Jovens líderes: como ganhar o respeito da equipe

Por Fernando Mantovani

O conflito de gerações tem tomado conta das conversas nas empresas. Hoje, temos pessoas de diferentes idades trabalhando juntas e exercendo, inclusive, a mesma função. Apesar de desafiadora, essa mistura de experiência, conhecimento e informação é muito rica para o ambiente de trabalho, mas é importante que todos estejam dispostos a encarar os lados positivos das diferenças.

E quando o profissional mais jovem é justamente o líder do grupo? O que ele deve fazer para conquistar o respeito da equipe e como os profissionais mais experientes devem lidar com essa situação?

Não dá para negar que alguém com dez ou vinte anos a mais já vivenciou muitas situações e tem mais bagagem e histórico profissional. No entanto, isso não é sinônimo de preparo para assumir alguns desafios, como a liderança, por exemplo. O aspecto de liderança não está relacionado à idade e, sim, aos fatores comportamentais que a pessoa têm para influenciar o grupo. Ela consegue ganhar o engajamento e comprometimento das pessoas quando conquista a confiança da equipe, mesmo que seja anos mais jovem.

Atitudes de um jovem líder

É cada vez mais comum esse movimento dos jovens líderes assumindo seus postos em muitas empresas por aí. Para os mais experientes e maduros, é importante saber encarar esse movimento do mercado de trabalho e aproveitar esse convívio para se reciclar e trocar conhecimentos.

Por outro lado, o jovem líder também precisa fazer sua parte. Confira abaixo algumas atitudes que todo jovem líder deve ter para formar uma equipe de sucesso:

Flexibilidade – adapte sua comunicação a cada público e saiba lidar com as diferenças de pensamento e cultura.

Humildade – escute seus colaboradores e, mesmo que esteja em uma posição de liderança, muitos de seus colegas são mais velhos e mais experientes. Seja humilde para ouvir e estratégico para mostrar que se preocupa com o todo. Dessa forma conquistará melhor a confiança da equipe.

Segurança – confie em sua capacidade de fazer as coisas e de repassar o que precisa ser feito.

Confiança – esteja aberto a novas ideias, confie no trabalho da equipe ao delegar tarefas e promova a inclusão e integração no ambiente de trabalho.

Coragem – seja o agente de mudança e não tenha medo do novo.

Lembre-se, como já disse Mark Zuckerberg, criador do Facebook e exemplo quando o tema é liderança jovem: “Mesmo que a nossa missão soa grande, começa pequena – com a relação entre duas pessoas”. Esse é o segredo de uma boa liderança!

* Fernando Mantovani é diretor geral da Robert Half

Compartilhar essa página