Como ter resultados positivos com uma equipe híbrida?

Por Robert Half on 27 de Janeiro de 2021

Uma equipe híbrida é aquela composta por trabalhadores que podem escolher se desejam trabalhar em jornada presencial, home-office ou mesclar as duas possibilidades. Este é um modelo de trabalho que atrai muitos profissionais.

Entre os vários benefícios, permite que os indivíduos mantenham a vida pessoal em equilíbrio com a profissional, resolvendo seus problemas sem interferir na produtividade, nos prazos de entrega e em outros aspectos que podem atrapalhar os resultados da empresa — o que também é uma vantagem para as organizações.

Se a sua organização está por dentro dessa tendência e acredita no sucesso das equipes híbridas, veja como construir um time engajado e produtivo!

Envie sua vaga

Centralizando a comunicação

Gerenciar trabalhadores remotos, em jornada presencial ou uma equipe híbrida, no geral, contempla os mesmos desafios. Um deles está relacionado à comunicação corporativa. Os membros da equipe devem encontrar um canal aberto e transparente para troca de experiências, sentindo-se seguros e capazes de confiar uns nos outros. 

Para isso, é necessário criar uma estratégia de comunicação eficiente. Não basta convidar os trabalhadores para uma vídeochamada, é necessário planejar um cronograma de reuniões, assuntos e tempo de duração.

O objetivo é centralizar o diálogo e equilibrar a frequência, para que os encontros sejam realmente úteis e possam agregar valor para a rotina das equipes. 

Aprendendo a reconhecer sinais de estresse

A jornada híbrida envolve o trabalho remoto, o que pode dificultar que o líder reconheça sinais de estresse e outras condições que prejudicam o bem-estar e a produtividade das equipes. É importante prestar atenção aos possíveis sinais de esgotamento.

Se alguém começa a se comportar de maneira diferente, é preciso verificar o que está acontecendo. Pode ser que algum membro das equipes estejam sobrecarregados, ou não saiba gerenciar corretamente o tempo entre a jornada presencial e o home-office.

Ajudar o colaborador a vencer esses desafios e dar o suporte necessário para encontrar o equilíbrio dentro do modelo híbrido é função da empresa e dos líderes dessas equipes e uma conduta fundamental para obter o sucesso por meio da força de trabalho.

Desenvolvendo uma cultura de trabalho remoto

Implementar uma política de trabalho remoto não significa simplesmente liberar os profissionais para exercer sua função fora do ambiente físico da empresa. Por mais que o contexto da pandemia tenha feito as organizações adotarem ao home office forçado, ainda assim é preciso considerar mudanças no mindset.

Dito isso, as empresas devem reestruturar a cultura de trabalho, tornar os processos mais inclusivos para os colaboradores que estiverem em casa e eliminar qualquer prática que pode afetar essas pessoas de modo negativo.

Por exemplo, as reuniões não precisam ser centralizadas nos escritórios, elas podem ser realizadas por mecanismos virtuais. No entanto, algumas vezes por ano, é necessário que elas ocorram pessoalmente.

Nesse sentido, é possível estabelecer um calendário onde os principais encontros exijam a participação presencial, enquanto outros possam acontecer via Zoom, Google Meet. Microsoft Teams e outros aplicativos.

O importante é garantir que a experiência do colaborador seja a mesma, independentemente da jornada escolhida.

Preparando as lideranças

No ambiente corporativo, os líderes são os referenciais dos colaboradores sobre a cultura organizacional e tudo o que permeia o negócio. A empresa pode investir no modelo de trabalho híbrido, preparar o ambiente e seus processos para esse formato, mas tudo pode ir por água abaixo se quem ocupa a posição de liderança não estiver preparado.

O líder, mais do que qualquer outro profissional, deve estar ciente do perfil do novo modelo de jornada. É preciso desapegar dos velhos hábitos e aderir a novas práticas como, por exemplo, aprender a lidar com indicadores de produtividade e cobrar a equipe pelos resultados entregues e não somente pelo tempo dedicado ao trabalho.

Esse preparo é de responsabilidade da empresa como um todo. É necessário submeter os gestores a treinamentos e programas de desenvolvimento, e criar um plano de ação que permita que essas pessoas estejam alinhadas ao modelo de trabalho híbrido e também com as equipes. 

Fazendo com que a equipe se sinta segura

Manter uma equipe híbrida — especialmente nos primeiros meses após a troca do modelo de jornada — pode trazer insegurança para os envolvidos. Os períodos em que passam fora do escritório podem despertar a falsa sensação de que precisam mostrar serviço e, por isso, fazer com que trabalhem mais horas que o necessário. Isso pode sobrecarregar os times.

Além disso, essa falta de segurança pode fazer com que caia a produtividade e o engajamento no trabalho, já que os colaboradores sentem que seus empregos estão ameaçados.

Para evitar essas situações, é importante agir com transparência, reconhecer os resultados alcançados e praticar o feedback constante. Dessa forma, as equipes vão se sentir incluídas, monitoradas, respeitadas e seguras para trabalhar em jornada remota sempre que necessário.

Mantendo-se informado sobre tecnologia

O uso da tecnologia no mundo corporativo não é uma novidade. As ferramentas para facilitar a rotina nos escritórios vêm sendo utilizadas há muito tempo, e são fundamentais para o modelo de trabalho híbrido.

As empresas devem se manter atualizadas sobre os softwares disponíveis, que facilitam o trabalho das equipes híbridas e o controle dos gestores sobre esses trabalhos. Por exemplo, é possível adotar o controle de ponto eletrônico online, aplicativos para rastrear projetos e tarefas e compartilhar metas e prazos que precisam ser cumpridos.

Além disso, é necessário ficar de olho nas ferramentas para videoconferência e suas atualizações, já que esses são os principais instrumentos para viabilizar reuniões e encontros virtuais.

Outro ponto que merece destaque é o armazenamento em nuvem. Como os colaboradores trabalham em jornada presencial ou remota, é necessário que os arquivos sejam guardados em segurança e possam ser acessados rapidamente, de qualquer lugar com internet.

O sucesso de uma equipe híbrida deve ser medido pela produtividade, e não pelo tempo em que os colaboradores passam conectados. Nesse processo, é preciso considerar as necessidades específicas das jornadas presenciais e remotas e encontrar o ponto de equilíbrio para uma gestão eficiente.

Encontrar talentos e alinhá-los ao modelo híbrido pode ser desafiador. Aproveite que está aqui e leia sobre as vantagens de contar com o apoio de uma consultoria em recrutamento especializado.

Recrutamento especializado

More From the Blog...