Fazer um currículo criativo vale a pena?

Por Robert Half on 28 de setembro de 2021
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Currículo criativo: devo fazê-lo ou não? Por muito tempo, houve um padrão de formatação no qual o documento costumava ser feito no Word, em uma folha tamanho A4 e fonte Times New Roman.

Hoje em dia, esse modelo permanece muito comum, mas surgiram outras maneiras de apresentar sua experiência profissional, como os currículos criativos. Se você deseja saber se vale a pena inovar o seu currículo, confira o post que elaboramos!

Envie sua vaga

Afinal, o que é o currículo criativo?

Os currículos criativos são aqueles que fogem do padrão dos currículos tradicionais por incluírem novos recursos ao documento, como vídeos, imagens, gráficos e até mesmo um projeto exclusivo de design. A versão criativa certamente se destaca entre inúmeros currículos comuns, o que pode ser uma estratégia interessante para obter a aprovação no processo seletivo, mas nem sempre funciona.

Por que o currículo com design criativo poderia me atrapalhar?

Hoje em dia, as empresas utilizam diversas tecnologias para armazenar os CVs recebidos e, assim, conduzir os processos de recrutamento. Os sistemas de gestão de RH são responsáveis por efetuar uma primeira triagem dos currículos, geralmente buscando por palavras-chave contidas no documento.

Nesse sentido, se você investir no uso de vídeos, imagens ou gráficos, por exemplo, o software não conseguirá assimilar suas informações, fazendo com que você não avance para a próxima etapa.

O mesmo vale para a triagem realizada pelo recrutador, pois, normalmente, esse profissional lê uma grande quantidade de currículos, de modo que precisa achar facilmente a informação que procura, e as palavras-chave também auxiliam nessa tarefa. A título de exemplo, suponha que um headhunter esteja procurando por um profissional com conhecimento em Java. Se o candidato elaborou o currículo em vídeo ou imagem, haverá mais trabalho para conseguir identificar essa informação.

Convém destacar, ainda, que um currículo que não segue o padrão pode deixar o recrutador confuso na hora de buscar pelas informações, tendo em vista que a maior parte dos currículos que ele avalia segue esse padrão, o que facilita a identificação. Sendo assim, o ideal é apostar em um currículo padrão que contenha as informações que vamos lhe mostrar mais adiante.

Leia também: O currículo ideal: tire suas dúvidas sobre como redigir um bom CV

Qual a melhor maneira de formatar o currículo para candidatar-se a uma vaga?

A maneira como você vai se apresentar dependerá muito da sua função, área de atuação e da cultura da empresa para qual você está candidatando-se. Tendo como exemplo, para se diferenciar dos demais candidatos que competem a uma vaga na área de criação de uma startup, pode ser interessante demonstrar seu conhecimento de edição e capacidade de inovação.

Já em uma empresa com cultura organizacional rígida e tradicional, currículos convencionais são os mais indicados. Mas a verdade é que, na maioria das vezes, o currículo com design criativo atrapalha, como mencionamos na seção anterior.

Se sua área de atuação permitir criar um currículo criativo, como design gráfico, marketing e publicidade, e você de fato tiver habilidade, foque em um design exclusivo que contribua com a melhor visualização do seu currículo e não inclua informações relevantes e palavras-chave em imagens, vídeos ou gráficos, ok?

Assim, seu currículo pode se destacar dos demais e o programa conseguirá captar as informações necessárias. Além disso, é importante levar em consideração as dicas a seguir na hora de pensar o layout do documento.

Como deve ser o currículo ideal?

Para que o seu currículo tenha boas chances de ser selecionado, é preciso:

  • incluir as informações pessoais e de contato no início do currículo;
  • organizar o currículo por seções (objetivo, formação, experiência profissional e etc.);
  • ser objetivo;
  • formatar o documento de modo que ele seja escaneável;
  • inserir palavras-chave;
  • apresentar os dados de formação e experiência profissional do mais recente para o mais antigo;
  • detalhar atribuições e responsabilidades de cada cargo exercido;
  • não incluir informações desnecessárias e irrelevantes;
  • não ultrapassar mais de duas páginas.

Você pode gostar de: Como aumentar as chances do meu currículo ser lido?

Vale mencionar que é interessante apoiar em evidências o que você menciona no currículo e incluir números e dados estatísticos sobre os resultados atingidos. Por exemplo, em vez de apenas mencionar que você é uma pessoa observadora e proativa e isso fez com que a empresa aprimorasse seus processos, escreva o seguinte:

"Por conta da minha habilidade de observação e postura proativa, identifiquei falhas no processo de planejamento e execução de estratégias de marketing e propus melhorias que aumentaram a taxa de retenção de clientes em 50%".

Ademais, caso você tenha muitas informações para inserir no currículo, selecione as mais relevantes. O ideal é que o currículo não ultrapasse duas páginas, pois, de acordo com pesquisa realizada pela ResumeGo, os currículos maiores têm menos chances de serem selecionados.

Quais os erros mais comuns ao criar um currículo?

Além de seguir as recomendações mencionadas acima, é preciso estar atento aos principais erros cometidos ao criar um currículo, sendo eles:

  • não informar o nível de conhecimento em idiomas;
  • não revisar os dados de contato e correr o risco de enviá-los errado;
  • informar dados pessoais desnecessários, como RG e CPF;
  • incluir informações falsas, como proficiência em idiomas e habilidades.

Viu como ter um currículo criativo pode ser benéfico em alguns casos e não ser bem visto em outros? Como não sabemos muito bem como será a seriedade do contratador, talvez, a melhor opção seja escolher a forma tradicional, pois não terá erros.

Assista abaixo à explicação de Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half no Brasil, sobre o tema currículo criativo e nos siga nas redes sociais, para ficar por dentro de assuntos relacionados ao mercado de trabalho. Estamos presentes no FacebookInstagramLinkedInTwitter e YouTube!

Confira também: Como a colaboração online pode ajudar no engajamento do time?

Não deixe de ver: Qual salário devo ter no meu novo emprego? Como definir a pretensão salarial

Formate seu CV sem errar

Assista abaixo à explicação de Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half no Brasil, sobre o tema.

 

Modelo de Currículo

Montar um modelo de currículo adequado, direto e informativo é essencial. Lembre-se que essa será a sua primeira chance de impressionar. A Robert Half criou um Modelo de Currículo.

More From the Blog...