Como se tornar um engenheiro civil? Descubra o que é necessário!

Por Robert Half on 31 de maio de 2022

Saber como se tornar um engenheiro civil dá ampla margem de vantagem para aqueles que desejam entrar no ramo. Não para menos, as perspectivas de crescimento futuro animam o setor e atraem novos profissionais. Apesar de crises pontuais, a construção civil costuma ditar a evolução da economia de um país.

Este artigo mostra exatamente quais são os passos para concretizar esse objetivo. Ao ler o texto, você saberá se vale a pena entrar nesse mercado, verá como é o dia a dia de um engenheiro civil e como se tornar um, além de conhecer as habilidades mais requeridas para a profissão.

Leia até o fim e fique bem informado!​

Guia Salarial da Robert Half​ ​

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

​ ​

Vale a pena ingressar no mercado de engenharia civil?

A construção civil é uma área muito sensível à evolução econômica, ao ponto de se tornar um indicador do crescimento ou do declínio de um país. Consequentemente, a recente turbulência no Brasil afetou o setor e a oferta de emprego das pessoas que atuam na área.

No entanto, as perspectivas se tornamo cada vez melhores para esse campo da engenharia. Isso acontece porque os engenheiros civis atuam em setores-chave para o equilíbrio financeiro do país. É por isso que uma eventual crise é de curto prazo e temporária.

Leia também: O que faz um analista fiscal e como seguir essa carreira?

Como é o dia a dia de um engenheiro civil?

Se você já se perguntou sobre o dia a dia de um engenheiro civil, fique sabendo que muito disso se condensa em analisar oportunidades, buscar alternativas e soluções para desafios de cumprimento e acompanhamento do andamento do projeto.

Por se tratar de um conjunto muito amplo de tarefas, é interessante que o interessado permaneça sempre na procura de mais conhecimento. Isso significa participar de reuniões e eventos para encontrar cursos adicionais, entender sobre o mercado e as tendências, ampliando sua compreensão.

Também, ressalta-se que o engenheiro civil deve estar registrado no Conselho Regional de sua categoria, que é o CREA. Sem essa inscrição, os profissionais não estão legalmente habilitados a exercer o seu ofício.

Como se tornar um engenheiro civil?

Veja, a seguir, um breve passo a passo com as principais dicas de como se tornar um bom engenheiro civil.

Confira!​

Está a procura de uma oportunidade?​ ​

A Robert Half é referência em recrutamento especializado e pode ter a vaga perfeita para o seu perfil. Veja as nossas oportunidades disponíveis e envie seu CV!​​

Aproveitar bem o curso na faculdade

O curso de engenharia de cinco anos vai além da sala de aula. As faculdades costumam fornecer centros de estudos, laboratórios, palestras, visitas de campo e outros meios que ajudam o aluno a receber mais saber sobre novas ciências aplicadas e, até mesmo, experiências de trabalho bastante boas.

A conversa com os tutores que conduzem as aulas traz uma visão de como é o trabalho do dia a dia e dados mais detalhados sobre as diversas companhias, pois além de sua especialidade, têm ampla experiência profissional. É relativamente comum que novas empresas de tecnologia ou outras organizações da área tenham parcerias com faculdades para engajar acadêmicos.

Escolher a especialidade

Atualmente, somente ter um diploma pode não ser o bastante para se tornar um expert na engenharia. Essa é a razão pela qual os cursos de especialização são tão importantes, pois é possível imergir na conjectura e ter importantes usos práticos do conhecimento.

Uma pós-graduação desvenda caminhos da profissão e põe o profissional de frente com outros engenheiros que trabalham na área. Isso aumenta as chances de conseguir uma colocação de grande destaque na engenharia civil, por meio de um networking qualificado.

Fazer estágios

É muito importante não ficar só na teoria e buscar experiências reais, mesmo durante o curso de engenharia civil. Algumas empresas aceitam estagiários já a partir do segundo ano de curso, mas a maioria prefere os alunos que já terminaram, pelo menos, o ciclo básico de engenharia.

Ainda assim, é preciso fazer o estágio obrigatório ao fim do curso. Ele contém uma determinada carga horária e só é possível se formar, de fato, após cumprir mais essa etapa. No entanto, não é preciso ter receio, pois o canteiro de obras será uma realidade na vida do futuro engenheiro. Quanto antes se acostumar, melhor.

Planejar a carreira

Seguramente, é muito importante ter um plano de carreira. O termo parece complexo, mas a ideia é muito simples: imagine como você se verá em seu auge como engenheiro e o que fará para chegar lá. No meio, adicione metas e como fará para alcançá-las.

Cada decisão que você toma ao longo de sua carreira profissional deve levar a esses objetivos, como uma profunda reflexão. O plano de carreira pode incluir cargos ou empresas específicas, e metas salariais. É significativo ser mensurável para você saber quando chegar no objetivo traçado.

Solicitar o registro no CREA

Os conselhos de classe são organizações formadas principalmente por indivíduos que trabalham em uma determinada vocação. O conselho de classe simboliza essa atividade, estabelece regras e regulamentos do setor, supervisiona o exercício da profissão e toma medidas para aplicar sanções.

O registro nos conselhos de classe visa assegurar à sociedade que somente profissionais com formação adequada podem exercer suas profissões. Para a engenharia, existe o CREA, no qual você deve solicitar o registro e despender uma taxa anual para solicitar a qualificação como profissional habilitado.

Acumular experiência

A maior parte do tempo, os engenheiros civis começam suas carreiras com um programa de aprendizagem. Assim, você conhecerá os termos aplicados, as normas e as legislações aplicáveis, os modelos de cálculo e os equipamentos necessários para a profissão.

Quando você ganhar experiência e autoconfiança, você começará a assumir tarefas mais desafiadoras. Com oportunidades reais de exercício do ofício, além de remunerações, bônus e pagamentos mais altos.

Confira também: Como se tornar um analista financeiro?

Quais habilidades fazem diferença na profissão?

Certamente, é necessário organização e disciplina, pois engenheiros trabalham com uma ampla gama de pessoas e dados. Comunicação e relação interpessoal, já que a engenharia civil envolve trabalhar com pessoas de diversos perfis. Até mesmo por isso, a inteligência emocional é bastante requerida.

A administração do tempo é muito importante, pois você pode tomar parte de projetos com verbas e términos preestabelecidos. A liderança deve ser uma forte habilidade, pois um líder é alguém que se destaca naturalmente dos outros por meio de seu carisma, opiniões criativas e ideia inovadora. Por fim, mas não menos importante, na realidade atual do mercado o conhecimento de inglês é fundamental para o desenvolvimento da carreira na engenharia civil. 

Para entender como se tornar um engenheiro civil, é necessário seguir o passo a passo de quem já teve sucesso na carreira. As recomendações sugeridas aqui são mais que validadas e, se for disciplinado, certamente você também conseguirá alcançar seu objetivo. Perseverança e muito trabalho complementam as soft skills necessárias para essa empreitada.

Gostou deste conteúdo? Então, não perca mais tempo e curta nossa página no Facebook agora mesmo!

Mais em nosso Blog