A importância do inglês no mercado de trabalho.

Por Fernando Mantovani on 22 de agosto de 2022
Tempo estimado de leitura: 7 minutos

Por Fernando Mantovani

Em mais de dez anos de experiência com recrutamento e seleção, ainda me deparo com o mesmo problema: a negligência quanto à importância do inglês no mercado de trabalho. Mesmo com a popularização do ensino do idioma, o real domínio deixa a desejar.

 

Envie sua vaga

A importância do inglês para negócios

Certa vez, um candidato para uma posição de diretoria afirmou em seu currículo que tinha conhecimentos em inglês.

Suas credenciais eram excelentes e ele foi chamado para entrevista. Na conversa, ele disse que falava vários idiomas menos grego. Quando questionado sobre inglês, ele respondeu “inglês pra mim é grego” e sorriu. Pode até ser engraçado, mas nesse caso, ficou sem a vaga.

Hoje, a exigência do inglês no mercado de trabalho não está restrita a cargos altos ou grandes empresas. Um analista júnior, um estagiário ou recepcionista de uma companhia média pode precisar do idioma nas suas tarefas diárias. Para cargos mais elevados, então, ele é mandatório.

Engana-se quem pensa que é preciso morar fora para falar fluentemente. Sim, isso ajuda e acelera o aprendizado. Mas não é o único caminho. Conheço um bom número de pessoas que aprenderam muito bem o idioma sem sair do Brasil.

A grande diferença é que nesse caso não há outro caminho a não ser estudar muito e aproveitar todo o contato possível com a língua. É preciso colocar o livro sobre a mesa!

Se deseja sair do País, além do inglês, procure se envolver com atividades que agreguem ainda mais valor para a carreira.

Pode ser, por exemplo, trabalhos temporários, visitas a empresas, encontro com profissionais ou participação em eventos ou palestras. Isso vai provar ao futuro empregador que você se preocupou em aproveitar a oportunidade para ampliar os conhecimentos. 

Leia também: Expressões de negócios em inglês

Por que o aprendizado dessa língua é cada vez mais indispensável

Um fato que vem sendo muito presenciado por recrutadores e profissionais de RH e que precisa ser destacado, é que o idioma americano não se trata mais de um diferencial para o profissional. O inglês se tornou um pré-requisito básico para muitas funções e contratações. 

Na realidade falar fluentemente o inglês te posiciona à frente da concorrência. Principalmente, se a vaga que está à disposição necessite de profissionais que realmente saibam se comunicar em um segundo idioma. 

Profissionais que possuem habilidades voltadas para outros idiomas passaram a ser muito mais requisitados por recrutadoras e departamentos de seleção. Isso porque, a segunda língua proporciona ao futuro colaborador uma melhor interação com as novas tecnologias e muitas oportunidades profissionais. ​

Está a procura de uma oportunidade?​ ​

A Robert Half é referência em recrutamento especializado e pode ter a vaga perfeita para o seu perfil. Veja as nossas oportunidades disponíveis e envie seu CV!​ ​

Motivos pelos quais o inglês é importante no mercado de trabalho

Saiba de uma vez por todas porque você deve investir na fluência da língua.

Expansão das oportunidades

As melhores oportunidades de emprego presentes no mercado necessitam de profissionais que possam se comunicar mundialmente, sendo necessário o inglês. Por isso, se seu sonho é trabalhar em grandes corporações multinacionais, qualifique-se. 

Melhores salários

O fato de empresas multinacionais ou aquelas que se relacionam globalmente serem as mais disputadas por profissionais, é exatamente pelos benefícios que ela proporciona aos seus colaboradores, e salários consideravelmente maiores.

Entretanto, para ser aprovado em um processo seletivo ou até mesmo receber uma promoção de cargo é exigido que o colaborador possua habilidades específicas, como o inglês.

Além disso, pessoas que são fluentes em inglês geralmente possuem maiores possibilidades de ocupar cargos de liderança. 

 Possibilidade de atuar no exterior

Se o seu sonho é seguir carreira profissional fora do Brasil, é fundamental que seu inglês esteja na ponta da língua. É comum ouvir profissionais comentando sobre oportunidades de vagas que surgem no exterior mas que não são ocupadas.

Nesse caso, possuir o idioma americano abre grandes possibilidades de se candidatar e até mesmo ser contratado. Mas para isso ser possível não se esqueça de também melhorar a escrita.

Existem países como o Canadá e a Austrália que desenvolvem programas de imigração para profissionais qualificados em várias áreas. 

Aumento de contatos profissionais

O popular networking é fundamental para quem deseja crescer profissionalmente e construir uma carreira sólida. Ser fluente em inglês no mercado de trabalho pode ampliar sua rede de contatos, assim como as possibilidades de conhecer outros profissionais. 

