Demanda por talentos: como encontrar profissionais qualificados no mercado?

Por Robert Half on 6 de maio de 2021

Encontrar e contratar os profissionais certos é uma das principais atribuições do RH, mas essa não é uma tarefa simples. Em entrevista à Robert Half, 33% dos selecionadores afirmam que a escassez de profissionais qualificados é a principal preocupação no plano de contratação.

Outro dado importante é que, apesar de a taxa geral de desemprego ser alta — cerca de 13,9% aqui no Brasil —, esse número é bem menor entre profissionais qualificados: apenas 6,4%, segundo dados do IBGE. Isso ocorre porque esses profissionais encontram mais propostas de trabalho e conseguem se recolocar no mercado em menos tempo. Por esse motivo, é preciso ter atenção ao assunto.

Envie sua vaga

Nos tópicos seguintes, explicamos como encontrar profissionais qualificados no mercado de trabalho e atraí-los para o seu processo seletivo. Acompanhe.

Invista na sua marca empregadora

Por vários anos, a construção de uma marca foi pensada apenas para os consumidores, no intuito de atraí-los e convertê-los em efetivos clientes. Hoje, todavia, sabe-se que também é importante construir uma empresa pensada para os profissionais talentosos.

Em resumo, você pode entender a marca empregadora como um ímã de talentos. Ela torna a empresa mais atraente para os profissionais, garantindo que mais pessoas se candidatem aos cargos disponíveis. Assim, fica mais fácil encontrar profissionais qualificados.

Há muitas táticas úteis para investir na marca empregadora. O mais importante é utilizar os atuais colaboradores como promotores da marca, de modo que atuem como verdadeiros embaixadores da empresa, falando bem do trabalho para amigos e familiares.

Reforce a experiência dos candidatos

Ao longo do processo de recrutamento e seleção, os candidatos contam com uma série de pontos de contato com a empresa — ao se candidatar para o cargo e participar das entrevistas, por exemplo. A soma desses pontos de contato determina a experiência do candidato.

Ao formular uma boa experiência, a empresa terá uma série de benefícios, como mais motivação dos profissionais qualificados em permanecer no processo de seleção e o reforço da marca empregadora. Além disso, as chances de contratar os verdadeiros talentos são consideravelmente maiores.

Para reforçar a experiência, é preciso mapear seu processo de recrutamento, pensar nos pontos críticos e identificar como melhorá-los. Esse é um processo de demanda ajustes e melhoria contínua, de forma que a jornada de seleção seja aprimorada.

Desenvolva uma ótima descrição de vaga

A descrição da vaga é uma poderosa ferramenta para se conectar aos profissionais qualificados e engajá-los a participar do processo de seleção. Se a sua descrição de vaga é ruim, a empresa terá mais dificuldade para chamar a atenção dos talentos e engajá-los na seleção.

Na prática, a descrição da vaga deve fazer um breve resumo das competências técnicas e comportamentais demandadas pela empresa, além de falar um pouco do cargo vago, da equipe de talentos e do ambiente de trabalho. Essa é uma visão geral para o candidato.

Ao realizar a descrição da vaga, é preciso dosar muito bem a razão e a emoção. Se, por um lado, é preciso ser claro, técnico e objetivo, por outro, é preciso ser atraente, envolvente e até curioso. Desse modo, a empresa terá mais chances de engajar profissionais qualificados na seleção.

Conte com a ajuda da inteligência de dados

A inteligência de dados é uma importante aliada do processo de recrutamento e seleção, sobretudo ao buscar profissionais qualificados. Com dados volumosos, variados e verídicos, torna-se possível obter insights sobre os talentos e formular melhores táticas de aquisição.

Os dados que serão analisados podem vir de vários lugares, como da página de carreiras da empresa, do software de recursos humanos, das planilhas de recrutamento e seleção ou das redes sociais (especialmente o LinkedIn). É preciso investigar e identificar as fontes de dados que mais fazem sentido para a sua empresa, tendo em vista sua força de trabalho.

Na prática, o trabalho com dados para gerar inteligência ao recrutamento depende de três coisas: coleta, organização e análise. É necessário coletar dados de fontes confiáveis, depois organizá-los (em tabelas ou gráficos, por exemplo) e, então, analisá-los profundamente.

Defina os melhores canais de recrutamento

Para encontrar profissionais qualificados, é necessário investir em ótimos canais para o recrutamento. Esses canais vão fazer com que a sua descrição de cargo e marca empregadora cheguem até o talento, além de facilitar a candidatura ao processo seletivo.

Existem muitos canais úteis para fazer o recrutamento. O uso de redes sociais, páginas de carreira, bancos de talentos, portais de vagas e consultorias de recrutameto, por exemplo, pode fazer muito sentido para o seu empreendimento. É preciso investigar, identificar e adotar os canais certos.

A seleção dos melhores canais depende de duas principais coisas:

  • o nível da vaga aberta (operacional, gerencial ou c-level, por exemplo);
  • o perfil do candidato que quer contratar.

Depois de pensar sobre esses fatores, pode ser mais fácil definir os canais mais úteis.

Melhore continuamente seu processo

A contratação de profissionais qualificados é um processo. É preciso se conectar e selecionar talentos para, na sequência, efetivá-los ao quadro de trabalho. Por esse motivo, é possível pensar em uma dinâmica de melhoria contínua e buscar resultados cada vez superiores.

Bons programas de melhoria contam com três etapas-chave: construir, medir e aprender. É preciso construir mecanismos para atração e aquisição de talentos, depois medir seus resultados e aprender com cada erro e acerto. Assim, fica bem mais fácil melhorar.

Invista em recrutamento especializado

Uma das principais práticas para encontrar profissionais qualificados é investir em recrutamento especializado. Esse recrutamento ajuda a olhar para cada candidato com mais profundidade e avaliar aspectos subjetivos, como o encaixe cultural (fit cultural).

Imagine, por exemplo, a contratação de um analista de mercado. Para que a entrevista seja profunda, nada mais justo que deixá-la sob os cuidados de um profissional do mercado financeiro. Logo, pontos específicos como M&A e Valuation podem ser explorados — o que seria difícil em um recrutamento tradicional. Se o objetivo é contratar um contador, o recrutamento especializado é conduzido por um talento de ciências contábeis.

Na prática, o recrutamento especializado pode ser desenvolvido com a ajuda da Robert Half, que é líder mundial no assunto. Assim, fica mais fácil chegar ao talento certo.

Recrutamento especializado

Agora você está por dentro do assunto, sabe como encontrar profissionais qualificados no mercado e entende a importância disso. Lembre-se que é possível investir em várias práticas, como o desenvolvimento da marca empregadora e o uso de dados volumosos. Recorrer a um recrutamento especializado também é crucial, pois deixa você mais perto dos talentos.

Gostou do nosso artigo? Aproveite, então, para entrar em contato conosco, conhecer um pouco mais do recrutamento especializado e descobrir como podemos ajudar!

More From the Blog...