Conheça as principais tendências de RH

Por Robert Half on 9 de dezembro de 2021
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

A cada ano, o setor de Recursos Humanos assume uma posição mais estratégica dentro das organizações. Os gestores já perceberam que as pessoas são as responsáveis por gerar bons resultados para as companhias, e investir nelas é a chave para ter sucesso. Atentar-se, portanto, às principais tendências de RH é fundamental para otimizar as ações.

 

Envie sua vaga

Cada vez mais, a área de RH demanda profissionais que apoiem a empresa e a equipe em qualquer ambiente de trabalho. Também é esperado que eles realizem uma gestão estratégica de benefícios, para atrair e reter os melhores talentos, mantendo o engajamento do time enquanto preservam a cultura da companhia.

Para ajuda você a entender quais são as principais tendências de RH, separamos os principais tópicos do Guia Salarial da Robert Half. Acompanhe!

Você pode se interessar também pelas tendências em:

Vendas e Marketing

Mercado financeiro

1. Transformação digital com a cultural

O avanço da transformação digital influencia diretamente na transformação cultural das empresas. Com isso, o profissional de Recursos Humanos ganha protagonismo, já que a área é a responsável por acompanhar as tendências, gerenciar o clima e engajar os profissionais.

Esse movimento alavanca a demanda pelo Business Partner, visto como um elo entre as necessidades das diferentes áreas da empresa.

Nesse cenário, conforme a pesquisa do Guia, algumas ações para melhorar a cultura organizacional e alinhá-la com a transformação digital são necessárias. Veja, a seguir:

  • 31% afirmam que é interessante oferecer treinamento e desenvolvimento;
  • 29% acreditam que é importante incentivar um ambiente de trabalho híbrido;
  • 28% acham que é preciso incentivar a comunicação e a colaboração da equipe;
  • 28% dizem que investir em iniciativas de bem-estar dos colaboradores é essencial.

Você pode gostar de: Por que o pacote de remuneração influencia na atração de talentos?

2. Benefícios como ferramenta de atração e retenção de talentos

O Guia Salarial da Robert Half revelou que 63% dos profissionais afirmam que os benefícios da empresa influenciam na atração e na retenção de talentos. Já 64% acreditam que a empresa na qual trabalham fez uma boa gestão dos benefícios durante a pandemia.

Quando se trata de atrair e reter os melhores talentos, os benefícios são tão importantes quanto o salário. Os profissionais da área de Remuneração e Benefícios estão atuando, também, no gerenciamento de custos, com o objetivo de gerar economia para a empresa, sem desmotivar o colaborador.

Assim, é possível considerar que o profissional ideal de RH também está sempre atento às novidades do mercado, e deve saber ouvir e se comunicar bem. Além disso, segundo o próprio Guia, deve ser focado em soluções/criatividade.

3. Diversidade, equidade e inclusão

Mais do que nunca, as empresas já reconhecem os benefícios de ampliar a diversidade, a equidade e melhorar a inclusão no ambiente de trabalho. Com isso, o tema entra nas agendas de discussão das empresas, mas ainda há muito a ser feito.

É evidenciada a necessidade de ampliar a oferta de cargos focados nas iniciativas de Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI), o que faz surgir novas carreiras. Para as grandes empresas, entra em cena o Chief Diversity Officer, ou líder de diversidade e inclusão.

Especialistas e analistas de DEI também estão em alta em empresas de diferentes portes e segmentos.

O tema também altera a estratégia de recrutamento e seleção das empresas. Veja os números a seguir:

  • 62% das empresas adaptaram os anúncios de emprego para atrair talentos mais diversos;
  • 43% começaram a usar currículos cegos;
  • 41% oferecem treinamento de viés inconsciente à equipe.

Leia também: 5 dicas práticas para a valorização dos funcionários

4. Cargos em alta

Para suportar todas as iniciativas de RH das empresas, a demanda por profissionais na área tem aumentado. De acordo o Guia Salarial da Robert Half, os profissionais mais procurados são:

  • business partner;
  • da área de Remuneração e Benefícios (analista sênior/especialista/coordenador);
  • da área de Treinamento e Desenvolvimento (analista sênior/especialista/coordenador);
  • gerente generalista;
  • gerente com foco em desenvolvimento organizacional;
  • da área de Recrutamento e Seleção (analista pleno/sênior).

5. Habilidades mais demandadas

A pesquisa evidenciou quais são as habilidades mais demandadas pelos profissionais. Acompanhe!

Habilidades técnicas:

  • programas de liderança;
  • estratégias de remuneração;
  • engajamento e ações de retenção dos profissionais;
  • inglês fluente;
  • estratégias de recrutamento e seleção.

Habilidades comportamentais:

  • comunicação;
  • relacionamento interpessoal;
  • foco em soluções;
  • visão analítica;
  • visão de negócios.

6. Setores que lideram as contratações na área de RH

De acordo com o Guia Salarial, os seguintes setores estão em alta na contratação de profissionais de RH:

  • tecnologia e Telecom;
  • startups;
  • varejo;
  • bens de consumo;
  • serviços;
  • indústria.

Atentar-se às principais tendências de RH é fundamental para que os profissionais da área possam se organizar e oferecer os melhores serviços a colaboradores e empresas. Isso contribui para a construção de diferenciais competitivos para o negócio, ao mesmo tempo que promove a valorização das pessoas.

CONFIRA NOSSAS ÁREAS DE RECRUTAMENTO

Se você gostou de saber mais sobre as principais tendências de RH, confira o Guia Salarial completo, disponível gratuitamente.

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

 

More From the Blog...