Namoro no trabalho: como proceder?

Por Robert Half 10 de junho de 2019

Por Fernando Mantovani 

Em geral, passamos mais horas em contato com nossos colegas de trabalho do que com amigos e familiares. Além disso, nesse ambiente, é grande a chance de encontrarmos pessoas que tenham os mesmos gostos e interesses que nós. Em muitos casos, esses relacionamentos profissionais viram namoro ou casamento.

ENVIE SEU CURRÍCULO

Aproveito, então, a proximidade de mais um Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, para compartilhar cinco recomendações de comportamento para preservar a saúde do seu emprego, da sua carreira e, claro, do seu relacionamento:

  1. Procurem saber a política da empresa – Ainda que não proíbam, algumas companhias são mais conservadoras quando o assunto é relacionamento entre colaboradores, enquanto outras apresentam mais flexibilidade. Então, procure entender qual é o posicionamento da organização onde trabalha.
  2. Sejam discretos – Prefira tratar de assuntos pessoais em casa. Assim, evita-se, inclusive, que o seu relacionamento seja motivo de fofoca na companhia. Policie-se também quanto à troca de carinhos, aos apelidos e aos contatos físicos. Essas regras devem ser consideradas tanto dentro da empresa quanto em eventos corporativos.
  3. Escolham a hora certa de espalhar a notícia – Sugiro só expor o relacionamento aos demais membros do time se julgar que ele tem chance de evoluir para algo mais sério. E, neste caso, o chefe direto de ambos deve ser o primeiro a ser comunicado. Caso o relacionamento seja entre chefe e subordinado, recomendo que o assunto seja levado ao conhecimento do RH. A ideia é encontrar meios para que outros membros do grupo não se sintam prejudicados ou preteridos.
  4. Não se isolem – Na hora do almoço ou em outros intervalos, mantenham o hábito de almoçar com outras pessoas. Não é saudável perder o convívio com os demais. Lembre que o networking é fundamental em todos os momentos da carreira.
  5. Cuidado com troca de mensagens – Tenha consciência de que o e-mail, a intranet e as demais formas de comunicação da empresa são ferramentas profissionais. Dessa forma, não use esses meios para a troca de mensagens íntimas com a pessoa com a qual está se relacionando.

Mantenha a maturidade e o profissionalismo, caso o seu relacionamento evolua ou venha a ser interrompido. Na dúvida sobre qualquer atitude, use o bom senso ou tente uma conversa com um profissional do RH da empresa.

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

* Fernando Mantovani, é diretor geral da Robert Half

More From the Blog...