Confira as 3 principais tendências para a área de engenharia

Por Robert Half on 30 de outubro de 2020

Acompanhar as tendências para a área de engenharia é interessante tanto para as empresas como para os candidatos.

Munidos dessas informações, os profissionais podem fazer escolhas promissoras em cursos e atualizações para qualificação. Já as empresas abrem o leque de opções em segmentos de atuação, possibilitando mais eficiência e profissionalismo ao atendimento de suas demandas.

Para facilitar esse processo, reunimos as maiores tendências para a área de engenharia em um só artigo, com base no novo Guia Salarial da Robert Half. Continue a leitura e fique por dentro!

Tendências da Engenharia

Conheça as áreas da Engenharia que merecem a sua atenção.

1. Engenharia sustentável

O uso sustentável dos recursos naturais é uma preocupação de nível mundial, pauta de reuniões governamentais do mundo todo e uma das tendências para a área de engenharia e outros segmentos.

A engenharia sustentável surge nesse contexto, com destaque para a área de eficiência energética, na qual os profissionais são responsáveis por propor soluções para os processos e projetos, adotando conceitos de utilização racional dos insumos.

Para atuar com engenharia sustentável, os engenheiros devem buscar atualização constante e ter atenção a temas como legislação e inovação. Consequentemente, os recrutadores precisam atentar-se às certificações dos candidatos.

2. A volta da construção civil

Nos últimos anos, o setor de construção civil sofreu os efeitos negativos da crise econômica que assolou o país. Entretanto, desde 2019, apresenta indícios de retomada.

Apesar de a pandemia ter impactado diretamente no índice de confiança dos empresários da construção civil, o número de empresas do setor que entraram com pedido de abertura de capital na B3 (Bolsa de Valores brasileira) — aliado aos juros mais baixos, ao maior acesso ao crédito imobiliário por parte dos consumidores e das construtoras e à inflação controlada — indica esse apetite para o crescimento.

Como consequência, há um possível aumento na demanda por profissionais da área. Isso não é necessariamente um problema, já que a engenharia civil é uma das mais tradicionais e procuradas profissões entre os estudantes de engenharia.

Os recrutadores devem procurar um serviço especializado e contar com a ajuda da tecnologia para atrair os melhores candidatos. Estes, por sua vez, devem dedicar-se a realizar bons estágios, investir em cursos e trabalhar o networking para conquistar boas oportunidades.

3. Logística inteligente

A pandemia serviu para acelerar o processo de transformação da logística no meio digital. O e-commerce e o marketplace, que, em muitos casos, eram apenas projetos, saíram definitivamente da gaveta e não são mais uma questão de escolha. Tornaram-se uma necessidade.

Nesse novo cenário, reinventar-se é a palavra de ordem para os profissionais e as empresas que querem manter-se em evidência. Acompanhar as tendências e adotar uma logística inteligente e eficaz é fundamental para todo o processo de armazenagem e distribuição de produtos, promovendo a otimização dos custos e, consequentemente, a satisfação dos clientes.

Carreiras do futuro

Atenção às profissões dentro da área que estarão em alta nos próximos anos. Fique de olho nas carreiras abaixo.

Piloto de drone

A pilotagem de drones é considerada uma das carreiras do futuro para a área de engenharia. De acordo com reportagem publicada pelo Jornal Extra, só em 2018, a procura por esses dispositivos cresceu mais de 200%.

O uso recreativo e para fotografias deu espaço às práticas corporativas. Uma das áreas que descobriu o benefício dos drones é a engenharia civil, que usa esse recurso para:

  • captação de imagens térmicas;
  • fotogrametria;
  • inspeção de obras.

Engenheiro de inovação

A engenharia de inovação é um dos braços da engenharia que se relaciona diretamente com a tecnologia.

Esse profissional atua diretamente no planejamento e na implementação de processos, quase sempre tecnológicos. Por isso, sua contratação é comum em setores como da engenharia civil, mecatrônica e elétrica, de laboratórios, empresas da área financeira, institutos de pesquisa e desenvolvimento e negócios que prestam consultoria em inovação.

O engenheiro de inovação tem um papel muito relevante dentro de organizações que prezam pela manutenção da sua competitividade, já que está focado em buscar soluções viáveis — e claro, inovadoras — para a realidade do negócio. Basicamente, essas soluções devem descomplicar as atividades, baratear os custos e aprimorar a performance. Assim, entrega-se um serviço de alta qualidade, por um valor competitivo e em um curto espaço de tempo.

Recrutadores devem ficar atentos às competências técnicas e, principalmente, comportamentais: é essencial que os profissionais sejam criativos e proativos. Já os engenheiros que desejam trabalhar na área devem manter o foco na formação contínua, buscando atualização constante. 

Posições em destaque

Dentro das tendências e carreiras de Engenharia, há algumas posições em destaque. Confira abaixo:

Gerente de supply chain

Seguindo o mesmo raciocínio que as demandas na área de logística, o aumento do consumo pela internet e os avanços tecnológicos exigem um profissional capaz de organizar a cadeia de suprimentos — nesse caso, o supply chain.

Essa pessoa é capaz de organizar pessoas, recursos, tecnologias e informações envolvidos na movimentação de produtos e serviços, desenvolvendo um processo produtivo de qualidade, seguro e otimizado. 

Engenheiro de aplicação

O engenheiro de aplicação é o profissional ideal para trabalhar em projetos que exigem detalhes técnicos minuciosos, com um prazo real e uma estimativa de custos assertiva. Para chegar a esse objetivo, é necessário saber avaliar os processos e levantar as informações certas para atender às demandas de cada cliente.

Companhias que trabalham com equipamentos eletrônicos, eletrodomésticos e industriais prezam por esses profissionais, apontados como braço direito dos executivos de negócio e dos setores de criação e desenvolvimento de produtos. 

Habilidades comportamentais e técnicas

Independentemente das vagas aqui apresentadas, algumas habilidades comportamentais são apontadas como destaque, e serão cada vez mais avaliadas e exigidas dos profissionais nos processos seletivos. Entre elas estão:

  • agilidade;
  • comportamento;
  • comunicação;
  • equilíbrio emocional;
  • flexibilidade;
  • liderança.

Já entre as habilidades técnicas, os profissionais devem trabalhar no desenvolvimento constante das seguintes skills:

  • idiomas;
  • inovação;
  • sustentabilidade;
  • tech skills;
  • técnicas;
  • visão de negócios.

Para se manter atualizado sobre as tendências para a área de engenharia e o mercado de modo geral, a leitura é imprescindível. Há dezenas de conteúdos sempre atualizados na internet, tanto para quem busca emprego, como para aqueles que trabalham com recrutamento.

A Robert Half pode contribuir com informações atualizadas e de qualidade. Estamos preparados para atender candidatos e recrutadores. Entre em contato conosco e saiba mais sobre nossos serviços!

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

Hide Breadcrumb
Off
Hide Title
Off

More From the Blog...