Os erros que fazem o seu currículo ir para o lixo

Se bem feito, o currículo ajuda a contar a sua história profissional e será uma boa peça de marketing para lhe “vender” ao recrutador. É por isso que é preciso tanta atenção com esse documento. Quando se está buscando um novo trabalho, ele vai lhe ajudar a se destacar na multidão.

Só que alguns erros simples e corriqueiros podem lhe afastar da tão esperada vaga. Confira alguns:

1. Ignorar a gramática e errar na digitação 
Não há espaço para o desleixo quando o assunto é currículo. Uma pesquisa feita nos Estados Unidos pela CareerBuilder mostrou que erros de digitação já fizeram 58% dos recrutadores dispensarem um candidato. Por isso, além de usar o corretor ortográfico, leia o documento duas ou até três vezes antes de mandá-lo – e faça essas leituras com atenção e critério.

2. Incluir informações incorretas
Pode até parecer um tópico óbvio, que nem deveria ser listado, mas alguns detalhes errados - cometidos com uma certa frequência - podem mandar seu currículo para o lixo. Imagine, por exemplo, o telefone com um número trocado ou sem o DDD – e sem a cidade onde o candidato mora. É um detalhe, mas que já dificulta – ou até impede - a comunicação. Confusões com as datas dos últimos empregos também depõem contra. De nada adianta você citar habilidades como criterioso e detalhista se já no currículo o recrutador percebe que você não é.

3. Entregar sempre o mesmo currículo
Nem todo mundo sabe disso, mas é indicado refazer o currículo a cada vaga de emprego. Direcione os tópicos do documento de acordo com a descrição do cargo pretendido. Assim, vale enfatizar as suas experiências e habilidades com base na empresa que está recrutando e na vaga que está aberta. É algo que dá trabalho, sem dúvida, mas que aumenta as suas chances de seguir adiante no processo de seleção.

4. Falhar na objetividade
Profissionais que escrevem muito no currículo e são vagos com suas palavras acabam perdendo espaço para os mais focados e que usam os termos corretos. Por isso, vá direto ao ponto e destaque as suas conquistas em cada cargo anterior. Esqueça as generalidades e use o espaço para escrever o que diferencia você dos demais.

5. Ser muito direto no objetivo 
Antes, o mais comum era ser bastante objetivo logo no começo do currículo e informar o cargo pretendido. Agora, o que conta mais pontos positivos é fazer um pequeno resumo das suas habilidades no início do documento – assim como propõe o perfil no LinkedIn. E lembre-se de incluir nesse espaço as suas qualidades que serão úteis para o cargo pretendido. Só não exagere: de três a cinco frases são suficientes.  

Tags: Currículo

Compartilhar essa página