Por que você deve discutir a satisfação no trabalho com seus colaboradores

Satisfação no Trabalho

A felicidade e a satisfação dos colaboradores são fatores muito valorizados no mercado de trabalho atual. Então, quais são as melhores formas de discutir esses temas com sua equipe?

Maximizar a felicidade das pessoas é um tema cada vez mais relevante no mundo corporativo. Muitas empresas estão dando mais ênfase a "artifícios" de cultura no ambiente de trabalho, tais como horários de trabalho flexíveis e composição da equipe, na esperança de criar um time alegre e produtivo.

No entanto, muitas vezes a melhor forma de medir a felicidade da equipe é simplesmente conversando sobre o tema diretamente com os colaboradores. Mas, por que a satisfação no trabalho é tão importante? Que tipos de perguntas você deve fazer aos seus colaboradores para mensurar a felicidade deles – e como descobrir o que fazer para criar um ambiente de trabalho melhor para eles? Igualmente importante, como garantir que as medidas necessárias sejam tomadas para transformar essa conversa em uma ação?

Faça o download do material

Por que a satisfação no trabalho importa

Primeiro, porque faz bem para os negócios verificar regularmente como seus colaboradores estão se saindo no departamento “felicidade”. Estudos realizados pela Gallup, Towers Watson e PwC descobriram uma ligação positiva entre a satisfação no trabalho, a produtividade, os resultados financeiros e a satisfação do cliente.

A felicidade também tem um efeito significativo sobre a rotatividade da equipe. Embora seja difícil calcular com precisão o custo de ter que substituir um colaborador, de acordo com estimativas da Inc.com, esse valor pode chegar a até 150% do salário anual para cobrir o recrutamento, o treinamento e os custos de perda de produtividade para contratar um novo colaborador para o mesmo cargo. Nas pequenas empresas, isso pode ter um grande impacto nos resultados.

Na Austrália, por exemplo, um colaborador comum, trabalhando em tempo integral, gasta cerca de 25% da sua vida no trabalho, de acordo com o Australian Bureau of Statistics. Um estudo compilado pelo AMP e pelo Centro Nacional de Social e Modelagem Econômica incluiu uma média de 4,4 horas semanais gastas no trajeto de ida e volta para o trabalho. Esse é um tempo muito maior do que o que muitos colaboradores conseguem passar com a família e com os amigos. Tudo isso faz com que seja crucial que os empregadores incentivem ativamente um ambiente de trabalho que mantenha a equipe engajada, criativa e motivada.

Como você pode melhorar a satisfação do colaborador?

Em primeiro lugar, é importante descobrir se os colaboradores realmente se sentem realizados com seu trabalho e o que deve ser mudado, caso não se sintam. Isto pode ser feito durante a avaliação anual de desempenho, como parte de uma reunião de "acompanhamento" ou por meio de um questionário preenchido pelos colaboradores. As ações podem incluir perguntas, como:

  • Você acha seu trabalho interessante e significativo?
    Colaboradores tendem a ficar mais envolvidos com seu trabalho quando testamos os limites de suas habilidades e conseguem ver o seu valor no cenário geral. Esta é uma boa oportunidade de descobrir se o profissional pode assumir um projeto mais desafiador ou de mais responsabilidade.
     
  • Você acredita que o seu trabalho é reconhecido e recebe treinamentos suficientes?
    A maioria das pessoas quer crescer continuamente na carreira. Se você fizer com que os colaboradores se sintam apreciados pela qualidade trabalho, apoiá-los em suas metas de desenvolvimento pessoal e fornecer as oportunidades de carreira que desejam, há uma maior probabilidade de que eles fiquem na sua empresa em longo prazo.
     
  • Como você classificaria o seu relacionamento no local de trabalho?
    Uma grande parte da satisfação no trabalho se refere a como as pessoas trabalham em conjunto, por isso é importante que você pergunte aos colaboradores qual a visão deles com relação ao desempenho da sua equipe. Todos os integrantes assumem uma parte justa das tarefas da equipe? O quão bem os integrantes da equipe colaboram nas tarefas? E, eles sentem que a comunicação da equipe é sempre aberta e honesta?
     
  • Você acredita que há um nível de igualdade entre a gerência e os colaboradores?
    Existe uma relação direta entre o estilo de gestão da empresa e a satisfação de seus colaboradores no dia-a-dia. É importante entender se o colaborador acredita "O seu gerente fornece o treinamento e a orientação que você precisa?" e "O líder da equipe toma medidas quando há um alerta de desigualdade no local de trabalho?", são tipos de perguntas que podem ser feitas pela equipe de RH ou como parte de um processo geral de feedback.
     
  • Você se sente estressado ou capacitado?
    Estudos provam a ligação entre o estresse crônico no trabalho e o absenteísmo, o menor desempenho no trabalho e os problemas de saúde, até mesmo os graves, como a depressão. Às vezes, o stress é inevitável. Mas, esta pergunta pode ajudar a evitar conclusões do tipo "o que é bom para um, é bom para todos", que podem funcionar para alguns colaboradores, mas não para outros. Em vez disso, capacite seus colaboradores. Por exemplo, algumas pessoas podem se sentir estressadas pela falta de estabilidade no emprego e poderiam ser beneficiadas com um plano de carreira em longo prazo; outros talvez prefiram a flexibilidade de poder trocar de função até encontrar uma que os leve à satisfação no trabalho. Ao capacitar os membros de sua equipe para que possam conduzir as próprias vida profissional, eles se tornam mais propensos a desenvolver confiança com relação à própria carreira.

Implementando o plano de felicidade de um colaborador

Sentar com o seu colaborar para realizar uma "avaliação da felicidade" é o primeiro passo para melhorar a sua satisfação no trabalho. Seu próximo passo deve ser garantir que a discussão seja transformada em ação. Isto pode implicar:

  • Regularmente atualizar o desenvolvimento da carreira e/ou plano de treinamento do colaborador para lembrá-los de que eles estão contribuindo para a empresa e reafirmar que eles são a pessoa certa para o cargo
  • Acordar um horário de trabalho flexível que aproveite aqueles momentos do dia nos quais o colaborador é mais produtivo e comprometido
  • Sugerir atividades de redução de stress, tais como um programa de saúde e fitness ou um "detox digital" semanal
  • Convocar uma reunião da equipe e resolver problemas relacionados à equipe
  • Acordar uma data para a sua próxima revisão de satisfação no trabalho

Os colaboradores mais felizes se sentem apoiados pelos colegas e gestores, são apaixonados pelo seu trabalho e possuem as ferramentas e os recursos necessários para que sejam eficazes. Uma discussão aberta e honesta com seus colaboradores é um primeiro passo importante no sentido de tornar isso uma realidade.

Compartilhar essa página