Experiência do colaborador: qual é a sua importância e como melhorá-la?

Por Robert Half on 24 de março de 2021

A experiência do colaborador — também chamada de employee experience — é um conceito que defende a importância de as empresas investirem na jornada do colaborador durante todas as fases do relacionamento, desde o envio do currículo até o desligamento.

Envie sua vaga

Isso significa que, desde os métodos escolhidos para recrutar os candidatos, passando pelas ações de retenção de talentos, à atitude da empresa mediante o desligamento voluntário, ou não, influenciam nessa percepção. Que tal saber mais sobre o assunto e seus benefícios para os negócios? Acompanhe a leitura conosco.

A importância de investir na experiência do colaborador

No passado, as gerações valorizavam o trabalho tradicional e a longevidade dentro de uma empresa. Hoje, as prioridades mudaram. As novas gerações buscam por um trabalho que esteja alinhado aos valores, que garantam bem-estar e proporcionem uma experiência saudável. Trabalhar a experiência do colaborador tem impacto direto na produtividade e no nível de engajamento das equipes. Os primeiros contatos com o negócio e as ações promovidas no dia a dia trazem motivação.

As ações adotadas para melhorar a experiência do colaborador devem ser pautadas na sua evolução e no seu desenvolvimento. Ou seja, é preciso que ele seja estimulado a continuar avançando na sua relação com a empresa e entregando resultados cada vez melhores.

Diversos fatores influenciam nessa experiência. Podemos citar:

  • ambiente e infraestrutura de trabalho;
  • equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • flexibilidade no trabalho;
  • processos internos, como recrutamento e seleção;
  • relacionamento com os colegas.

Quanto mais a empresa investir nessas questões, maior será o retorno em produtividade e retenção de talentos. Além disso, esses fatores estão diretamente envolvidos com o employer branding, conceito que trabalha a empresa como marca empregadora e transforma o negócio no objetivo de carreira de grandes profissionais.

Meios de melhorar a experiência do colaborador

Agora que você sabe que a experiência do colaborador abrange todas as etapas do seu relacionamento com a empresa, veja algumas sugestões que trazem melhorias a essas percepções e os seus benefícios. 

Oferecer programas de bem-estar

Programas que incentivam o bem-estar físico, mental e emocional são importantes para a composição de equipes mais atentas e produtivas no trabalho. Investir em benefícios, como convênios com academias, plano de saúde, fornecimento de alimentação saudável, extensão da licença paternidade a um período maior do que 7 dias e implementação de programas de saúde e preparo físico no trabalho são apenas algumas ideias que vão ajudar você a trabalhar com um time mais engajado.

As novas gerações do mercado de trabalho valorizam mais a qualidade de vida que a remuneração em si. Portanto, elevar a experiência do colaborador por meio de um bom programa de benefícios e incentivo é uma boa maneira de fortalecer o employer branding e, consequentemente, a employee experience

Dar ouvidos e voz aos funcionários

Conversar com os colaboradores é essencial para entender seus desejos e suas demandas, identificar as falhas da empresa em relação à gestão do capital humano e garantir insights para melhorar a employee experience. As políticas de feedback podem ser implementadas em todo o ciclo dessa experiência, desde o recrutamento e seleção até o desligamento.

No entanto, mais que ouvir e dar voz aos profissionais, é preciso aplicar mudanças para que eles percebam que a organização realmente se preocupa com as opiniões e percepções. As chances de os colaboradores compartilharem essas informações quando sabem que serão ouvidos aumentam. Lembre-se sempre de que a fonte de informação mais valiosa para melhorar a employee experience são os colaboradores. Valorize-os.

Investir na comunicação interna

O objetivo da comunicação interna é manter a conexão entre a empresa e seus colaboradores e ganhar a confiança dos times. Por isso, não se trata apenas de divulgar as informações da empresa, mas de promover o senso de coletividade, incentivando os colaboradores a trabalharem juntos por um objetivo em comum e construir uma cultura corporativa forte e saudável. Quando os profissionais estão engajados com a empresa, eles são mais produtivos e se tornam defensores da marca. 

Criar um ambiente de crescimento

Boa remuneração e benefícios atraentes não são o suficiente para reter profissionais de talento. Grandes profissionais desejam crescer e têm maior probabilidade de permanecer na empresa se a mesma oferecer condições para progressão de carreira. Ao implementar programas de treinamento e desenvolvimento, os negócios não só ganham em relação à lealdade dos times, mas potencializam os seus resultados, já que a capacitação melhora a performance dos times e os seus resultados.

Aliadas aos programas de treinamento e desenvolvimento, estão as estratégias de progressão de carreira. Quanto mais os colaboradores evoluem, mais chances têm de conquistar novos postos na empresa. Isso aumenta o envolvimento dos profissionais, amplia o pool interno de talentos e atrai a atenção daqueles que ainda não fazem parte do quadro de colaboradores, mas estão em busca de uma boa oportunidade.

A relevância do recrutamento na experiência do colaborador

A etapa do recrutamento e seleção é um dos destaques da employee experience, pois é nesse momento que a empresa apresenta sua cultura organizacional para o candidato. Ainda que o profissional já saiba que esse é um bom lugar para se trabalhar, pois vem acompanhando a divulgação do negócio, é nesse momento que ele começa a vivenciar na prática tudo aquilo que era conhecido apenas em teoria.

Nesse contexto, é importante investir em processos que sejam rápidos e objetivos, para que o profissional não perca o interesse na empresa conforme avança pelas etapas ou seja recrutado pela concorrência durante esse tempo.

Tudo isso sem perder a qualidade, pois, além de apresentar a empresa, o recrutamento também é importante para que a empresa conheça o perfil do candidato e confirme se ele realmente está alinhado aos valores do negócio. Portanto, é fundamental que todas as etapas sejam bem estruturadas, desde a divulgação da vaga ou abordagem do profissional, até o feedback da entrevista.

Quando a empresa investe na experiência do colaborador e dos candidatos, ela está fazendo um investimento para o seu futuro. Quanto mais o empregador valoriza os profissionais, maior será o retorno em performance e rentabilidade.

A Robert Half pode contribuir para um processo de recrutamento e seleção de excelência. Entre em contato conosco e veja como podemos ajudar.

Recrutamento especializado

More From the Blog...