Como obter o melhor do networking: seja humano

Por Robert Half 5 de julho 2018

Por Juliana Porto

O networking pode parecer algo mecânico e, algumas vezes, até mesmo uma manobra fria e calculada para atingir determinado objetivo. Porém, isso não é verdade. É fato que para fazer isso de forma, digamos, humanizada, é preciso buscar uma verdadeira conexão com quem você deseja se relacionar. É incrível ver como o networking se torna efetivo à medida em que você tem interesse sobre a vida da pessoa e não para obter alguma vantagem, e ainda ver resultados nisso.

O networking é uma forma de conexão com pessoas que podem ajudá-lo a conquistar suas metas - e vice-versa. Se você quer que alguém faça algo por você, facilite as coisas para que isso possa acontecer. Todos nós precisamos e é uma boa ideia pedir ajuda.

Da mesma forma, o caminho inverso também é válido. Pode ser tão simples quanto perguntar: "O que eu posso fazer para ajudá-lo?". Isso vai mostrar a qualquer um que você é confiável, respeita o próximo e está disposto a gastar o próprio tempo antes de pedir o do outro. Certamente as pessoas terão mais disponibilidade de fazer o mesmo por você no futuro.

Preste atenção nos detalhes. Faça um esforço para lembrar detalhes sobre as pessoas. Todo mundo tem interesses e vidas fora do trabalho. Tente entender o que faz as pessoas com quem você busca estreitar relacionamento profissional de forma única e use os interesses dela como um ponto de conexão. Se você não consegue encontrar algo interessante sobre uma pessoa ou o trabalho dela, provavelmente não é alguém com quem você deveria se conectar.

Encontre maneiras de apreciar as pessoas que o ajudam. Isso irá diferenciá-lo e pode te manter na liderança para futuras oportunidades.

Pense no networking como um banco de favores. Não precisa ser "pau a pau": você faz um favor para alguém hoje e não recebe de volta  imediatamente. É algo que ocorre naturalmente, e em seu tempo. É sobre dar e receber, se aproximar de forma verdadeira.  Se uma conexão real você será recompensado em algum momento.

* Juliana Porto é jornalista desde 2005 e começou sua carreira escrevendo justamente sobre... carreiras! De lá para cá, já cobriu finanças pessoais, consumo e tecnologia em redações no Rio e São Paulo, mas sempre acaba voltando ao tema com que começou sua vida profissional.

Modelo de Currículo

Montar um modelo de currículo adequado, direto e informativo é essencial. Lembre-se que essa será a sua primeira chance de impressionar. A Robert Half criou um Modelo de Currículo.

More From the Blog...