Horário de verão: como encarar a segunda-feira?

Tradicionalmente – e de acordo com alguns estudos - a segunda-feira é o dia mais improdutivo da semana. A maioria dos funcionários precisa de algum tempo antes de “entrar em forma” e começar a trabalhar após o fim de semana e fazer o trabalho.

Mais difícil ainda é o primeiro dia útil após a chegada do horário de verão. É comprovado que a mudança afeta não apenas o nosso sono, mas também a nossa concentração.

Como encarar a segunda-feira

Algumas medidas simples, mas efetivas, podem ser tomadas para tornar esta segunda mais produtiva – ou, ao menos, menos arrastada.

Os gestores podem, por exemplo, ter o cuidado de manter o menor número possível de reuniões na segunda-feira e transferi-las para outro dia da semana. Se o tema exige concentração alta, esse adiamento seria ideal.

Além disso, evitar temas árduos ou tomadas de decisões importantes nas primeiras horas do dia também pode ajudar.

Na segunda-feira, vale procrastinar, mas sem exageros

Os funcionários que sofrem com a mudança não devem começar a segunda-feira com tarefas que exijam maior concentração. Se possível, as adie para a terça-feira - este é o dia mais produtivo da semana de acordo com um estudo da Robert Half nos Estados Unidos! Nas primeiras horas do dia, dedique-se a atividades que não exijam muita concentração ou esforço, como, por exemplo, arrumar o local de trabalho ou limpar a caixa de e-mails.

Para amenizar a fadiga, exercite-se e tome um pouco de ar. Caminhadas de 15 minutos na hora do almoço ou em algum intervalo já são suficientes para ficar mais alerta e concentrado.

Lembre-se: o nosso corpo se adapta fácil às mudanças e bastam três ou quatro dias para deixarmos de sentir qualquer efeito da alteração do horário. Para aqueles que gostam dos dias mais longos, aproveitem. Quem ainda não está convencido dos benefícios, é só começar a contagem regressiva para a nova mudança, que acontece em 17 de fevereiro de 2018.

* Este artigo foi traduzido e adaptado da versão originalmente publicada no blog da Robert Half da Alemanha. Leia artigo original: Die Zeitumstellung geht Ihnen auf den Zeiger? Tricks gegen das Leistungstief

Compartilhar essa página