Quando você deve começar a discutir o salário em uma entrevista?

Por Robert Half 15 de outubro de 2019

Por mais promissora que seja a oportunidade, não há como negar que o salário é um fator importante ao aceitar uma oferta de emprego. Para muitos de nós, ser recompensado de maneira justa por nossas habilidades e experiência afeta a satisfação no trabalho.

Portanto, é importante abordar a conversa salarial com seu possível empregador no momento certo e com a preparação correta. Não fazer isso pode comprometer sua chance de garantir a vaga.

Aqui estão três fatores a serem considerados antes de começar a discutir o salário durante o processo seletivo.

1. Evite conversas salariais durante a fase do namoro

A primeira entrevista é uma oportunidade para o empregador conhecer você e identificar seus atributos e pontos fortes. Antes de iniciar um diálogo sobre suas expectativas salariais, você precisa mostrar a adequação para a função e garantir que o trabalho seja adequado para você.

Esperar até a segunda ou terceira entrevista é o mais sensato a se fazer na hora de discutir o salário. Quando estiver confiante de que a empresa está interessada, você pode colocar suas cartas na mesa.

2. Não insinue que o dinheiro é seu único motivador

Embora as oportunidades de um salário mais alto possam ser um catalisador para sua decisão de mudar de emprego, sugerir que essa é sua maior motivação é um erro grave.

Discutir o salário durante a entrevista inicial ou referenciá-lo em sua carta de apresentação ou currículo pode enviar a mensagem de que você valoriza os cifrões em vez de oportunidade e experiência.

3. Certifique-se de deixar espaço para negociação

Quando você decidir discutir o salário, forneça sua faixa salarial preferida. Mostrar que você é flexível é o primeiro passo para negociar uma melhor remuneração com seu empregador.

Arme-se com informações consultando colegas do seu setor e revisando um Guia Salarial para avaliar onde você se encaixa no mercado. Se você fizer sua pesquisa, negociará melhor. Antes de falar sobre dinheiro, lembre-se de se colocar no lugar de seu potencial empregador. Se você esperar até provar seu valor, provavelmente obterá o melhor resultado.

 

Agora, se você acha que o tópico do salário será levantado, aqui estão algumas dicas importantes para lembrar quando você deve começar a discutir o salário em uma entrevista:

Obtenha seus números corretamente

Faça bem seu dever de casa! Pesquise as últimas tendências salariais para sua cidade, setor e cargo, revendo pesquisas e publicações sobre remuneração, como o Guia Salarial da Robert Half, e conversando com colegas e recrutadores.

Apresentar um caso sólido ao discutir salários

Você precisa ser capaz de falar especificamente sobre suas habilidades, experiências e sucessos anteriores, especialmente aqueles que tiveram um efeito mensurável sobre os resultados.

Definitivamente, você será beneficiado quando chegar a hora da negociação salarial. Não tenha medo de mostrar seu entusiasmo pela vaga - sua paixão pode ser contagiosa.

Não fique à frente de si mesmo

Aguarde o recrutador iniciar a discussão sobre o salário e certifique-se de entender completamente os requisitos do cargo antes de responder a perguntas sobre o seu salário preterido.

Pergunte aos possíveis empregadores o que eles acham que seria uma faixa salarial apropriada para a posição, para que você evite dar um valor alto ou baixo ao discutir salário.

Não blefar

Nunca é uma boa escolha enganar um possível empregador sobre sua remuneração atual ou outras ofertas de emprego com uma remuneração maior, na tentativa de obter mais dinheiro. Em vez disso, enfatize o valor que você pode agregar à organização ao discutir o salário e seja honesto sobre a remuneração desejada.

Quando se trata de receber uma oferta de emprego e negociar salário, eis algumas considerações:

  • Sempre tente negociar - se você receber um salário que não atenda às suas expectativas, não há problema em solicitar uma compensação adicional. Os empregadores podem começar no limite inferior de sua faixa salarial, deixando espaço para mudar.
  • Pense além do pacote de pagamento - verifique a imagem completa ao avaliar uma oferta de emprego. O trabalho que você ama pode oferecer um pacote de benefícios generosos ou oportunidades de aprender e crescer com a empresa, o que pode compensar um salário inicial mais baixo.
  • Faça por escrito - Antes de aceitar uma oferta de emprego, certifique-se de receber uma oferta por escrito informando o salário. Nunca é uma boa ideia aceitar formalmente uma oferta de emprego sem vê-la por escrito.

Marcela Esteves, gerente de recrutamento da Robert Half, fala sobre o tema: 

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

More From the Blog...