Profissões em alta: Consultor Comercial

Por Adriana Fonseca

Uma das profissões em alta em 2017 é a de consultor comercial, segundo levantamento feito pela Robert Half. Isso porque no momento que as empresas começam a retomar seus negócios, primeiro contratam profissionais para a área comercial, para somente em um segundo momento recrutar para as áreas técnicas e operacionais.

Não são todos os setores que estão retomando as contratações do consultor comercial, mas alguns já começam a caminhar nesse sentido. São eles mídia, entretenimento, serviços e equipamentos médicos.

Carolina Cabral, gerente da divisão de engenharia da Robert Half, afirma que não existe um estereótipo de profissional ideal, pois isso vai depender da empresa contratante. De qualquer forma, é fundamental que o executivo tenha inglês fluente. Espanhol também costuma ser pré-requisito. “Para a hora que for preciso fazer negócio com empresas do exterior”, diz a headhunter.

Na entrevista de emprego, Carolina afirma que o profissional deve mostrar sua habilidade e capacidade em abrir novos mercados. “É o que chamamos no mercado de profissional ‘hunter’”, diz ela. Esse é o perfil que as empresas normalmente querem. O consultor comercial precisa estar comprometido em fazer o número de ligações e visitas que a empresa definir e ser analítico, para demonstrar seu trabalho nos relatórios que terá de entregar.

Vale lembrar que um profissional de vendas que quer conquistar uma nova vaga precisa ter disponibilidade para entrevistas – por mais difícil que seja encaixar na agenda os encontros com o headhunter. “O contato pessoal é primordial para definirmos a contratação”, alerta Carolina.

* Adriana Fonseca é jornalista, tem 15 anos de experiência na cobertura de carreiras, empreendedorismo e startups e já publicou no jornal Valor Econômico, na Folha de S.Paulo e na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Compartilhar essa página