradável em suas vidas. De acordo com uma pesquisa recente da Robert Half em cinco países, incluindo o Brasil, enquanto 38% dos executivos indicaram que suas equipes têm uma atitude positiva e 36% se sentem engajados e produtivos após seis meses de trabalho remoto, eles também afirmam que 22% dos colaboradores se sentem isolados, 20% estão deprimidos e 19% estão sobrecarregados/à beira do burn-out. Por tudo isso, não é surpresa que o monitoramento das cargas de trabalho (35%) e a avaliação do bem-estar dos funcionários e da saúde mental (34%) estão entre os principais desafios da gestão de equipes 'híbridas' em 2021.

Então, é definitivamente desafiador 'compartimentalizar' a felicidade em casa e a felicidade no trabalho. Muitas vezes, se estamos infelizes em casa, estamos infelizes no trabalho – um cenário que provavelmente será exacerbado pelo confinamento, onde "casa", para muitos de nós, é sinônimo “trabalho”.

Mas se há uma coisa que o mundo dos negócios nos ensina é a seguinte: para cada carência, há uma oportunidade. De fato, se estamos infelizes no trabalho, é importante avaliar a causa e olhar o fato como uma oportunidade de melhorar e entender como buscar a felicidade.

A felicidade no trabalho

A felicidade é um negócio sério. Sabemos que o estresse no trabalho pode causar desconforto e doenças. Quando você está feliz no trabalho, é menos provável que você adoeça. Você também é mais propenso a ter mais energia para sua vida privada. 

Além disso, há fortes evidências de que ser feliz no trabalho é um dos passos para se torna um profissional bem-sucedido, mais produtivo, inovador e um bom líder.

Comece com um espelho

Tornar-se mais feliz no trabalho começa com autoconsciência e com uma reflexão sobre como estamos indo. Para começar, faça-se as seguintes perguntas:

  • O que deu certo no último ano no seu trabalho?
  • O que há de pior no seu trabalho?
  • Do que você mais sente falta quando lembra de antes da pandemia?

Refletir sobre o último ano fornece um ponto de partida — uma avaliação de você neste momento. Para uma análise mais profunda, considere fazer o Friday One - Teste da Felicidade. É um teste de cinco minutos que fornece resultados personalizados em áreas críticas onde você pode fazer melhorias.

Uma vez que você refletiu sobre sua vida e fez o teste, é essencial reconhecer que existem algumas coisas que estão simplesmente fora do seu controle. Como alguém te trata, por exemplo, não é algo que você possa controlar diretamente. Mas isso pode ser uma boa razão para encontrar um novo emprego.

Como se tornar mais feliz

Seguem cinco passos para ser mais feliz no trabalho. Uma melhoria em qualquer uma dessas áreas provavelmente tornará seu dia a dia melhor e mais gratificante.

Conectar

É mais fácil fazer um bom trabalho quando somos felizes na companhia dos outros. Independentemente de essas conexões interpessoais acontecerem pessoalmente ou virtualmente, ambientes que proporcionam amizade, risos e um forte senso de pertencimento são mais propensos a ter equipes que encorajam, apoiam e apreciam uns aos outros. Tente fazer um novo amigo no trabalho. Nunca se sabe como essa amizade vai apoiá-lo mais tarde.

Seja justo

Agora, mais do que nunca, ser tratado com justiça e respeito é fundamental para um trabalho mais feliz. Florescemos mais em espaços onde as organizações respondem às nossas necessidades. Procure oportunidades de flexibilizar o trabalho e de apoiar os membros da equipe que precisam de mais flexibilidade – especialmente à medida que os impactos da pandemia continuam a evoluir.

Capacitar

Confiar nos outros e compartilhar responsabilidades é uma ótima maneira de se conectar e crescer. Quando nosso trabalho nos permite explorar nossos pontos fortes, a chance de crescimento é incrível. Encontre oportunidades onde você pode ser você mesmo e use seu próprio julgamento para completar tarefas.

Desafio

A felicidade no trabalho aparece quando sentimos que estamos progredindo. Embora isso seja mais desafiador e demande esforço, é o mantém o trabalho interessante. Quando temos espaço para desafiar um ao outro e a nós mesmos, somos capazes de alcançar grandes coisas.

Inspirar

Talvez um dos aspectos mais importantes do trabalho seja sentir que você faz parte de algo maior do que você mesmo. Você tem orgulho do que faz? Nosso propósito no trabalho pode nos sustentar em tempos difíceis. Você é mais do que um objetivo financeiro de curto prazo.

Há uma ideia comum de que o trabalho é a maneira de acumular o dinheiro que você precisa para que você possa ser feliz no futuro. Trabalhe duro agora para que a felicidade venha no futuro. Mas pense: isso é realmente uma boa forma de viver? Quando se trata de felicidade no trabalho, é possível que a felicidade leve ao sucesso em vez de pensar apenas no sucesso levando à felicidade.

Nic Marks é o CEO e fundador da Friday Pulse.

 

[1] Pesquisa on-line da Robert Half com 1500 executivos realizada em novembro de 2020. Foram 300 entrevistas cada na Bélgica, Brasil, França, Alemanha e Reino Unido. Os entrevistados incluíam Gerentes Gerais, Diretores Financeiros e Diretores de Tecnologia com responsabilidades de contratação entre pequenos (50-249 funcionários), médios (250-499) e grandes negócios (mais de 500 funcionários) de empresas privadas, listadas publicamente e do setor público. Várias respostas foram permitidas à pergunta 'Após mais de 6 meses de trabalho remoto, quais são as três características mais evidentes em toda a sua equipe?'.  'Trabalho híbrido' foi definido aqui como qualquer combinação de trabalho remoto e no escritório.

More From the Blog...