As palavras para apagar do seu currículo

Por Robert Half 30 de março de 2015

O currículo, como todo mundo já sabe, não deve ser muito extenso. Até duas páginas é o ideal. Então, vamos valorizar esse espaço e preenchê-lo com um conteúdo que realmente diga algo sobre você. Algumas palavras e expressões, por mais comuns que sejam nos currículos que vemos por aí, são vazias e não significam nada para o recrutador. É hora de apagá-las de vez do seu CV.

ENVIE SEU CURRÍCULO

“Trabalhei em diferentes projetos” é um exemplo de frase que não diz absolutamente nada. Que projetos? O que você extraiu dessas experiências? Não é porque a palavra “diferentes” está ali que vai dar alguma importância para a sentença. Prefira pontuar os projetos mais relevantes e dizer claramente os resultados que você obteve com eles e quais competências precisou usar, como gerenciar equipe de cinco pessoas, coordenar o trabalho remoto de três profissionais, etc.

Alguns adjetivos também devem sumir para sempre do currículo. Palavras como “visionário”, “agente de mudança”, “orientado a resultados”, “inovador”, “criativo”, “que pensa fora da caixa” não significam nada sem exemplos práticos. Por isso, ao invés de rechear seu currículo com esse tipo de expressão vazia, priorize a objetividade. Use tópicos para demonstrar suas principais realizações em cada cargo ou projeto. Por fim, passe o corretor ortográfico no documento e faça uma revisão criteriosa.

Erros de português e de digitação contam pontos negativos em qualquer processo de seleção. Ainda tem dúvidas de como elaborar seu currículo? Temos um modelo de CV que pode lhe ajudar nessa tarefa.

More From the Blog...

O veneno da contraproposta

Você sabia que essa prática pode ser prejudicial para a sua carreira? Separamos as 7 armadilhas que existem por trás da contraproposta....

Saiba mais