Como conseguir um emprego sem sair de casa? Entenda aqui

Por Robert Half on 29 de junho de 2020

Anda pesquisando como conseguir um emprego? Saiba que processos de recrutamento online podem ajudar você a alcançar esse propósito, especialmente em tempos em que a internet e o trabalho remoto (home office) ganham cada vez mais espaço no mercado.

Conseguir um emprego sem sair de casa faz parte dos tempos de mudanças que vêm ocorrendo no mercado de trabalho, em que o digital e o remoto têm convergido para mudar relações e processos de trabalho.

No entanto, é preciso se preparar bem para se sair bem nesse cenário mercadológico emergente, especialmente em aspectos comportamentais. Nesse sentido, a Robert Half pode ajudar você. Quer saber como? Continue lendo e descubra!

Como conseguir um emprego sem sair de casa?

Atualmente, muitas empresas estão reinventando seus processos seletivos enquanto adotam ferramentas digitais, como Skype, Zoom, Teams etc. Suas entrevistas são feitas remotamente por meio destes programas e, inclusive, algumas dinâmicas, graças aos seus recursos.

No entanto, para conseguir participar dos processos seletivos, é preciso se adaptar ao ambiente digital e colocar em prática algumas dicas, como as listadas adiante.

Mantenha seu perfil do LinkedIn atualizado

É indicado estar ativo no LinkedIn, pois, hoje, ele é seu currículo online e fica disponível para muitas pessoas verem. Mesmo quando você não está procurando uma vaga, recrutadores poderão fazer propostas a você. Enviar currículos por e-mail ou para vagas específicas em plataformas de recrutamento ainda é uma prática importante, mas, ao aliar com o perfil do LinkedIn, suas chances de contratação aumentam.

Para melhorar seu perfil nessa rede social, mantenha-o atualizado. Coloque foto profissional, pois, caso não faça isso, poderá passar a impressão de que você não é ativo nessa plataforma, então muitos recrutadores não tentarão contatá-lo.

Escolha um título chamativo, evitando termos generalistas, como “assistente financeiro de contas a pagar/de contas a receber/de cobrança”. Tente colocar seu último cargo e a empresa em que você trabalhava. Se estiver atrás do primeiro emprego, ponha o cargo que deseja.

Na parte inferior do perfil, em que se coloca empresa e períodos, inclua as atividades que realizava. Isso é importante até mesmo para direcionar seu perfil à vaga pretendida. Por exemplo, um analista financeiro, hoje, pode ser voltado para área de cobrança, de faturamento, para contas a pagar etc. 

Delimitar é fundamental para o recrutador saber o que você fazia nas empresas, bem como para ele ver todas as experiências mais importantes que você teve (que precisam ser detalhadas nessa área).

Aliás, coloque informações sobre todas as empresas em que trabalhou, bem como os períodos em que isso ocorreu. Essa descrição pode ser de duas a três linhas, contendo o que fazia em cada experiência profissional que você teve. Isso permitirá ao recrutador entender o que realizava e se isso é compatível com as demandas da vaga aberta.

Mantenha contato com as empresas com as quais tem interesse de trabalhar

Adicione as empresas ao seu perfil, pois muitas postam vagas em suas redes. Dessa forma, você terá acesso direto às oportunidades. Adicione também gestores (gerentes, coordenadores, diretores), pois, assim, você poderá contatar pessoas que poderão ser seus futuros líderes.

Vale até enviar uma mensagem de apresentação breve a essas pessoas, convidar para tomar um café - hoje em dia virtual -, perguntar se há alguma vaga disponível para a qual poderia acrescentar etc.

Saiba que mesmo que não tenha resposta no momento, seu perfil foi visto e, quando surgir uma vaga, esses gestores poderão se lembrar de você.

Não se esqueça do tradicional

Também é importante continuar entrando em sites de vagas e se candidatar a processos seletivos a fim de aumentar suas chances de contratação.

Como se preparar para a entrevista online?

Foi selecionado para uma entrevista de emprego online ou quer melhorar suas chances de contratação quando isso acontecer? Veja algumas dicas.

Providencie as ferramentas tecnológicas necessárias

Para começar, é importante providenciar as ferramentas necessárias para participar da entrevista online. Algumas empresas podem realizar entrevistas por áudio, mas o “face a face” é importante, portanto, esteja preparado com uma câmera.

Na entrevista em vídeo, é como se você estivesse frente a frente com o recrutador ou contratante, tal como ocorreria em uma entrevista presencial. Além do mais, muitos recrutadores avaliam o modo como o candidato se expressa.

Não se esqueça de testar som e vídeo. Isso pode ser feito com o cônjuge, os amigos, os irmãos etc. Teste também se a conexão da Internet é estável.

Escolha um bom ambiente para a entrevista

Providencie o ambiente da entrevista, deixando-o o mais profissional possível e sem muito barulho.

Opte por um local mais “clean”, com uma parede lisa ao fundo. Evite um ambiente cheio de fotos, objetos de decoração, entre outros materiais que possam cobrir o fundo e chamar a atenção dos recrutadores, que poderão parar de prestar atenção em você.

Use um microfone (pode ser o do fone convencional) para que o som fique mais direcionado durante a video videoconferência. Sem ele, o barulho do local poderá atrapalhar a interação, além de a qualidade do áudio ficar abafada. Se você estiver falando com vários gestores, eles poderão não ouvir você bem.

Se for fazer a entrevista em casa, avise as pessoas que moram nela para que não atrapalhem o momento, seja por barulho, seja por transitarem atrás de você, atraindo a atenção dos gestores. Animais de estimação também podem interferir, então é importante tomar providências para que isso não ocorra, como pedir a um familiar que cuide deles.

Cuide de sua apresentação

Outro ponto é a forma como você se apresentará. Mesmo que esteja em casa, é fundamental se arrumar bem, o que inclui escolher um vestuário adequado para uma entrevista e manter uma boa apresentação visual (cabelo ajeitado, barba arrumada, roupas adequadas etc).

Em relação ao vestuário, a dica é usar uma roupa que transmita uma imagem de maior seriedade, ou seja, mais sóbria, especialmente se desconhecer o padrão da empresa. O formal tende a se sair bem nesses casos.

Uma observação: tente se vestir inteiramente. Isso porque pode ocorrer de um entrevistado se arrumar só da cintura para cima e, durante a entrevista, se levantar. Ao revelar um short ou uma roupa mais informal, poderá gerar uma situação desagradável.

Também prepare o seu discurso, uma vez que a entrevista servirá como uma apresentação pessoal sua. Leia bem o seu currículo e tente ficar o mais pronto possível para responder às perguntas que fizerem a você.

Fui contratado, e agora?

Empresas que contam com processos de contratação alinhados ao ambiente online podem enviar formulários para serem preenchidos digitalmente, solicitar documentos por e-mail (é possível tirar foto deles ou escaneá-los) ou enviar representantes para recolhê-los.

Esteja preparado, inclusive, para começar a trabalhar remotamente, se for o caso. Muitas empresas que contrataram durante esse período de isolamento social realizam o onboarding de seus novos colaboradores de maneira remota.

Como a Robert Half pode ajudar?

Quer mais dicas para aumentar suas chances de contratação? Entre em contato com a nossa equipe de especialistas para que possamos ajudar você!

More From the Blog...