Assim, se torna possível aumentar as oportunidades de empregos ou de crescimento na empresa, por exemplo. 

Aprender novas culturas

Saber inglês não traz apenas benefícios profissionais, mas também gera possibilidades de conhecer novas culturas e lugares pelo mundo afora. Além disso, vale lembrar que é comum que profissionais precisem viajar para outros países a negócios pela empresa.

Esse tipo de situação é benéfica para o colaborador e para a organização. Pois, assim, a companhia poderá manter o relacionamento com seus fornecedores e clientes estrangeiros.

Como aprimorar o seu nível de inglês e falar do inglês avançado obrigatório

É essencial destacar que partir do inglês de nível intermediário para o inglês avançado depende de tempo de estudo e necessita de muita disciplina.

Entenda que reservar duas horas por semana para estudar inglês não vai te trazer grandes ganhos a curto prazo. 

Porém, se você torna o idioma parte da sua rotina diária, como mudar as ferramentas do seu smartphone para o inglês, ouvir músicas, ver filmes sem legenda e praticar todo dia, os efeitos positivos serão muito maiores e mais fáceis de serem notados.

Além dessas dicas existem outras ferramentas que podem ajudar no desenvolvimento da aprendizagem da língua estrangeira, veja abaixo.

Ouça Podcasts

Os podcasts são programas que estão na moda e por isso surgem novos canais com variados assuntos todos os dias.

Eles se tornaram bastante populares mundialmente na difusão de informação e debate, mas também servem como uma ótima ferramenta de aprendizado se ele for feito na língua inglesa. 

O espectador tem a liberdade de escolher desde assuntos que tratem de assuntos mais diversificados do dia a dia, ou dar preferência para aqueles programas que são dedicados especificamente para a prática do idioma.

O objetivo é aprimorar a percepção auditiva do inglês, e quanto mais ouvir, mais fácil será a compreensão e mais amplo será o vocabulário. 

Você também pode gostar de: O que avaliar em uma entrevista de emprego em inglês?

Investir em um curso de inglês presencial

Outra questão importante é procurar auxílio de profissionais qualificados da área. Ou seja, se matricular em um curso de inglês presencial que tenha aulas individuais e possibilite a imersão na língua inglesa conforme sua necessidade. 

Mesmo que o valor desse tipo de curso acabe sendo superior que outros, é importante perceber que o atendimento será personalizado e as experiências poderão valer mais a pena. 

Otimize a pronúncia 

Falar é bom, mas ter uma boa pronúncia é essencial. Na maioria das vezes o sotaque pode tornar a pronúncia das palavras um tanto confusas ou até mesmo erradas, por isso, é fundamental praticar.

Vale ressaltar que assim como ocorre no Brasil — cada região possui um sotaque e sua maneira própria de falar — também acontece em outros países. O inglês muda conforme a região, portanto, é possível que se depare com mudanças da língua que podem influenciar na aprendizagem. 

Faça um intercâmbio

A maneira fácil e certa para chegar na fluência é, sem dúvida, buscando uma experiência profunda na língua. Como o aluno já possui conhecimentos do idioma, a aprendizagem precisa ser mais intensa, ou seja, conviver diariamente e depender dela para se relacionar com outras pessoas estando fora da sua zona de conforto. 

Esse período fora do país acaba forçando a pessoa a colocar em prática os seus conhecimentos, além de deixá-la mais confiante para se expressar. E mesmo que no início a pronúncia não esteja perfeita, essa experiência constante possibilita o exercício do raciocínio rápido e da naturalidade na comunicação. 

É necessário que todo profissional acompanhe o andamento e as exigências do mercado, o inglês que antes eram um diferencial hoje se tornou uma habilidade básica num bom currículo.

Os avanços tecnológicos e a globalização permitem que o relacionamento entre as pessoas e as empresas se tornem mais fáceis, e consequentemente dependentes do inglês. Por isso, organize-se para aprender inglês e esteja qualificado para aproveitar as melhores oportunidades.

Inglês no mercado de trabalho é necessário de verdade. Aprenda, pratique e mantenha o aprendizado fresco em sua mente e garanta mais esse diferencial.

 

No vídeo abaixo, Alexandre Attauah, gerente sênior de recrutamento da Robert Half, fala sobre o tema:

Faça download do índice de Confiança Robert Half

O ICRH vai monitorar o sentimento de recrutadores, profissionais empregados e desempregados com relação ao mercado de trabalho e economia atualmente e para os próximos seis meses.

* Fernando Mantovani é diretor de operações da Robert Half Brasil.

Curta nossa página no Facebook e confira mais dicas valiosas para a sua carreira.

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

 

Mais em nosso Blog