Procrastinador, eu? Veja como melhorar seu desempenho no trabalho

Por Robert Half 26 de abril 2018

Por Juliana Porto

"Eu vou fazer isso amanhã", "Isso pode ​​esperar", "Eu tenho muito tempo" ... Se essas frases fazem parte de sua vida diária, é muito provável que você sofra de procrastinação, essa tendência para adiar o que você pode fazer no mesmo dia.  No trabalho, este tipo de atitude pode ter consequências muitos ruins, como estresse e culpa. Também podem evoluir para a criação de um ambiente ruim entre a equipe e o não cumprimento de metas. Veja como reagir:

Defina prioridades

Qual é a missão mais importante? O projeto mais urgente? O trabalho que parece ser o menos agradável? Faça uma lista rápida das tarefas que precisam ser feitas. Programe o seu dia! Não se esqueça de incluir também pausas e momentos dedicados ao tempo livre!

Pense nos seus objetivos: baby steps!

Quanto maior o seu objetivo ou a mudança que deseja fazer, mais opressor ele poderá parecer.

Então, se sua meta lhe parecer assustador, separe-os em passos gerenciáveis ​​- assim a mordida vai lhe parecer possível de abocanhar. Lembre-se, você não conhece todos os passos; apenas os próximos passos imediatamente à frente. Seus próximos passos se tornarão óbvios à medida que você os atinge.

Canalize o medo

O medo é uma emoção poderosa que pode manter-nos mirados em desculpas. Escreva como você vai se sentir em um ano se não fizer nada. Seja corajoso e realmente honesto consigo mesmo o custo da ação continuada. Afinal de contas, se você não mudar, nada vai mudar!

Aja bravamente todos os dias, comece hoje

Saia da sua zona de conforto pelo menos uma vez ao dia. Comece agora - antes de arrumar desculpas ou disfarçar-se de pura preguiça, tente novamente. Pode ser algo realmente pequeno. Não importa o quão rápido você está indo,  desde que esteja seja em direção ao que te inspira! Então, dê o primeiro passo, depois outro e outro. A vida pede ação!

Recompense seu trabalho

Qualquer técnica que você adote, considere recompensar o trabalho realizado. A recompensa é essencial para ficar satisfeito com o tempo que passamos trabalhando e motivar o que ainda precisa ser feito. Um episódio de uma série, um chá, uma ligação para um amigo ... o prazer é indispensável! Além de aplicar essas dicas e usar essas ferramentas, seja paciente: você precisa perseverar para mudar seus hábitos!

* Juliana Porto é jornalista desde 2005 e começou sua carreira escrevendo justamente sobre... carreiras! De lá para cá, já cobriu finanças pessoais, consumo e tecnologia em redações no Rio e São Paulo, mas sempre acaba voltando ao tema com que começou sua vida profissional.

More From the Blog...