Como novos chefes se saem bem

Por Robert Half 22 de agosto 2017

Por Adriana Fonseca

Os primeiros 90 dias no trabalho novo são cruciais para qualquer gestor. A afirmação é do especialista em transição de liderança Michael Watkins, autor do livro “Os Primeiros 90 Dias”. Ele, inclusive, dá uma série de dicas do que fazer para enfrentar esse período desafiador.

Abordando o mesmo tema, o consultor americano Jim Morris, especializado em liderança, afirma que vencer com um time novo não é tarefa fácil. Segundo ele, não importa se você tenta ser sensível ou se evita erros típicos de novos gestores, apenas o fato de você estar lá vai causar instabilidade no time. É um fato que, aliás, não deve ser levado para o lado pessoal.

De qualquer forma, Morris cita cinco táticas que vão ajudar os novos líderes a superar esse choque inicial.

1. Celebre as conquistas da equipe

Pergunte para cada membro do grupo o que eles mais se orgulham de terem feito até hoje.  Fale sobre sucessos e falhas e como esses eventos impactaram as pessoas. Ao mesmo tempo que as respostas vão lhe ensinar sobre o que faz a equipe ser forte, celebre as conquistas.

2. Entenda a cultura da equipe

As crenças, premissas e regras não escritas que guiam o comportamento das pessoas são questões sensíveis. Faça o seu melhor para não julgar e aprender com isso. Ninguém gosta de ficar ouvindo que sua cultura é errada ou ultrapassada, mesmo que ela seja. Um exemplo? Vamos supor que as pessoas tenham o hábito de conversar na beirada das mesas ao longo do dia. Se você acha que as conversas deveriam migrar para o ambiente virtual, em uma ferramenta de chat adequada, para melhorar a produtividade, não force uma política de silêncio nos primeiros dias. Uma ação mais inteligente é esperar e conversar com os membros da equipe sobre como você acha que essa mudança poderia ser útil.

3. Arregace as mangas e trabalhe

A primeira impressão realmente conta, e as pessoas gostam de ver que seus chefes se importam. Não tenha receio de ajudar o grupo que está sob pressão em algum projeto com prazo curto. Se você pode ajudar, coloque a mão na massa.

4. Vá primeiro

Não fique esperando que as pessoas venham até você. Lembre-se de que um dos maiores desejos das pessoas é ser visto e reconhecido. Então, ande pelo escritório, se apresente e faça perguntas. Pode parecer estranho em um primeiro momento, mas conhecer as pessoas é um grande primeiro passo para construir credibilidade com os funcionários.

5. Crie uma declaração de equipe

Trata-se de uma afirmação das crenças e valores que guiam as ações do time. Peça ajuda para criar essa declaração. O texto pode motivar a equipe diariamente e ajudar no senso de união. Como exemplo, uma declaração de um grupo de design de uma empresa de planejamento urbano: “Nós existimos para criar espaços de brincar significativos para crianças e comunidades. Apesar de sermos arquitetos, artistas e designers, somos organizadores de comunidades. Nosso compromisso com a excelência e com cada um é o que nos abastece, e quando nós fazemos as coisas bem-feitas, nosso cliente nos paga”.

* Adriana Fonseca é jornalista, tem 15 anos de experiência na cobertura de carreiras, empreendedorismo e startups e já publicou no jornal Valor Econômico, na Folha de S.Paulo e na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

More From the Blog...