Hobbies criativos melhoraram a produtividade

Hobbies são hobbies. Não é preciso uma razão para ter um. Mas e se uma pesquisa indicasse que eles aumentam a produtividade? Bom, então melhor ainda. Um estudo feito por psicólogos da San Francisco State University, nos Estados Unidos, analisou de que forma hobbies criativos - tricotar, cozinhar, pintar, fotografar ou cuidar do jardim - podem afetar a vida profissional das pessoas. A análise com 350 profissionais mostrou que aqueles que se envolvem com um hobby criativo têm desempenho entre 15% e 30% melhor no trabalho, se mostram mais dispostos a colaborar com o outro e são mais criativos ao desempenhar tarefas.

A equipe responsável pela pesquisa dá algumas explicações para isso. Uma delas é que, quando uma pessoa investe tempo em sua atividade criativa favorita, ela recarrega as baterias antes de voltar ao trabalho. Outra explicação é que ter um hobby pode significar uma forma de aprender mais sobre seus pontos fortes e fracos, conhecimento que acaba impactando positivamente na vida profissional. Outra conclusão: aqueles que têm um hobby também demonstraram mais controle e domínio. Independentemente do mecanismo, o que os pesquisadores descobriram é que aqueles que se dedicam a algum hobby são simplesmente pessoas mais criativas, que acabam levando esse tipo de habilidade para o trabalho.

Algumas empresas já perceberam que podem levar esses hobbies para dentro do escritório, permitindo, por exemplo, a decoração das mesas de trabalho. Ou então, realizando eventos de culinária com a equipe ou oferecendo oportunidades educacionais interdisciplinares.

Compartilhar essa página