MUNDO VUCA - O que é isso? Como viver nele?

Por Robert Half 12 de dezembro de 2019

Por Maria Eduarda Silveira

VUCA é um acrônimo das palavras que estão em inglês: Volatility, Uncertainty, Complexity e Ambiguity (Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade).

Pense no seu dia-a-dia, em quais momentos essas palavras se encaixam na sua rotina? Muito provavelmente a resposta é: TODOS OS DIAS!

BUSCAR TRABALHO

Com o avanço da tecnologia, a “era cloud” e com toda a competitividade de um mundo que avança rapidamente, viver no mundo VUCA nunca foi tão intenso e desafiador. Nós, como profissionais, precisamos nos adaptar e correr atrás de habilidades comportamentais e emocionais que nos ajudem a driblar os momentos desafiadores e superar as barreiras que nos distanciam das nossas metas pessoais e profissionais.

Na outra ponta, as organizações, possuem um desafio gigante de gestão de pessoas e de negócios, uma vez que planejar metas de longo prazo, controlar todo o processo e motivar colaboradores necessita de um novo jeito de funcionar.

O planejamento de longo prazo pode existir, mas ele precisa ser revisto com uma frequência maior, uma vez que a VOLATIVIDADE dos negócios flui muito rápido. A agilidade com que as coisas acontecem exige que os profissionais e as empresas revisitem processos e alterem a rota - mais de uma vez, se for necessário. Neste momento, feedbacks constantes são importantíssimos para que os ajustes sejam feitos de forma eficaz.

A INCERTEZA está intrinsicamente ligada aos pontos abordados acima. Ela faz com que tenhamos que estar sempre atentos a essas mudanças, prevendo cenários futuros com dados do presente que podem alterar a qualquer momento. As necessidades mudam, inovações surgem e de repente tudo pode ser alterado.

A COMPLEXIDADE e a AMBIGUIDADE são representadas por meio do mix de gerações e da alta conectividade que fazem com que cenários possam ser interpretados de diversas maneiras e a complexidade na tomada de decisão aumente. Tomar decisões em um mundo ambíguo, respeitando as diferenças, é um ato louvável.

Habilidades necessárias para sobreviver:

Flexibilidade e Adaptabilidade- Ser flexível e estar aberto para as mudanças repentinas;

Interesse por aprender- Ir atrás de informações e novos conhecimentos além da sua área de atuação;

Integração com colegas de dentro e fora da sua equipe- Equipes integradas geram maior eficiência;

Mentalidade “fazedora” – Foco e disciplina para atingir resultados;

Resiliência - Aprender constantemente, aprimorando processos o tempo todo;

Sob o ponto de vista organizacional, as empresas precisam estimular um trabalho mais integrado e equipes multidisciplinares que consigam tomar decisões rápidas e que estejam focadas em solução e aprimoramento dos seus produtos e serviços.

A liderança tem papel fundamental nesse cenário. Criar um ambiente favorável à troca de experiências, novos conhecimentos e feedbacks constantes é essencial para motivar e engajar as equipes rumo ao resultado.

Muita gente acha tudo isso complicado ou até mesmo MIMIMI da geração, mas olhando por outra ótica, o mundo VUCA pede agilidade – ESTRATÉGIA BOA É ESTRATEGIA NA PRÁTICA! Deu errado? Corrige logo e ‘bora’ resolver, simples assim!

Vale lembrar que o aprendizado vem da ação e, por isso, é importante estar aberto a cometer erros.

E aí? Está preparado?

Projetos Especializados

Quer saber mais sobre essa modalidade de contratação? Acesse o e-book e tire suas dúvidas.

*Maria Eduarda Silveira é gerente de recrutamento da Robert Half

More From the Blog...