6 dicas para promover ações voltadas para a saúde mental no trabalho

Por Robert Half on 27 de julho de 2020

Os problemas com a saúde mental no trabalho são responsáveis, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), por grande parte da perda de produtividade e, consequentemente, interferem nos resultados das empresas. 

A depressão e a ansiedade estão entre os principais transtornos identificados, principalmente em tempos de incertezas. Por isso, além de evitar as complicações para o negócio, assim como para os colaboradores, os motivos pelos quais as empresas devem se preocupar com a saúde mental de sua equipe também estão relacionados com o clima organizacional.

Para saber mais e começar a promover ações voltadas para a saúde mental no trabalho, separamos dicas que ajudam a melhorar essa questão de forma eficiente. Confira!

Importância da boa saúde mental no trabalho

Você valoriza seus colaboradores? Essa é uma das primeiras perguntas que os gestores precisam se fazer, promovendo um autoconhecimento. Não adianta buscar estratégias para diminuir os estresses causadores de males para a saúde mental, se você não se faz o mínimo para manter uma boa relação entre as equipes de trabalho.

Também, é importante que os gestores estejam saudáveis, já que a real importância da boa saúde mental dos colaboradores no ambiente de trabalho é a manutenção de um local acolhedor, respeitoso e produtivo.

De que forma isso auxilia no aumento da produtividade, da motivação e, consequentemente, na melhora dos resultados da empresa? Incentivando e sendo reflexo de bons hábitos é possível promover as ações que entendemos como um primeiro passo para essa mudança necessária nos novos modos de existir no mercado de trabalho. Vejamos algumas ações essenciais!

1. Implemente um programa de saúde mental

Depois de analisar a realidade da sua empresa, verificando as necessidades em relação aos problemas com a saúde mental dos colaboradores e gestores, chegou o momento de implementar um programa direcionado a essa questão.

Ele deve ser um conjunto de iniciativas com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos profissionais. Ninguém se sente bem trabalhando sob pressão, mas muitas vezes é preciso lidar com situações de estresse. Por isso, as estratégias devem ser voltadas para as formas de enfrentar os acontecimentos adversos sem prejudicar a si mesmo e a empresa.

2. Ofereça benefícios

O principal benefício relacionado ao bem-estar é o plano de saúde, porém, além da cobertura de psicólogos e psiquiatras já oferecida, que tal pensar na contratação de um profissional para conversar com os colaboradores mensalmente? Pode ser uma boa forma de incentivar os colaboradores a olharem para a própria saúde mental.

Além disso, pensar em incluir na lista de parceiros as empresas ligadas à saúde mental, oferecendo descontos, pode colaborar para o equilíbrio do funcionário, que sabe que pode contar com alguma ajuda externa nesses momentos.

3. Incentive atividades físicas

As atividades físicas trazem benefícios para o corpo e para a mente, mas nem sempre o colaborador tem tempo disponível para se dedicar à academia ou até mesmo para fazer uma caminhada. 

Existem vários educadores físicos que disponibilizam serviços específicos para empresas, como exercícios laborais e atividades recreativas. Os momentos de lazer também são essenciais para manter uma boa saúde mental e podem fazer parte do dia a dia da própria empresa.

4. Apoie os colaboradores

Apoie campanhas das quais os familiares dos colaboradores estão envolvidos. Além disso, faça eventos para incentivar a amizade dentro da empresa, assim você mantém todos conectados, evitando as famosas panelas.

Quantas vezes você agradeceu seus colaboradores no último mês? Você precisa deixar claro que está preocupado com a saúde deles. Para isso, deixe recados, envie mensagens e converse com eles. Você só saberá quem precisa de apoio mais específico, como um acompanhamento psicológico, se tiver uma relação de troca eficiente.

5. Mantenha um canal ativo de feedback

A saúde mental, por mais que seja um assunto em voga na sociedade moderna, ainda é um tabu para muitos empresários e, principalmente, para grande parte dos trabalhadores. Algumas vezes, nenhum deles conseguem identificar esses problemas, tratando o estresse constante, a ansiedade e até mesmo a depressão com naturalidade.

Ao tomar essas atitudes todos saem perdendo, é por isso que a comunicação interna precisa ser mais saudável. Os colaboradores podem não se sentir confortáveis em uma conversa aberta, mas desabafam em espaços como fóruns e canais particulares, mesmo que seja um e-mail. 

6. Use a tecnologia a seu favor

Para que todas as ações relacionadas até aqui sejam contempladas dentro da sua empresa, a tecnologia é a sua maior aliada. em tempos de distanciamento social, invista em atividades e maneiras de manter o relacionamento e o contato com os colaboradores de maneira virtual. Happy hours, cafés e outras experiências que antes eram feitas apenas presencialmente podem ser migradas para o ambiente virtual como uma alternativa para evitar que o distanciamento social cause danos emocionais e motivacionais aos colaboradores. 

O papel do líder

Alguns erros comuns dos gestores podem comprometer a saúde mental dos trabalhadores e gerar consequências para a empresa. Não se pode mais negar a importância da preocupação com a saúde mental no trabalho. É necessário entender como esses problemas se desenvolvem e procurar soluções conjuntas para eles.

Todos os cuidados com a saúde mental no trabalho são válidos e eles vão desde a comunicação, passando por atividades físicas e de lazer até a prática de meditação. Nesse contexto, manter a mente relaxada ajuda na concentração e, por consequência, aumenta a motivação e a produtividade. 

Agora que você já sabe como manter a boa saúde mental no trabalho é hora de promover essas ações, mas antes conheça uma técnica que pode ajudar no desenvolvimento da carreira — o mindfulness.

Hide Breadcrumb
Off
Hide Title
Off

More From the Blog...